Tópicos | PB

Gretchen participou do programa Encontro com Fátima Bernardes nesta quinta-feira, dia 19, e fez um desabafo sobre o relacionamento abusivo que viveu. A cantora deu detalhes da rotina obsessiva com o ex-companheiro, que não deixava que ela fosse sozinha para a faculdade.

- Até para a faculdade ele mandava os seguranças irem comigo, ficavam na porta da faculdade me esperando. Eu não podia nem entrar e nem sair da faculdade sozinha. Eu realmente vivia numa cela de ouro. Eu tinha tudo, mas não podia sair de casa.

##RECOMENDA##

Gretchen também confessou que teve que fugir - literalmente - da relação, já que também vivia em uma situação de violência doméstica.

- Para eu terminar esse relacionamento, eu tive que fugir. Fugir literalmente de casa. E acabava gerando a violência doméstica. Para ele poder se satisfazer, ele precisava que eu voltasse pedindo Olha, tá bom, eu vou aceitar. Um relacionamento obsessivo normalmente gera isso.

Triste, não é? Mas Gretchen também deu altas risadas ao reencontrar Paula, sua antiga companheira no quarteto As Melindrosas, e ao dançar o seu sucesso Conga La Conga com Fátima Bernardes. Bem legal, hein?

Como já mostramos aqui, Angelina Jolie já está super preparada para a estreia do longa Malévola: Dona do Mal. Agora, a atriz deu uma entrevista ao jornal O Globo contando um pouco sobre o filme, trabalhos voluntários, e inclusive, não economizou elogios para falar também sobre o Brasil!

Com o espírito alegre e gentil, Jolie respondeu às perguntas com muita leveza ao jornal. Quando recebeu o feedback que ela nasceu para interpretar o papel da vilã, a artista foi bem sincera:

##RECOMENDA##

- Foi tão divertido voltar ao set. Considero um trabalho fácil porque amo a personagem.

Nesta continuação, o filme se passa dois anos após a princesa Aurora, interpretada por Ellie Fanning, acordar do sono da morte, com um beijo de amor:

- Foi realmente incrível nos reencontramos em fases diferentes da vida, acrescentou Ellie.

- O que acho bonito na sequência é que no centro da discussão está o direito de Aurora defender o que quer: um casamento, formar uma família própria com o príncipe que ela ama. Esse filme é sobre abraçar sua verdadeira natureza. Espero que encoraje as pessoas a aceitarem quem são. Elas podem ser suaves, guerreiras, selvagens... Não importa, contanto que seja real, contou Angelina.

A atriz, que é muito engajada com trabalhos voluntários, se emocionou ao lembrar da realidade que encontra nesses lugares, e como é uma ação gratificante:

- Tenho sorte de passar um período com essas pessoas, que sobrevivem com tanta graça e cuidam dos filhos apesar dos obstáculos inacreditáveis pelo caminho. Sinto-me honrada de levar um pouco de sorriso para as crianças.

E continua:

- Precisamos ter uma razão para viver. Estamos aqui, de alguma forma, nessa condição humana, juntos, para explorar nossas diferenças. Descobrir em que pontos somos semelhantes para nos unirmos; desafiar uns aos outros. Mas é necessário ser quem somos. Não há tempo nessa vida para fingir.

Agora, quando questionada sobre estar vivendo um conto de fadas no tapete vermelho e todas as roupas de grife, a mãe de seis filhos foi bem sincera e deu uma resposta bem interessante:

- Claro que é uma parte interessante do meu ofício, mas o red carpet nunca foi meu objetivo. Para mim, o Brasil é como um conto de fadas. Sei que existem muitos desafios e dificuldades, mas que país extraordinário! Que gente interessante! Que história incrível, com aquela natureza linda. É um sonho.

Com essa bagagem de viagens e conhecimento, Angelina Jolie quer mais que todos seus filhos, e até possíveis netos, tenham essa mesma oportunidade:

- Espero que todos sejam capazes de entender o quão preciosa é a diversidade.

O taxista aposentado José Luiz Kuster Contador, de 63 anos, sofreu um enfarte e morreu na noite desta quarta-feira enquanto comemorava o gol do título da Copa do Brasil do Athletico-PR contra o Internacional, em Porto Alegre. Morador de Morretes, no litoral do Paraná, e torcedor rubro-negro, ele se sentiu mal quando viu o time confirmar a vitória por 2 a 1 no estádio Beira-Rio e garantir o título inédito.

"Quando saiu o segundo gol, o coração não aguentou. O cardiologista disse que foi instantâneo, infelizmente morreu na hora e sem volta", disse o filho do torcedor, Francesco Contador, em entrevista à rádio Banda B. "Quando encontrei meu pai, ele ainda estava quente e sorrindo. Ele estava sorrindo muito, parecendo alguém que foi embora, mas foi embora feliz", comentou.

