Tópicos | PE

Sucesso na década de 1980, o filme Um Tira da Pesada poderá ser visto em breve em uma nova sequência. A história do Axel Foley, policial interpretado por Eddie Murphy, vai parar no catálogo da Netflix. O serviço de streaming comprou os direitos para produzir o longa.

Segundo informações da revista Variety, o diretor executivo da Viacom, Bob Bakish, confirmou a informação. A nova versão do filme ainda não está prevista para lançamento, mas a Paramount permanecerá com as ideias originais da saga.

##RECOMENDA##

O ator Eddie Murphy deverá retornar ao papel principal. O primeiro filme de Um Tiro da Pesada foi lançado em 1984.

Bruna Marquezine não tem papas na língua! A atriz usou seu Twitter para parar uma briga entre um fã clube seu e um de Marina Ruy Barbosa - e acabou entrando no meio da confusão. Para quem não lembra, as duas atrizes atuaram juntas em Deus Salve o Rei, e rumores de inimizade entre as duas surgiram na web - eles, no entanto, já foram desmentidos pelas duas atrizes, que disseram apenas que não são próximas.

A polêmica começou quando, durante uma briga entre os fã clubes, a página destinada à Marina disse que Bruna não era profissional e que havia rompido o contrato com uma marca após crisinha de ex-namorado - se referindo ao término da atriz com Neymar, quando ela desativou sua conta no Instagram. Bruna, no entanto, resolveu rebater, e escreveu:

##RECOMENDA##

E você não vem me pedir empatia e sensatez depois dizendo que eu deveria controlar minhas fãs e acabar com essas discussões tontas de vocês, porque na hora de responder só sabe tentar me diminuir e ofender falando do que não sabe. Já deu disso tudo. A competição só existe entre vocês.

Ela ainda continuou:

Eu não me responsabilizo pelo o que meus seguidores falam, não me envolvo e nunca apoiei ou incentivei nenhum tipo de competição ou falta de empatia com ninguém, mas isso já passou dos limites. Por favor, chega.

A pessoa que administra o fã clube de Marina respondeu dizendo que apesar de a ruiva ter pedido para que seus fãs não entrem em discussões, ela não tem medo de Bruna e nem dos fãs da atriz, e que não irá se calar ao ver ofensas direcionadas à sua ídola. Marquezine disse:

Quem falou de medo? Apenas um dos meus três últimos tweets foi direcionado a você e aos fãs dela que respondem atacando. Não sou mãe de ninguém pra corrigir as pessoas e essa não é a primeira vez que me posiciono em relação a essa polêmicas bobas entre fã clube.

Durante a discussão, a internauta ainda disse para Bruna que ela deveria respeitar o luto da Marina ao invés de estar aqui alimentando discussões - se referindo a morte de dois amigos da ruiva após a queda de um avião, que aconteceu na última quinta-feira, dia 14 - e a atriz respondeu:

Eu lamento o luto dela, mas não sei o que está acontecendo. Sinto muito.

Após a internauta dizer que não a segue, mas que Bruna já a tratou mal pessoalmente, a ex de Neymar disse:

Não acompanha, mas tá sabendo muito. Não me lembro desse episódio, mas se realmente fui menos doce com você do que você esperava algum motivo eu tive, com você ou pessoal. Não tem combinado nenhum. Eu já falei o que penso dessa competição e dessa troca de ofensas. Pra mim o assunto está encerrado e eu espero que pras pessoas que me acompanham também.

Irreverência, criatividade e animação são alguns dos ingredientes que estarão presentes na edição 2020 do Enquanto Isso na Sala da Justiça. Nesta segunda-feira (18), foram anunciadas as atrações que irão comemorar os 25 anos da prévia carnavalesca no dia 7 de fevereiro, em Olinda.

O agito da festa ficará por conta de Duda Beat, Novos Baianos e Cordel do Fogo Encantado. O Sambão Preto Velho recebeu a missão de encerrar a noite do evento no Pavilhão do Centro de Convenções.

##RECOMENDA##

Os ingressos para o Enquanto Isso na Sala da Justiça começarão a ser vendidos na próxima quarta-feira (20). As entradas estarão disponíveis nas lojas Chilli Beans e online através do site Ingresse. Mais detalhes sobre a festa serão divulgados em breve. Jorge Benjor, Academia Berlinda e Francisco El Hombre comandaram a edição de 2019.

No último final de semana, o cineasta Spike Lee participou, em Nova York, de uma sessão especial do documentário Democracia em Vertigem, da brasileira Petra Costa. Em um vídeo que circula no Twitter, Spike Lee questionou: "O mundo quer saber: quem mandou matar Marielle Franco?".

Exigindo respostas sobre o assassinato da vereadora, morta em março de 2018, ele afirmou durante o evento no Museu de Arte Moderna da cidade que o filme "dá um outro olhar sobre a escalada do fascismo". No cinema, Spike Lee é conhecido pelos sucessos Malcom X, Uma Família de Pernas pro Ar e Faça a Coisa Certa.