##RECOMENDA##

Torcedor fanático, José Luiz incentivou a família toda a torcer pela equipe. A vítima de enfarte havia se aposentado há dois anos, quando decidiu sair de Curitiba e morar no litoral do Paraná. "Ele tem ingressos desde a década de 1990 e todos da conquista do Brasileirão de 2001. Ele era fanático mesmo e toda nossa família é. Eu sou, os netos são e vamos manter vivo isso em homenagem a ele", afirmou Francesco.

O incidente em Morretes não foi o único nesta final da Copa do Brasil. Na última terça-feira, no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, o torcedor Wesley Pontes perdeu a mão esquerda depois de um sinalizador que segurava estourar de forma inesperada. O time se sensibilizou com o caso. "A gente pegou toda cena, foi muito feia. Queria dedicar esse título a ele", disse o atacante Nikão após a partida.

Vera Fischer tem um longo histórico profissional, contudo, na vida amorosa, a situação foi um pouco diferente. A atriz só teve seu coração conquistado por dois homens: Perry Salles e Felipe Camargo, ex-maridos e pais de seus dois filhos, Rafaela e Gabriel, respectivamente.

Hoje com 67 anos da idade, a ex-modelo, que está solteira há anos, disse a Amaury Jr. em programa da RedeTV que agora está mais aberta ao amor, inclusive, apesar de nunca ter sentido nada por mulheres, não descarta a opção:

##RECOMENDA##

- Nunca gostei de mulher, infelizmente. Mulheres são bonitas, e daria super certo. Mas hoje em dia, não sei.

E continua:

- Os homens estão qualquer nota. Tudo vale quando a alma não é pequena. Se a gente se apaixonar por um homem ou por uma mulher, eu vou… hoje em dia, eu vou, não quero nem saber.

A entrevista vai ao ar nesta sexta-feira, dia 20, na RedeTV.

Sem poder contar com Neymar, suspenso, e também sem os lesionados Mbappé e Cavani para formar o seu poderoso trio de ataque, o Paris Saint-Germain contou com dois gols do argentino Di María para vencer o Real Madrid por 3 a 0, nesta quarta-feira, no estádio Parque dos Príncipes, na capital francesa, em sua estreia nesta Liga dos Campeões.

O atacante formou um trio ofensivo com o seu compatriota Icardi e o espanhol Sarabia. E foi em uma jogada com a participação dos dois jogadores argentinos que o PSG abriu o placar em sua casa. Aos 14 minutos, o lateral-esquerdo Bernat tabelou com o ex-jogador da Inter de Milão e cruzou para Di María chegar de trás e finalizar para as redes.

##RECOMENDA##

E o mesmo Di María voltaria a ser decisivo ainda no primeiro tempo. Aos 33, ele recebeu passe de Gueye na entrada da grande área e, com categoria e precisão no arremate, acertou o canto esquerdo baixo do goleiro Courtois, que não conseguiu chegar na bola mesmo após se esticar todo para fazer a defesa.

Os gols foram para o argentino como uma espécie de confirmação da "lei do ex", pois ele defendeu o Real Madrid entre 2010 e 2014. E a sua atuação decisiva assegurou ao PSG largar na frente no Grupo A da competição continental, com três pontos. Horas mais cedo, na abertura desta chave, Brugge e Galatasaray empataram por 0 a 0, na Bélgica, e ficaram com um ponto cada um.

Lanterna após a sua estreia ruim, o Real terá de buscar a sua reabilitação no próximo dia 1º de outubro, em Madri, onde receberá o Brugge no estádio Santiago Bernabéu. No mesmo dia, o PSG terá pela frente o Galatasaray na Turquia.

Neste confronto em solo turco, Neymar cumprirá o seu segundo e último jogo da suspensão que recebeu da Uefa por insultos à arbitragem da partida em que o clube francês foi eliminado da edição passada da Liga dos Campeões. Naquela ocasião, o brasileiro, lesionado, nem estava em campo, mas usou as suas redes sociais para manifestar a sua fúria contra uma decisão dos juízes que foi determinante para selar a derrota por 3 a 1 para o Manchester United, em Paris, que definiu a queda de sua equipe na competição.

Sem o poder de fogo proporcionado por Neymar, Cavani e Mbappé, o técnico Thomas Tuchel resolveu dar mais força de marcação ao seu meio-campo ao colocar o zagueiro brasileiro Marquinhos como primeiro volante, enquanto Kimpembe foi escalado na zaga formando dupla com Thiago Silva.

E mesmo sem os seus principais atacantes à disposição, o PSG foi muito mais ofensivo do que o Real Madrid, que chegou a marcar um belo gol por meio de Gareth Bale, aos 35 minutos do primeiro tempo. O galês, porém, dominou a bola com o braço antes de finalizar para as redes após aproveitar uma sobra de uma dividida de Benzema com a zaga adversária. E a anulação do gol só ocorreu após o juiz da partida recorrer ao VAR (arbitragem de vídeo).

Maior campeão da história da competição, com 13 títulos, sendo os últimos três sob o comando de Zinedine Zidane, o Real também foi a campo desfalcado de nomes importantes como o zagueiro Sergio Ramos, suspenso, e o lateral-esquerdo Marcelo, lesionado, além de não ter também Modric, Isco e Asensio.

Assim, o treinador francês apostava as suas fichas principalmente em uma boa atuação de Hazard, maior contratação do Real para esta temporada, mas o belga pouco conseguiu fazer e acabou sendo sacado para a entrada de Lucas Vázquez aos 25 minutos do segundo tempo. E pouco depois, o jogador participou da trama que resultou em um gol do francês Benzema, mas o espanhol estava impedido no lance. E o mesmo Benzema desperdiçou uma ótima chance de marcar, aos 33, em cabeçada que passou perto da trave esquerda do goleiro Navas, outro ex-jogador do Real.

Pouco depois, Zidane resolveu tirar Bale e colocar Vinicius Junior em campo, aos 35, mas o brasileiro teve pouco tempo para mostrar serviço. Pelo lado do PSG, Tuchel deu fôlego ao seu meio-campo ao trocar Marquinhos por Herrera, depois de ter sacado Icardi e promovido a entrada de Choupo-Moting no ataque.

E ainda houve tempo para os anfitriões marcarem mais um gol, nos acréscimos, aos 46, em uma linda jogada. Após uma roubada de bola no campo defensivo, Meunier tabelou com Di María, invadiu a área e trocou passe com Bernat antes de completar para as redes. Foi a cereja no bolo para coroar a ótima atuação do desfalcado, mas ainda forte PSG.

Ruby Rose está no radar faz tempo. Além de VJ da MTV, Stella Calin em Orange Is The New Black, agora, como o ESTRELANDO já falou por aqui, ela também estreará como a Batwoman, a primeira super-heroína lésbica da TV.

Apesar do título, a atriz já deixou bem claro que não gosta de rótulos como modelo lésbica e a atriz lésbica. Em entrevista para a revista norte americana Glamour, a artista contou um pouco sobre sua carreira, estereótipos e planos para o futuro.

##RECOMENDA##

- Eu sempre fui Ruby Rose, a lésbica VJ da MTV, a modelo lésbica, a atriz lésbica. Eu fiquei tipo: isso não faz parte do meu trabalho. Isso não está no meu cartão de visita. Eu não estudei para faze risso, não é?

A carreira de Ruby começou em 2002, quando ela ficou em segundo lugar em uma competição australiana de modelos. Mas a fama realmente veio à tona em 2007, quando se tornou uma VJ na MTV do país. Nessa época, ainda era novidade essa exibição pública e principalmente o termo lésbica, mas parece que ela não se arrepende:

- A Austrália foi quando eu realmente senti o gosto de estar nos jornais todos os dias. Mas as pessoas ficam cansadas de você. Você está no jornal diário tomando um café, e as pessoas ficam tipo: Ela busca muita atenção, está tomando seu café! Até uma sessão de fotos para a capa de uma revista masculina foi apontada como um precedente lésbico. Quando tudo isso estava acontecendo, eu estava ficando frustrada por ter sempre minha sexualidade como parte dela. Nunca diriam a DJ heterossexual, apontou.

Apesar da vida pública, a artista parece ter um cotidiano relativamente discreto. Dentre seus hobbies estão andar ao ar livre, de caiaque, barco, meditar e ler. Quando perguntada se ela consegue encontrar semelhanças entre ela e sua personagem, a Kate Kane, o alter ego de Batwoman, Ruby respondeu:

- Temos histórias semelhantes em que nós dois saímos do armário muito jovens, nunca nos escondemos, pagamos preços diferentes, mas parecidos, com isso. Nunca foi uma pergunta para mim se eu seria ou não honesta sobre minha sexualidade. Eu meio que disse isso por volta dos 11 ou 12 anos da idade, e essa é a mesma história com Kate.

As duas terem a mesma opção sexual é certamente algo em comum, mas Rose ainda diz que essa não é a parte favorita da história:

- Ela é gay, definitivamente faz parte de quem ela é, e definitivamente faz parte da história e estabelece porque ela não está mais no exército. Mas o programa não é sobre um super-herói gay. É sobre um super-herói.

Batwoman não é a primeira vez que Rose interpreta uma personagem queer. Ela apareceu na terceira temporada da série Orange is The New Black, como a detenta Stella Calin e estremeceu as redes sociais. Na época, muitas amigas do elenco disseram que o papel mudaria sua vida pra sempre. E realmente mudou. Depois da série, Ruby foi para os Estados seguir a carreira e até conseguiu seu visto.

A escolha dos produtores por Ruby Rose para interpretar Batwoman, contudo, foi bem polêmica nas redes sociais. Inclusive, internautas até chegaram a subir uma hashtag para fazerem novas seleções de atrizes. Isso porque a atriz já assumiu que não se identifica com nenhum gênero sexual, o que a incapacitaria de interpretar uma lésbica na ficção.

- Eu não achava que as pessoas se importariam tanto com o fato de eu ter sido escolhida. Mas no meu leito de morte eu não vou ficar tipo: Eu realmente desejo que mais pessoas, mais estranhos na internet que eu não conhecia, gostem de mim.

Já quanto ao futuro, a artista revelou querer se aventurar em outro gêneros, como na comédia. Mas procura por algo que seja na Austrália, porque sente saudades de casa.