##RECOMENDA##

Confira:

[@#video#@]

Depois de fazer comentários homofóbicos contra o jornalista Matheus Ribeiro, um dos apresentadores que comandou a bancada do Jornal Nacional em comemoração aos 50 anos do telejornal, Luiz Gama acabou sendo afastado da Rádio BandNews Goiânia. A empresa informou a saída de Gama do quadro esportivo da emissora nesta segunda-feira (18).

"A decisão foi comunicada ao vivo pelo âncora Marcos Villas Boas, na manhã dessa segunda-feira. Ao defender os princípios de defesa contra ataques relacionado à cor da pele ou orientação sexual, Villas Boas disse que a emissora não manteria em seus quadros 'quem não dança de acordo' com essas convicções", diz o comunicado, segundo informações do colunista Leo Dias, do Uol.

##RECOMENDA##

No último dia 13, Luiz Gama publicou no Twitter a seguinte a mensagem: "Puts! onde o Brasil vai parar? Queimar a rosca agora é moda. Um apresentador de telejornal de qualidade média virou a bola da vez no jornalismo nacional só porque revelou que sua rosquinha está à disposição. A qualidade profissional que se f***". O advogado de Matheus afirmou para Leo que "a vida particular e opções do jornalista dizem respeito, tão somente, a ele próprio". 

Após a notícia, internautas celebraram o afastamento de Luiz Gama em uma rede social dele. "Está sentindo esse cheiro? Então é um processo indo em sua direção", ironizou uma pessoa. "Tá feliz agora? Foi demitido e o processo vem!", disparou outra pessoa.

Nesse domingo (17), Recife recebeu o Festival Lula Livre. Realizado no Pátio do Carmo, área central da capital pernambucana, o evento contou a participação de diversos artistas e também com a presença de Luiz Inácio Lula da Silva. Nos bastidores da festa, o cantor Otto fez questão de se encontrar com o ex-presidente.

Na sua conta do Instagram, o artista pernambucano não poupou palavras ao elogiar Lula. "O presidente Lula certamente é um predestinado, um escolhido. Tem gente que vem ao mundo para transformar realidades. Espalhar sabedoria, revolucionar. Evoluir. Fazer história. Resistir. Valeu Recife amada meu nordeste brilhante. Democracia e arte. Cultura", escreveu, publicando fotos tietando o fundador do Partido dos Trabalhadores (PT).

##RECOMENDA##

Confira:

[@#video#@]

foto, Otto, Lula, RJ, SP, PE, PA, BA, PB, CE

Kanye West participou do programa do pastor Joel Osteen no último domingo, dia 17, e fez mais uma declaração que deu o que falar! Segundo informações do site norte-americano People, o rapper voltou a falar sobre religiosidade e sua recente conversão, afirmando que recebeu o chamado de Deus após ter sido internado em 2016 durante a turnê Saint Pablo.

- Eu sei que Deus vinha me chamando há muito tempo, e o diabo estava me distraindo há muito tempo. Quando eu estava nos meus piores momentos, Deus estava lá comigo, me dando visões e me inspirando, e eu me lembro de estar em um hospital de Los Angeles depois de um colapso mental, e há registros meus desenhando uma igreja e [querendo] iniciar uma igreja no meio de Calabasas.

##RECOMENDA##

Kanye aproveitou para dizer que não é mais a pessoa arrogante do passado, e que agora está sendo usado por Deus.

Toda vez que me levanto, sinto que estou desenhando uma linha na areia e dizendo: Estou aqui a serviço de Deus e nenhuma arma formada contra mim prosperará. Jesus venceu a vitória. Já falei sobre minha arrogância. Agora, o maior artista que Deus já criou está trabalhando para ele.

Uma fonte ainda falou sobre as diferentes iniciativas de Kanye com o seu culto musical.

Kim [Kardashian, esposa do músico] está em Houston com as crianças. Eles estão participando do culto de domingo. Kanye está muito animado. Ele também visitou uma prisão e realizou um show surpresa. Ele e Kim estão focados em fazer o bem e ajudar pessoas menos privilegiadas. Especialmente com as férias se aproximando, eles tentam fazer o máximo que podem. Eles também querem que seus filhos saibam que muitas pessoas estão sofrendo e precisam de ajuda. As crianças mais velhas também farão algum trabalho de caridade este ano.

 

Sem adotar o mesmo mistério que utilizou para esconder a formação do time que foi derrotado pela Argentina por 1 a 0 em amistoso na última sexta-feira, em Riad, na Arábia Saudita, o técnico abriu o último treino da seleção brasileira para enfrentar a Coreia do Sul e confirmou que fará cinco mudanças na escalação da equipe para o amistoso desta terça, às 10h30 (de Brasília), em Abu Dabi, nos Emirados Árabes.

O lateral Alex Sandro, fora por lesão muscular, o zagueiro Thiago Silva, o volante Casemiro e os atacantes Willian e Roberto Firmino sairão do time titular, enquanto Renan Lodi, Marquinhos, Fabinho, Philippe Coutinho e Richarlison entrarão como substitutos.

##RECOMENDA##

Uma das novidades da escalação, Marquinhos, do Paris Saint-Germain, foi confirmado, inclusive, como capitão do Brasil para este amistoso com os sul-coreanos. E o comandante admitiu nesta segunda-feira, em entrevista coletiva, que o fato de ter de encarar a Argentina com Messi, que acabou sendo o autor do gol da vitória sobre os brasileiros na semana passada, foi o principal motivo para ele ter feito mistério em relação ao time para o último confronto.

"A Argentina tem um jogador diferenciado e tem todo um processo de marcação, se vocês (jornalistas) observassem (os treinos) iam retratar como (a seleção) ia marcar o Messi, para qual lado ia tocar mais... Esse (treinamento desta segunda-feira) foi um trabalho mais posicional, dou bastante oportunidade de observação para vocês, assim deixo de tomar pau", afirmou Tite, dando risada em seguida, ao justificar com bom humor a estratégia diferente adotada na véspera do duelo com a Coreia.

Caso confirme o time titular treinado nesta segunda-feira, o treinador mandará o Brasil a campo com Alisson; Danilo, Marquinhos, Militão e Renan Lodi; Fabinho, Arthur e Lucas Paquetá; Gabriel Jesus, Philippe Coutinho e Richarlison.

PRESSÃO - Assim como já havia dito após a derrota para a Argentina, Tite reafirmou a pressão pela conquista de uma vitória, que recai principalmente sobre ele, que amarga um jejum de cinco partidas à frente da seleção. Essa má fase começou após a conquista do título da Copa América, no Brasil. Depois do torneio, a equipe nacional acumulou empates com Colômbia (por 2 a 2), Senegal e Nigéria (ambos por 1 a 1), assim como foi derrotada pelo Peru e pela Argentina (em ambas ocasiões por 1 a 0).

"É, tem necessidade sim do resultado, mas também compreensão de etapas", afirmou o comandante, para depois justificar as mudanças na escalação e dizer que está pronto para suportar a cobrança que vem sofrendo devido aos resultados ruins. "Futebol é prática, esse é o momento que nos permite (fazer modificações na equipe), por mais duro que seja, mais difícil que seja, mas o técnico tem que ter o discernimento de aguentar as pressões e, por sua maturidade, dar confiança para os jogadores produzirem. Todos estão pressionados, mas sabem da responsabilidade que têm", completou.

O comandante, entretanto, negou viver um sentimento de angústia que o faça perder a serenidade na luta para comandar a seleção e reencontrar o caminho das vitórias. "Desesperado não estou. Sou um cara muito feliz e realizado. Sei das pressões, mas não tem desespero, isso não faz parte do meu perfil. Sou um cara bem resolvido em relação a isso. Tem a busca de fazer um grande jogo, fazer um grande espetáculo, que a gente ganhe e jogue muito. Que a Coreia jogue muito, mas a gente saia vencedor", projetou.

Já ao comentar o fato de que alguns jogadores da seleção afirmaram que dedicariam uma vitória nesta terça-feira a ele, o treinador respondeu: "Me sinto contente, feliz, mais do que um afago para mim é para todo o trabalho desenvolvido. Fundamentalmente, eles sabem que devem fazer por si. É por ele, pela família deles e também pelo nosso trabalho. Volto a dizer: sei muito bem onde estou e que etapa de construção precisam ser feitas. Meu histórico me credencia, preciso passar para eles. Isso não é cercear críticas, é de absorver. Eu preciso saber entender e passar a eles tranquilidade. Num momento de pressão precisa do técnico, e agora o técnico está aí, para 'oportunizar' também".

Longe da TV desde a novela 'O Sétimo Guardião', de Aguinaldo Silva, Bruna Linzmeyer vem aproveitando os seus dias de descanso. Nesta segunda-feira (18), a atriz divulgou um registro em contato com a natureza em Corupá, em Santa Catarina, apenas de topless. Na imagem, Bruna colecionou inúmeros elogios. "Deus selvagem", brincou uma seguidora.

"A pose reflexiva pós quilômetros de trilha está demais", comentou outra pessoa. A apresentadora Bela Gil também entrou no clima dos seguidores e deixou sua mensagem na rede social de Bruna Linzmeyer. "Entendi o paraíso agora", escreveu a filha de Gilberto Gil.

##RECOMENDA##

No início do ano, a atriz compartilhou um registro em que mostrava uma parte do seio durante um passeio na praia com os amigos. 

[@#video#@]

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.208 da Mega-Sena, realizado nesse sábado (16) em São Paulo. O próximo concurso deverá pagar R$ 14,2 milhões. As dezenas sorteadas foram 16, 25, 30, 40, 45 e 49.

A quina teve 17 ganhadores e cada um receberá R$ 113.415,57. A quadra teve 1.708 acertadores e pagará o prêmio individual de R$ 1.612,63.

##RECOMENDA##

O próximo concurso (2.209) será quarta-feira (20). As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica ou pela internet.

Mais de 70 mil candidatos fizeram, neste domingo (17), a primeira fase do vestibular da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). A prova foi aplicada em 35 cidades no país, incluindo seis capitais: São Paulo, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Fortaleza e Salvador. No início da noite, os cadernos de provas foram divulgados.