 

2019 é o ano de Taylor Swift! Após emplacar com o lançamento de Lover, seu mais novo álbum, a cantora anunciou uma turnê mundial e, de quebra, se mantém como vencedora em diversas premiações musicais. Porém, nem tudo é um mar de rosas e, em entrevista a Rolling Stone, a cantora abriu o jogo sobre questões e polêmicas que a acompanham ao longo dos anos, como sua briga com Kanye West, a relação com Katy Perry e até revelou que chegou a cogitar a possibilidade de desistir da carreira em 2016.

- Eu definitivamente pensei muito sobre isso. Eu pensei sobre o quanto as palavras são minha única maneira de entender o mundo e me expressar e aí qualquer palavra que eu dissesse ou escrevesse se virava contra mim. As pessoas adoram um frenesi de ódio. São como piranhas.

##RECOMENDA##

- As pessoas se divertiam tanto me odiando e nem precisavam de muitas razões para isso. Eu senti que a situação era totalmente incorrigível.

Ela revela que se sentiu muito amargurada e procurou refúgio na escrita.

- Eu escrevi muitos poemas agressivamente amargurados constantemente. Eu escrevi muitos pensamentos que eu sabia que nunca iria publicar, sobre como é se sentir na espiral da vergonha. E eu não conseguia descobrir como aprender com isso. Porque eu não sabia o que eu fiz de errado. Isso foi muito difícil pra mim, porque eu não suporto quando as pessoas não aceitam críticas.

Durante esse período, tentar se entender foi uma das tarefas mais difíceis para ela.

- Então eu tento me auto-examinar, e mesmo que seja difícil e doa muitas vezes, eu realmente tento entender de onde as pessoas estão vindo quando elas não gostam de mim. E eu consigo entender completamente por que as pessoas não gostariam de mim. Porque, você sabe, minhas inseguranças dizem essas coisas e outras mil vezes piores.

Em seguida, Taylor deu uma longa explicação sobre sua relação polêmica com Kanye West. Para ela, não foi somente a música Famous, composição dele em que ela é xingada, o motivo para a briga definitiva entre os dois. Na verdade, foi uma série de situações que o rapper não estava sendo completamente honesto em relação a amizade dos dois.

- O mundo não entendeu o contexto e os eventos que levaram até isso. Porque nada acontece assim, sem que algo tenha acontecido antes. Alguns eventos aconteceram antes e fizeram que eu me irritasse de vez quando ele me chamou de v***a. Esse não foi apenas um evento único. Basicamente, fiquei cansada da dinâmica entre ele e eu.

Ao falar do seu lado da história, Taylor conta que após o incidente durante o VMA de 2009, em que recebeu o prêmio de Melhor Clipe e Kanye se revoltou, declarando que quem merecia era Beyoncé, ela sentia a necessidade de ter uma aprovação por parte do rapper.

- Começou quando eu senti que havíamos nos reconectado, o que foi ótimo para mim, porque tudo o que eu sempre quis em toda a minha carreira depois do que aconteceu em 2009 foi que ele me respeitasse.

E continua:

- Quando alguém não te respeita e diz que você literalmente não merece estar aqui. Eu queria tanto esse respeito dele, e odeio isso, porque pensei: Esse cara está me antagonizando, e eu só quero a aprovação dele.

Taylor conta que ela e Kanye saíram para jantar algumas vezes e, durante aquele período, ele dizia coisas agradáveis sobre sua música. Porém, quando o VMA de 2015 chego, as coisas começaram a se complicar.

- Ele ia receber o Vanguard Award. Ele me ligou antes – eu não gravei ilegalmente então não posso te mostrar. Mas ele ligou, talvez uma semana antes do evento, e tivemos talvez mais de uma hora de conversa e ele disse: Gostaria que você me apresentasse esse prêmio, isso significaria muito pra mim, e analisou todas as razões pelas quais isso significaria tanto, porque ele pode ser muito gentil. Ele pode ser o mais doce. E eu fiquei muito feliz que ele me pediu isso.

Porém, no dia da premiação as coisas não fluíram da forma como Taylor esperava, já que Kanye alegou que seu discurso havia sido feito como uma jogada de marketing da MTV para gerar mais audiência.

- Eu estava na plateia com os braços em volta da esposa dele e esse arrepio correu pelo meu corpo. Eu percebi que ele tem duas caras. Que ele quer ser legal comigo nos bastidores, mas quer parecer maneiro, ficar na frente de todos e falar merda. E eu estava muito chateada.

Segundo ela, Kanye quis falar com ela após a premiação e até enviou flores como um pedido de desculpas.

- Ele queria que eu fosse falar com ele depois do evento no camarim. Eu não fui. Então ele enviou essas grandes flores no dia seguinte como pedido de desculpas. E eu fiquei: Quer saber? Eu não quero que fiquemos mal novamente. Então, seja o que for, eu vou superar. Aí quando ele me ligou, eu fiquei tão tocada por ele me respeitar a ponto de me falar sobre aquela letra na música.

Mas a relação dos dois foi de mal a pior.

- Quando ouvi a música eu pensei: Cansei disso. Se você não quer ter um bom relacionamento, então não vamos ter um bom relacionamento, mas vamos ser verdadeiros sobre isso. E depois ele fez exatamente a mesma coisa com Drake. Ele atacou diretamente a trajetória da família do Drake e suas vidas. É a mesma coisa. Ele se aproxima de você, ganha sua confiança, detona você, disparou.

Por fim, a cantora falou sobre sua amizade com Katy Perry e revelou que as duas até já conversaram sobre astrologia.

- Nós estávamos falando sobre nossos signos porque nós tivemos essa conversa realmente longa quando estávamos nos reconectando e tal. E eu lembro que, nessa conversa, ela ficou tipo: Se nós tivéssemos uma taça de vinho branco agora, as duas estariam chorando. Porque nós estávamos bebendo chá. Nós tivemos algumas conversas bem boas.

E finaliza:

- Demos um passo para trás, analisamos a situação, processamos como nos sentimos, erguemos o arco, puxamos para atrás e atiramos. Então são modos completamente diferentes de processar a dor, a confusão, os mal-entendidos. E muitas vezes eu tive que lidar com esse sentimento de ter algo que me machuca e depois dizer que me machucava.

Val Marchiori foi processada por Ludmilla por injúria racial, e obrigada a pagar dez mil reais para a cantora devido a um comentário polêmico feito durante o Carnaval de 2016. Na época, a socialite criticou o cabelo da funkeira, o comparando com uma esponja de aço. O processo ainda não está arquivado, já que Val decidiu recorrer.

Agora, em entrevista ao canal de YouTube de Antonia Fontenelle, Marchiori revelou que na semana seguinte ao comentário feito durante a cobertura do Carnaval feito pela Rede TV, ela tentou pedir desculpas a Ludmilla:

##RECOMENDA##

- No Carnaval, ela apareceu com uma peruca que era feia. Falei: Parece um bombril. Tava feio mesmo. Isso foi na sexta. No sábado e domingo seguintes eu fui pra Angra e encontrei com ela no mar. Fui pedir desculpa, mas ela virou de costas e saiu nadando.

Eita! E você acha que Ludmilla ficou calada? Nem pensar! A cantora repostou uma notícia sobre a fala de Val em seu Twitter e disparou:

Mas é claro que eu virei as costas, ela pediu pro marinheiro dela começar a filmar e me chamou, quando eu estava indo meus amigos me alertaram e eu voltei, segundos depois saiu a manchete no site (lembro perfeitamente) e ainda bem que não fui, desculpas com o telão ligado é mole.

E continuou:

E por ela ser rica e cheia de privilégios até hoje nada aconteceu, e ela debocha da situação em todo canto que vai até hoje.

A simples menção da possibilidade de um remake de "A Princesa Prometida", o filme cult dos anos 1980, fez o Twitter entrar em polvorosa.

Essa foi a lição aprendida pelo executivo-chefe da Sony Entertainment quando ele casualmente divulgou a ideia em uma entrevista publicada na terça-feira (17), provocando uma tempestade nas redes sociais por parte de milhares de fãs e uma grande quantidade de celebridades, muitas delas pessoalmente "ofendidas" pela menção do remake.

##RECOMENDA##

"Há uma escassez de filmes perfeitos neste mundo. Seria uma pena estragar esse", tuitou Cary Elwes, que interpretou o protagonista Westley.

Dirigida por Rob Reiner e escrita por William Goldman, a história de amor de 1987 passou a representar a perfeição em termos de filmes de contos de fadas para toda uma geração de espectadores.

Uma das falas mais famosas do filme, "Inconcebível!", dita pelo ator Wallace Shawn, parecia resumir a indignação coletiva gerada no Twitter.

"Sério?", afirmou a atriz Jamie Lee Curtis, que é casada com Christopher Guest, também conhecido como Conde Rugen, o homem com um dedo extra, pelos apaixonados pelo filme.

"Bom, eu casei com o homem de seis dedos, obviamente por isso estamos juntos há 35 anos e existe apenas o ÚNICO A Princesa Prometida e é o de William Goldman e @ robreiner", insistiu Curtis.

Além de Elwes e Robin Wright, que interpretaram papéis principais do filme, "A Princesa Prometida" contou com um elenco notável e com nomes como Mandy Patinkin, Robin Wright, Billy Crystal, Chris Sarandon, Peter Falk e o lutador André, o Gigante.

Tony Vinciquerra, CEO da Sony Pictures Entertainment, mencionou a possibilidade de um remake em uma entrevista na Variety em uma matéria sobre o produtor-executivo do filme, Norman Lear.

"Temos tantas pessoas nos dizendo: 'Queremos refazer este ou aquele programa'", disse ele. "Pessoas muito famosas, cujos nomes eu não mencionarei, querem refazer 'A Princesa Prometida'".

O ator canadense-americano Seth Rogen respondeu a essa ideia no Twitter com um indignado "Eu jamais ousaria isso", mas a revolta dos fãs ultrapassou as colinas de Hollywood.