Confira nos links:

##RECOMENDA##

Provas Q e X

Provas R e W

Provas S e Z

Provas T e Y

A prova da primeira fase foi composta de 90 questões de múltipla escolha: 13 questões de Língua Portuguesa e Literatura, 13 questões de Matemática, nove questões de História e nove questões de Geografia, incluindo Filosofia e Sociologia, nove questões de Física, nove questões de Química, nove questões de Biologia, sete questões de Inglês, e 12 questões interdisciplinares.

Com informações da Agência Brasil

Com um pênalti polêmico, convertido por Gabriel, o Grêmio voltou a perder neste domingo para o Flamengo em 2019 - 1 a 0, na Arena do Grêmio, pela 33.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Nos quatro confrontos entre eles, foram três derrotas e apenas um empate. O zagueiro Pedro Geromel desabafou sobre a arbitragem confusa do paulista Raphael Claus, que também deixou de dar uma penalidade, em lance semelhante, desta vez com Renê.

"Mais uma vez o jogo foi decidido em um lance de interpretação. O campeonato está acabando, então esperamos que para o ano que vem a arbitragem chegue em um acordo para ser igual para todos. Não adianta virem explicar uma coisa e em campo fazerem outra", afirmou o defensor, que também analisou o futebol apresentado pelo Grêmio.

##RECOMENDA##

"O resultado não foi o que queríamos. Não tivemos calma no último passe para acertar o gol e sair com a vitória. Tivemos um bom volume de jogo, mas não conseguimos concluir", completou.

Já o volante Maicon optou por não comentar sobre a arbitragem. "Difícil falar da arbitragem. Foi um jogo bom. Infelizmente não conseguimos a vitória. Agora é trabalhar durante a semana para enfrentar o Palmeiras, no próximo final de semana", disse.

O atacante Everton, jogador que criou as principais jogadas do Grêmio na partida, apenas lamentou a derrota. "Jogamos bem, criamos, mas não conseguimos concluir com muito perigo. Precisamos levantar a cabeça, porque teremos mais uma batalha pela frente", concluiu.

Com a derrota, o Grêmio viu o Flamengo quebrar um tabu de 25 anos. A última vitória da equipe carioca em Porto Alegre, em jogos do Brasileirão, foi em 1994, quando perdeu por 1 a 0, com gol marcado por Nélio.

Apesar do revés, o time gaúcho segue na quarta colocação com 56 pontos.

Ainda não foi dessa vez que o torcedor do Sport soltou o grito “eu vou pra primeira”. Nesse domingo (17), o Leão ficou no 0 x 0 diante do Vila Nova e ainda não confirmou 100% seu acesso. Quarta-feira (20), de novo em casa, o time encara a Ponte Preta para subir. Segundo o treinador Guto Ferreira, é hora de calma.

“Nosso time teve dificuldade em vários aspectos, mas não tem que arrumar desculpas, tem que arrumar solução. Ansiedade não depende do quanto de experiência que você tem, mas do momento que você está vivendo. Mais uma vez vamos terminar o campeonato sem vencer três seguidas”, lamentou.

##RECOMENDA##

Sobre o empate, o técnico disse que “o problema não foi garra, foi a gente conseguir colocar a bola dentro do gol e jogar com calma”. “No final do jogo a gente até desarrumou a defesa, tentando decidir. Isso mostra como estávamos ansiosos. O jogo começou amarrado e no segundo tempo acelerou até passar do ponto. A experiência que eles tiveram hoje é pra procurar tranquilizar. Diminuir a expectativa”, completou.

Já de olho na final da Copa Libertadores, o Flamengo bateu o Grêmio por 1 a 0, neste domingo, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, encerrou um jejum de 25 anos no Sul e ficou muito próximo do título do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o time do técnico português Jorge Jesus pode ser campeão já na próxima rodada da competição, mesmo sem entrar em campo.

Para tanto, basta que o Palmeiras, seu principal perseguidor e que nesta 33.ª rodada apenas empatou contra o Bahia em Salvador, chegando aos 68 pontos, não vença o Grêmio, no próximo domingo, em São Paulo. Com um jogo a mais, os cariocas, hoje com 81, não seriam mais alcançados na tabela de classificação, uma vez que os paulistas só poderiam atingir a mesma pontuação e, com quatro rodadas para o fim, teriam desvantagem de seis vitórias (25 a 19).

##RECOMENDA##

Fugindo de suas características e com apenas três titulares em campo, a equipe carioca venceu com gol de pênalti de Gabriel - que acabaria expulso - e manteve uma longa invencibilidade de 25 jogos - 21 apenas na competição. Também pôs fim a um jejum de 25 anos sem vencer o time gaúcho no Sul em partidas pelo Brasileirão.

Já o Grêmio, que terminará o ano sem vencer o Flamengo após quatro encontros - três derrotas e um empate - teve barrada uma sequência de cinco triunfos seguidos e estacionou nos 56 pontos, se mantendo no quarto lugar, ainda na zona de classificação direta para a fase de grupos da Libertadores de 2020.