"Inconcebível que alguém sequer pense em tentar ...", protestou o senador republicano Ted Cruz sobre o remake, em uma série de tuítes que também incluía alertas, todos em letras maiúsculas, como: "NÃO MEXAM COM A PERFEIÇÃO".

Zeca Pagodinho que está atualmente com os seus 60 anos de idade, mostrou que a idade não é um problema quando o assunto é fazer músicas e lançar novos CDs. Tudo porque o músico está lançando o seu 24ª álbum nesta terça-feira, dia 17, intitulado Mais Feliz.

E durante uma entrevista dada ao jornal O Globo, o sambista confessou que não faz a menor ideia do que é um Kama Sutra - palavra que está presente em uma das quatorze músicas novas, e até brincou com a situação.

##RECOMENDA##

Kama Sutra? Eu nem sei que p***a é essa! Ia até perguntar. Ah, é aquele livro? Então eu sei, brincou.

Não é uma novidade para ninguém que Zeca Pagodinho é super envolvido com alguns projetos das comunidades do Rio de Janeiro, e durante a entrevista ele confessou que anda difícil ir até o morro - palavra popularmente conhecida entre os moradores das comunidades do Rio de Janeiro - porque a violência na cidade anda absurdamente grande.

Tá difícil, eu não consigo mais ir ao morro, frequentar um samba, ir à tendinha, tomar uma cerveja, é muita violência. Tem que dar estudo às crianças, caso contrário a tendência é piorar.

E ele não disse nenhuma mentira, né!?

Drake está fora do Rock In Rio? Isso é o que alguns rumores que surgiram nas redes sociais indicaram nesta terça-feira, dia 17. Os fãs, é claro, já entraram em desespero nas redes, já que o rapper se apresenta na primeira noite do festival, no dia 26 de setembro. No entanto, de acordo com a assessoria de imprensa do evento, tudo não passou de um boato que surgiu porque, além de parar de seguir as páginas do festival em seu Instagram, ao entrar no site oficial de Drake, as datas dos shows no Brasil não aparecem na agenda. Lá só estão disponíveis apenas apresentações a partir de março de 2020.

No Twitter, o termo Drake já se tornou o assunto mais comentado no Brasil, e os fãs ficaram bem chateados com a possível situação:

##RECOMENDA##

Se o Drake cancelar o show dele o Rock in Rio vou ficar muito p***, eu e meus amigos já até fechamos o transporte pra ir nos buscar no dia bicho, escreveu um fã.

Se cancelarem o show do Drake no Rock in Rio eu só aceito o Travis Scott no lugar, comentou outro.

Se o cancelamento tivesse se confirmado, no entanto, o artista não seria o primeiro a cancelar sua participação. Como você deve ter visto, a cantora Cardi B cancelou sua aparição em julho, mas foi substituída por Ellie Goulding. Ainda bem que tudo não passou de boato, né?

A gigante do streaming Netflix anunciou nesta segunda-feira (16) que adquiriu os direitos de transmissão da série americana "Seinfeld" a partir de 2021, mais um passo na batalha das plataformas para expandir seus catálogos ante o aumento da concorrência.

A Netflix perderá "Friends" no fim deste ano e "The Office" em 2021, as duas séries mais vistas em sua plataforma.

##RECOMENDA##

Os direitos de transmissão digital de "Seinfeld" estão desde 2015 nas mãos de outra plataforma, Hulu, subsidiária dos estúdios Disney.

O valor da transação não foi divulgado.

Mas se sabe por exemplo que o grupo NBCUniversal desembolsou 500 milhões de dólares para transmitir "The Office" durante cinco anos e a WarnerMedia USD 425 milhões para explorar "Friends", também durante cinco anos.

As séries antigas se tornaram ativos importantes ante a perspectiva do lançamento, em novembro, de ofertas de vídeo por assinatura da Apple e da Disney, e da WarnerMedia e da NBCUniversal em 2020.

Sony, que é o proprietário original dos direitos de "Seinfeld", nunca conseguiu fazer sua própria plataforma, PlayStation Vue, decolar, e portanto não tinha interesse em recuperar a exclusividade da série.

Além de "Friends" e "The Office", a Netflix também perderá todos os catálogos de "Star Wars", da Pixar e da Marvel, dos quais transmitiu uma parte até agora e que pertencem formalmente à Disney.

O técnico Cuca admite que o São Paulo "deveria estar rendendo mais". A equipe não vence há quatro jogos, com duas derrotas e dois empates. Após o 1 a 1 com o CSA na noite deste domingo, no Morumbi, o treinador lembrou os desfalques que teve nas últimas partidas.

Hernanes, Alexandre Pato, Pablo e Toró estavam no departamento médico e voltaram a jogar justamente contra o CSA. Além disso, Daniel Alves e Igor Gomes retornaram na última quinta-feira da seleção brasileira principal, enquanto Antony voltou na terça da seleção olímpica.

##RECOMENDA##

"Acho que poderia e deveria estar rendendo mais, principalmente em cima dos últimos quatro resultados. Antes, a gente vinha de cinco vitórias seguidas e estava rendendo bem. A perda de um setor inteiro (ofensivo, por causa da lesões) traz um prejuízo enorme. Esses jogadores recuperados clinicamente não vão render tudo que podem. Entram outras questões, precisam readquirir o ritmo de jogo e a confiança, que vêm com o passar dos jogos. Eles jogam e rendem mais do que hoje", disse Cuca.

O treinador também explicou a opção por escalar Daniel Alves na lateral-direita, sua posição de origem. Desde que o jogador estreou pelo São Paulo, vinha sendo utilizado como meia. Contra o CSA, Hernanes entrou no meio-campo e Daniel Alves foi para a lateral, com Juanfran no banco de reservas.

"Teve a perda do setor inteiro de ataque, tem que dar tempo para os caras se entrosarem. O Daniel e o Igor chegaram na quinta-feira. Colocamos o Daniel na lateral, com Hernanes no meio, um meio de campo criativo. Começamos o jogo muito bem, o time bem espaçado. Mas a bola não entra, começa a bater ansiedade e a confiança vai saindo. O adversário marcou muito bem, mas não justifica. Esse é um jogo que deveríamos ter ganhado", afirmou Cuca.

"Não é para abrir espaço no meio. O Daniel é importante em todos os sentidos, principalmente no aspecto técnico. Hoje (domingo), em uma parte do jogo, o Tchê Tchê foi para a direita e ele para a armação. No começo da semana, vocês todos falavam do Daniel na lateral. Agora acaba o jogo e uma parte vai falar que ele tem que ser meia. O que fizer e vencer vai estar certo, e o que fizer e não vencer vai estar errado. O futebol é assim", acrescentou o treinador.

O São Paulo está em sexto lugar na tabela do Campeonato Brasileiro, com 32 pontos, dez a menos do que o líder Flamengo. Na próxima rodada, a equipe visita o Botafogo no sábado, às 11h, no Engenhão.

O astro do rock britânico Rod Stewart revelou que se curou de um câncer de próstata após tratamento de dois anos.

O ex-vocalista do Faces, de 74 anos, fez neste fim de semana seu "coming out" do câncer durante uma campanha de arrecadação de fundos contra essa doença em Surrey (sul da Inglaterra), informou nesta segunda-feira a associação Prostate Project em comunicado.

##RECOMENDA##

Ele é considerado completamente curado desde julho do ano passado.

Ao divulgar sua luta contra a doença, Sir Rod exortou o público masculino a realizar exames médicos regulares para promover o diagnóstico precoce.

"Ninguém sabia disso, mas pensei que era hora de contar a todos. Se estou curado agora é só porque cuidei disso cedo. Realizei exames", testemunhou.

"Caras, vocês realmente precisam ir ao médico", implorou.

Todos os anos, quase 50.000 britânicos são diagnosticados com câncer de próstata.

O novo filme de Martin Scorsese, "The Irishman", será o convidado de honra do Festival de Roma, realizado em outubro na capital italiana, informaram os organizadores nesta segunda-feira.

O filme mais esperado do ano, produzido pela Netflix e que reúne Robert De Niro e Al Pacino, será lançado oficialmente no festival de cinema de Nova York em 27 de setembro, e em Roma será exibido em 21 de outubro.

##RECOMENDA##

"É uma grande honra a participação do filme 'The Irishman' no Festival de Roma (...) É o filme mais esperado do ano, com atores fora do comum", anunciou o diretor artístico do festival, Antonio Monda.

Inspirado no romance de Charles Brandt "Maté a Hoffa", o ambicioso projeto de Scorsese, com um orçamento de US$ 100 milhões, começou em 2008 e, depois de muitos problemas, passou para as mãos do novo gigante do audiovisual.

Será usada tecnologia para rejuvenescer os protagonistas, Al Pacino e Robert De Niro, que aparecerão trinta anos mais jovens.

Scorsese, com oito indicações ao Oscar de melhor diretor, fala do misterioso desaparecimento do líder sindical americano Jimmy Hoffa, interpretado por Al Pacino, suspeito de ter sido morto por Frank "The Irishman" Sheeran, interpretado por Robert De Niro, um assassino da máfia.

O Festival de cinema de Roma celebra sua 14ª edição de 17 a 27 de outubro e também contará com a presença de Bill Murray, Ron Howard, Olivier Assayas e Bertrand Tavernier.

Embora tenham terminado o relacionamento, Anitta e Pedro Scooby ficaram cara a cara na Vitrinni Loungue, uma boate na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, na madrugada desta segunda-feira, dia 16 - e o encontro não foi muito amigável.

Segundo o colunista Leo Dias, Scooby foi orientado pelos amigos a ir embora, mas ele ficou rodeando o lugar onde Anitta estava. Quem também marcou presença foi o jogador Gabigol e a funkeira Jojo Toddynho, que teria pedido para ele ir embora. Ainda segundo o colunista, Anitta chegou a se esconder na cozinha para não encontrar o ex-namorado. Eita!