Com apenas três titulares - Diego Alves, Arrascaeta e Gabriel -, já se preparando para a final da competição continental deste ano, a ser realizada em Lima no próximo sábado contra o River Plate, o Flamengo entrou em campo com uma forma diferente da que está acostumado sob o comando de Jorge Jesus. Com menos intensidade na marcação, menor posse de bola e mais reativa, ainda assim a equipe carioca mostrou maturidade e bom posicionamento.

Mesmo com posse de bola muito maior, sem a mesma movimentação dos últimos cinco jogos, o Grêmio pouco criou. Com Everton, sua principal estrela, apagado na etapa inicial, o time da casa só incomodou o goleiro Diego Alves em duas oportunidades antes do intervalo. Uma com um chute de Cortez de dentro da área, aos 29 minutos, e outra com Alisson, em cobrança de falta defendida pelo goleiro flamenguista aos 31.

Já o Flamengo, mesmo desfigurado, tinha em campo duas de suas principais peças em grande tarde nos minutos iniciais: Arrascaeta e Gabriel. Sempre que se aproximavam, criavam problema para a zaga anfitriã. Em uma delas, aos 19, o camisa 9 quase marcou após boa tabela com o uruguaio, defendida por Paulo Victor.

Em outra subida, aos 33 minutos, veio o pênalti. Gabriel avançou pela linha de fundo e tocou rasteiro para trás. A bola tocou no braço de Léo Moura, que tentava o carrinho. Perto do lance, o árbitro Raphael Claus imediatamente marcou a penalidade. Mesmo sob protesto dos jogadores do Grêmio, o paulista não foi ao VAR e confirmou a marcação.

Com categoria, aos 36 minutos, Gabriel bateu deslocando Paulo Victor e marcou o seu 22.º gol no campeonato, ultrapassando a marca de Zico como maior artilheiro do Flamengo em uma única edição de Brasileirão.

O segundo tempo teve o mesmo panorama inicialmente, com a equipe carioca bem postada atrás e buscando resolver o confronto na base da qualidade de seus homens de frente, em algum contra-ataque concedido. No Grêmio, a mudança foi a atuação mais destacada de Everton, principalmente pelo lado esquerdo, onde quase sempre levava a melhor sobre Rodinei - e quem mais estivesse em sua cobertura.

Tentando proteger mais a sua defesa, Jorge Jesus pôs em campo o jovem Vinícius na vaga de Diego logo no início da segunda etapa. Também apostou em Everton Ribeiro para o posto do jovem Lucas Silva, com objetivo de dar mais saída à equipe.

Em resposta, o técnico gremista Renato Gaúcho deu vez ao atacante André e retirou o volante Michel para povoar mais a área do adversário. Em seguida, foi a vez do garoto Pepê no posto de Diego Tardelli, que deu mais mobilidade ao setor e criou pelo menos uma boa oportunidade.

O Flamengo conseguia conter bem o ímpeto da equipe gaúcha com certa tranquilidade, apesar do amplo domínio territorial gremista. Até que Gabriel, outra vez nervoso e discutindo bastante com a arbitragem, foi expulso por Rafael Claus após aplaudir ironicamente o árbitro em marcação contra seu time.

Disposto a arriscar o que tinha na mão, Renato Gaúcho tirou o lateral-direito Léo Moura para a entrada de Felipe Vizeu. Com seis atacantes e desorganizado, o Grêmio empurrou o oponente "às cordas" e o próprio ex-jogador flamenguista reclamou toque de mão na área do lateral-esquerdo Renê aos 41 minutos, mas o pênalti não foi marcado.

Insistindo muito em bolas alçadas na área, foi por baixo, com Everton, que o Grêmio ainda teve uma boa oportunidade, em chute da entrada da área aos 45 minutos. Diego Alves, bem colocado, fez a defesa e garantiu a invencibilidade de 25 partidas. A marca já é a mesma de 2011, no maior período sem perder neste século do time carioca, cada vez mais perto do título brasileiro em 2019.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 0 x 1 FLAMENGO

GRÊMIO - Paulo Victor; Léo Moura (Felipe Vizeu), Pedro Geromel, David Braz e Cortez; Michel (André), Maicon, Alisson, Diego Tardelli (Pepê) e Everton; Luciano. Técnico: Renato Gaúcho.

FLAMENGO - Diego Alves; Rodinei, Thuler (Rodrigo Caio), Rhodolfo e Renê; Piris da Motta, Diego (Vinícius), Lucas Silva (Everton Ribeiro) e Arrascaeta; Reinier e Gabriel. Técnico: Jorge Jesus.

GOL - Gabriel (pênalti), aos 36 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Alisson (Grêmio); Piris da Motta e Rodinei (Flamengo).

CARTÃO VERMELHO - Gabriel (Flamengo).

ÁRBITRO - Raphael Claus (Fifa/SP).

RENDA - R$ 1.175.820,00.

PÚBLICO - 28.541 pagantes (30.980 no total).

LOCAL - Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS).