##RECOMENDA##

O surfista pareceu incomodado com os boatos e se pronunciou em seu Instagram na tarde desta segunda:

- Como cada um fala o que quer, eu vim aqui explicar o que de fato aconteceu. Eu fui na boate sim, sempre que eu estou no Brasil eu dou uma passada lá de domingo. Estava com um grande amigo meu, para encontrar com outros amigos. Depois, chegaram algumas pessoas, eu já estava de partida, e a Jojo de fato veio falar comigo, e ela pediu para eu me afastar, mas ela sabe que eu falei que já estava indo embora, e só passei pela cozinha, que é o caminho do meu carro, explicou.

O número de cirurgias bariátricas realizadas no Brasil aumentou 84,73% ao passar de 34.629 em 2011 para 63.969 em 2018, segundo balanço feito pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Metabólica e Bariátrica (SBCBM).  Nos oito anos em que o levantamento foi feito, 424.682 pessoas fizeram a operação de redução do estômago, o que corresponde a 3,12% das pessoas que estão dentro do grupo de pacientes aptos e para quem há indicação de cirurgia (13,6 milhões em todo o país).

Segundo a Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), de 2018, do Ministério da Saúde, a obesidade afeta 18,8% dos brasileiros e mais da metade (55,7%) tem excesso de peso. Essas pessoas podem ter a qualidade de vida afetada por doenças como hipertensão arterial, diabetes tipo 2, alterações do colesterol e triglicérides, além de aumentar as chances de arteriosclerose, além de outras patologias.

##RECOMENDA##

"A obesidade tem que ser encarada hoje como uma doença. Não é falta de força de vontade, não é desleixo, é uma doença que não deixa a pessoa emagrecer. Existe um desequilíbrio entre a sensação de fome a de saciedade e com isso a pessoa come mais do que deveria ou mesmo comendo pouco gasta pouca caloria e vai engordando ao longo da vida", explicou o cirurgião bariátrico e membro da SBCBM, Admar Concon Filho.

Os dados mostram ainda que, das 63.969 cirurgias bariátricas realizadas em 2018, 77,4% foram através de convênio médico; 17,8% foram pelo SUS (Sistema Único de Saúde) e 4,8%, com recursos particulares. “Algumas pessoas não têm acesso, seja pelo local onde moram, por não terem um convênio médico ou outros motivos; outras têm medo de fazer o procedimento e outras não têm informação mesmo. Para outras, falta que o próprio indivíduo obeso se reconheça como portador de uma doença crônica incurável”, disse.

Outro motivo que afasta os pacientes da cirurgia é o medo. Segundo Concon, no passado a taxa de mortalidade ficava em torno de 2% a 3%, enquanto hoje é feita por videolaparoscopia e passou a ser minimamente invasiva, deixando a taxa de complicações semelhante à de uma cesárea ou uma cirurgia de vesícula, que é de menos de 0,5%.

"A população não sabe disso, então é preciso uma campanha muito grande de conscientização. Hoje já se sabe que o melhor tratamento para a obesidade mórbida é a cirurgia bariátrica, porque no tratamento clínico conservador o emagrecimento é muito pequeno e a recidiva é muito alta. A chance do obeso que não opera morrer pela obesidade é muito maior do que a chance de morrer pela cirurgia", disse. 

A cirurgia bariátrica é indicada para aqueles que tem obesidade por mais de dois anos, que tenham tentado o tratamento clínico com o endocrinologista ou com o especialista em obesidade para emagrecer e não obteve sucesso. "Nós levamos em conta o IMC (Índice de Massa Corpórea) que é calculado com base no peso e na altura da pessoa. O IMC de 40 para cima tem indicação de cirurgia e aquele que tem de 35 para cima, mas já tem doenças provocadas ou agravadas pela obesidade, também tem essa indicação". 

Concon destacou ainda a importância de o paciente ser acompanhado por uma esquipe multidisciplinar formada por psicólogo, nutricionista, endocrinologista, cardiologista, preparador físico, enfermeira, fonoaudióloga. "Ele tem que ter a consciência de que vai ter uma ferramenta que vai ajudá-lo a emagrecer, mas ele tem que ter sua participação, seguindo todas as recomendações do pós cirurgia, incluindo o acompanhamento do endócrino para o resto da vida, porque a doença obesidade continua lá".

Por meio de nota, o Ministério da Saúde informou que as cirurgias bariátricas são recomendadas nos casos em que o obeso mórbido não consegue emagrecer com dieta, sendo o último recurso para esses casos. O procedimento é permitido somente para aqueles que passaram por avaliação clínica e acompanhamento com equipe multidisciplinar por, pelo menos, dois anos, observando se os resultados obtidos na preparação foram positivos.

“O SUS oferta cirurgias bariátricas e reparadoras aos cidadãos maiores de 16 anos diagnosticados com obesidade grave desde 2008.” O Sus já oferecia cinco tipos de cirurgias bariátricas e incorporou a técnica da gastroplastia videolapariscópica. “Técnica menos invasiva, que possibilita a perda de peso tanto por uma diminuição do tamanho do