Na noite deste domingo (17), o cantor Odair José embalou o público presente no Festival Lula Livre, com as suas maiores canções. No entanto, o artista não se limitou a cantar e mandou um recado político a favor do ex-presidente. "Não podemos virar as costas para quem sempre nos olhou de frente. Esse sequestro político tem que acabar", disse, em relação à condenação de Lula.

O cantor foi um dos artistas mais esperados pelo público que tomou a Praça Nossa Senhora do Carmo, no Centro do Recife. Como todos que entraram no palco, Odair reforçou que a liberdade do ex-presidente foi algo essencial, mas que o petista sofre uma "perseguição".

##RECOMENDA##

Público 

De acordo com os organizadores do evento, às 18h deste domingo (17), mais de 200 mil pessoas esperam a entrada do Lula no palco. Depois que saiu da sede da Polícia Federal em Curitiba na última sexta-feira (7), essa é a primeira vez que o petista vem a Pernambuco.

Ainda não foi dessa vez que o torcedor do Sport soltou o grito “eu vou pra primeira”. Nesse domingo (17), o Leão ficou no 0 x 0 diante do vice-lanterna Vila Nova, no dia em que a Ilha do Retiro recebeu seu maior público nessa Série B. Com o empate, a equipe rubro-negra ainda não confirmou 100% seu acesso. Quarta-feira, de novo em casa, o time encara a Ponte Preta para tentar, finalmente, fazer a festa

[@#galeria#@]

##RECOMENDA##

O JOGO

O Sport foi intenso desde os primeiros minutos. Os donos da casa tiveram boa chances com Guilherme, com Elton, de cabeça e até de bicicleta, com Marquinho batendo cruzado, mas a partida foi para o intervalo com o placar em branco.

Já a segunda etapa começou com o Vila Nova assustando com Gustavo Henrique quase marcando de cabeça. Mas, aos 27, a melhor oportunidade foi rubro-negra. Guilherme cabeceou, Rafael Santos defendeu e, no rebote, ele mesmo acertou a trave. Nos últimos minutos, Willian Farias ainda obrigou o goleiro visitante a se esticar todo, em um chute de fora da área, mas no fim das contas “ninguém foi de ninguém”.

FICHA DE JOGO

Competição: Campeonato Brasileiro da Série B

Local: Ilha do Retiro (Recife)

Sport: Luan Polli; Norberto, Adryelson (Éder), Cleberson e Sander; Willian Farias, Charles, Marquinho (Yan) e Guilherme; Hyuri (Marcinho) e Elton. Técnico: Guto Ferreira

Vila Nova: Rafael Santos; Felipe Rodrigues, Diego Jussani, Elivelton e Jeferson; Edinho, Araújo (Joseph), Magno e Robinho (Elias); Capixaba e Gustavo Henrique (Mailson). Técnico: Itamar Schulle

Arbitragem: Marielson Alves Silva (BA)

Assistentes: Jucimar dos Santos Dias (BA) e Jose Carlos Oliveira dos Santos (BA)

Cartões amarelos: Sander e Willian Farias (SPO); Magno, Felipe Rodrigues e Capixaba (VIL)

Público: 24.420

A Universidade Federal de Alagoas (Ufal) informou neste domingo, 17, ter identificado um navio que seria responsável pelo vazamento de óleo no litoral do Nordeste. O nome da embarcação e a sua bandeira não foram divulgados, mas não se trata de nenhuma das cinco apontadas pela Marinha como as principais suspeitas pelo derramamento. O cargueiro teria partido da Ásia em direção à África.

O coordenador do Laboratório de Análise e Processamento de Imagens de Satélites (Lapis) da Ufal, Humberto Barbosa, afirmou que os dados coletados serão encaminhados ao Senado Federal no próximo dia 21, quando haverá uma audiência pública da comissão externa que acompanha as investigações.

##RECOMENDA##

Na última sexta-feira, 15, o Lapis conseguiu identificar uma nova imagem do satélite Sentinel-1A, do dia 19 de julho deste ano, que revela uma mancha de óleo com cerca de 25 quilômetros de extensão por 400 metros a 26 quilômetros do litoral da Paraíba.

O Lapis já havia identificado, a partir de imagens de três satélites (Sentinel 1-A, Aqua-Modis e NOAA-20) feitas em 24 de julho, uma grande mancha de óleo a 40 quilômetros do litoral do Rio Grande do Norte.

"Já havíamos definido um padrão, um protocolo, em função da imagem do dia 24 de julho", explicou Humberto Barbosa. "Foi assim que encontramos uma nova mancha no litoral da Paraíba, no dia 19 de julho, que nos levou a definir uma primeira embarcação suspeita."

A partir dessas imagens, o laboratório rastreou todos os navios-tanques que transportavam óleo cru nessas datas e passaram pela costa do Nordeste. No total, os pesquisadores constataram que 111 navios navegaram por lá com esse tipo específico de carga.

De todas as embarcações analisadas, concluiu-se que apenas uma delas apresentava indícios de ter sofrido algum incidente durante o trajeto que justificasse um grande vazamento de óleo como o que atingiu o país.

Segundo as informações levantadas pelo Lapis, o navio costuma fazer o trajeto de um país asiático até a Venezuela, passando pela África do Sul. Normalmente, a embarcação navega com o transponder ligado, indicando sua localização ao longo de todo o percurso. No entanto, entre o dia primeiro de julho e o dia 13 de agosto, a embarcação navegou com o transponder desligado, violando o direito marítimo internacional.

O acompanhamento via satélite mostra que o navio partiu de um país asiático em primeiro de julho. Quando passou pelo Oceano Atlântico, a embarcação seguiu um trajeto incomum e fez uma manobra que indicaria uma mudança de trajetória, justamente na altura do litoral do Nordeste.

"O percurso mostra uma alteração na direção do navio, indicando um comportamento suspeito ou um grande problema mecânico", afirmou Humberto Barbosa. "Mas é claro que ainda será necessário aprofundar essas investigações."

O navio suspeito possui uma capacidade de carga duas vezes maior do que o Bouboulina - o navio grego apontado pelo governo como o principal suspeito do vazamento --, o que justificaria as seis mil toneladas de óleo já retiradas das praias do Nordeste.

A Marinha já havia descartado a imagem do dia 24 de julho como sendo de algas e não de óleo. Sobre a nova imagem encontrada, não foi divulgado ainda um comunicado.

Um ano depois, Max Verstappen enfim subiu no lugar mais alto do pódio em São Paulo. Se no ano passado o holandês perdeu a vitória após sofrer um toque de Esteban Ocon, neste domingo o piloto da Red Bull brilhou no autódromo de Interlagos e venceu o GP do Brasil de Fórmula 1. O também jovem Pierre Gasly, da Toro Rosso, e o inglês Lewis Hamilton, hexacampeão antecipado, completaram o pódio após disputa eletrizante até os metros finais do traçado.

Para faturar a sua oitava vitória na F-1 e a primeira no Brasil, Verstappen fez grande exibição do início ao fim, após largar na pole position. E contou com seguidos erros de estratégia da Mercedes, que estava sem seu chefe, Toto Wolff, em Interlagos.

##RECOMENDA##

Como de costume, o GP do Brasil foi uma "corrida maluca", com duas entradas de safety car e batidas inesperadas. A maior delas foi entre os carros da Ferrari nas voltas finais. O alemão Sebastian Vettel e o monegasco Charles Leclerc se chocaram e saíram da prova juntos, quando brigaram pela última posição do pódio.

Na volta final, Hamilton se envolveu em batida com o tailandês Alexander Albon, o que abriu espaço para Gasly faturar o seu primeiro pódio na Fórmula 1, após ser rebaixado neste ano, saindo da Red Bull para defender a Toro Rosso. Em quarto lugar, chegou o espanhol Carlos Sainz Jr., da McLaren, que havia largado da última posição.

A CORRIDA - Com uma largada tranquila e sem imprevistos, o GP do Brasil começou com o brilho de Hamilton. O inglês fez grande ultrapassagem sobre Vettel ao passar por fora na entrada do "S do Senna". O pole position Verstappen sustentou ponta sem sustos.

No pelotão intermediário, Leclerc passou a ganhar posições rapidamente. Depois de largar em 14.º, o monegasco já ocupava o nono posto na quarta volta. No 10.º giro era o sexto, acumulando oito ultrapassagens seguidas. Ele tinha estratégia diferente da de Vettel por apostar em uma primeira perna mais longa, antes da primeira parada nos boxes.

No mesmo grupo, Daniel Ricciardo acertou Kevin Magnussen ao fazer ultrapassagem na oitava volta. O dinamarquês perdeu diversas posições, enquanto que o australiano precisou trocar o bico do carro, caindo para o último lugar. Para piorar, Ricciardo foi punido com cinco segundos de parada em seu pit stop.

A primeira rodada de paradas nos boxes teve início na 21.ª volta. Hamilton foi o primeiro e manteve os pneus macios, com a mesma estratégia de duas paradas de Verstappen, que fez o mesmo. O holandês, contudo, sofreu mais em seu pit stop. Quando saía dos boxes, quase foi atingido por Robert Kubica, da Williams - o polonês acabou sendo punido com cinco segundos nos boxes.

Entre estas paradas, Verstappen passou Hamilton, que o havia superado nas trocas de pneus. Em seguida, Vettel, Bottas e Leclerc também foram para os boxes. O monegasco colocou pneus duros no 30.º giro, com tática de fazer apenas uma parada em toda a corrida.

Ao fim desta série de pit stops, o holandês seguia na ponta, à frente de Hamilton, Vettel, Bottas, Albon e Leclerc. Os dois primeiros planejavam mais uma parada, enquanto que os demais tinham estratégia de continuar na pista até a bandeirada final. Verstappen, portanto, tentava abrir boa vantagem sobre os rivais para conseguir se manter na liderança mesmo após a segunda parada.

Porém, não teve sucesso. Ele e Hamilton foram para os boxes novamente na 45.ª e na 44.ª, respectivamente. Ambos retornaram com pneus médios para a pista. Verstappen voltou logo à frente do rival inglês. Mas os dois ficaram atrás de Vettel, também com médios, compostos de maior durabilidade que os macios.

Quase ao mesmo tempo, Bottas precisou fazer seu segundo pit stop, mudando de estratégia, após erro da Mercedes. Voltou somente em sexto e iniciou boa disputa com Leclerc. Assim como Bottas, Vettel também precisou mudar sua tática, para duas paradas. Isso aconteceu no 50.º giro. O alemão voltou em quarto lugar. Mas logo assumiu o terceiro posto, em razão de parada de Albon.

Se a corrida parecia com resultado encaminhado, tudo ficou indefinido quando Bottas teve problemas em seu motor e abandonou na 52.ª volta. Acabou causando a entrada do safey car na pista, o que beneficiou diretamente Vettel, com pneus mais novos e agora sem a desvantagem de 20 segundos para os líderes.

Verstappen, por sua vez, entrou rapidamente nos boxes para poder contar também com pneus menos desgastados. Hamilton recebeu quase ao mesmo tempo a orientação por rádio para fazer o mesmo. Porém, não entrou. O inglês liderava, com pneus médios, seguido de Verstappen e Vettel, ambos com macios (mais velozes). Leclerc, também com compostos novos, estava em quinto.

A relargada, em razão da saída do safety car, aconteceu na 59.ª volta. Sem perder tempo, Verstappen tratou de passar Hamilton logo na primeira curva, no "S do Senna". Já Vettel foi superado por Albon.

Mas uma nova reviravolta bagunçou novamente as primeiras posições. Na 66.ª volta, Leclerc passou Vettel, que tentou dar o troco. As duas Ferraris se tocaram, tiveram pneus estourados e ambos acabaram abandonando a prova. Em fúria, os dois pilotos trocaram xingamentos via rádio.

O choque forçou a entrada novamente no safety car. Hamilton correu para os boxes para nova troca de pneus e retornou em quarto. Na relargada, Verstappen manteve a ponta e Hamilton tocou em Albon, que acabou cruzando a linha de chegada em penúltimo. O inglês perdeu o segundo lugar para Pierre Gasly e fez disputa apertada com o francês até os metros finais do traçado, terminando em terceiro.

A temporada de 2019 da Fórmula 1 será encerrada na próxima etapa, em Abu Dabi, no dia 1.º de dezembro, nos Emirados Árabes Unidos.

Confira a classificação do GP do Brasil de Fórmula 1:

1.º - Max Verstappen (HOL/Red Bull) - 1h33min014s678, após 71 voltas

2.º - Pierre Gasly (FRA/Toro Rosso) - a 6s077

3.º - Lewis Hamilton (ING/Mercedes) - a 6s139

4.º - Carlos Sainz Jr. (ESP/McLaren) - a 8s896

5.º - Kimi Raikkonen (FIN/Alfa Romeo) - a 9s452

6.º - Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo) - a 10s201

7.º - Daniel Ricciardo (AUS/Renault) - a 10s541

8.º - Lando Norris (ING/McLaren) - a 11s204

9.º - Sergio Perez (MEX/Racing Point) - a 11s529

10.º - Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso) - a 11s931

11.º - Kevin Magnussen (DIN/Haas) - a 12s732

12.º - George Russell (GBR/Williams) - a 13s059

13.º - Romain Grosjean (FRA/Haas) - a 13s599

14.º - Alexander Albon (TAI/Red Bull) - a 14s247

15.º - Nico Hulkenberg (ALE/Renault) - a 14s927

16.º - Robert Kubica (POL/Williams) - a 1 volta

Não completaram a prova:

Sebastian Vettel (ALE/Ferrari)

Charles Leclerc (MON/Ferrari)

Lance Stroll (CAN/Racing Point)

Valtteri Bottas (FIN/Mercedes)

Militantes do PT e admiradores do ex-presidente Lula tomaram as ruas do centro do Recife, neste domingo (17). O Festival Lula Livre acontece no Pátio do Carmo. O ex-presidente deve falar ao povo por volta das 17h, mas o público já se concentra para assistar às várias apresentações dos artistas que movimentam o palco. Confira algumas imagens:

[@#galeria#@]

##RECOMENDA##

Cauã Reymond foi uma das pessoas que descobriu o significado do termo beijo grego durante o Altas Horas, que rolou na noite do último sábado, dia 16. Durante o quadro com a sexóloga Laura Muller, Tirullipa, que também era convidado da atração, perguntou sobre a prática.

- Um amigo meu queria perguntar, mas eu não vou dizer o nome dele. Tem gente que tem umas fantasias, várias coisas que a gente quer fazer. E esse meu amigo descobriu o beijo grego e eu queria saber?, disse o humorista.

##RECOMENDA##

Com isso, Cauã perguntou:

- O que é beijo grego?

E Laura respondeu:

- Beijo no ânus.

- Espera, um pouco mais de poesia nisso, brincou Serginho Groisman.

Em seguida, o Cauã rebateu, aos risos:

- Eu achei que era beijo triplo, um negócio assim.

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando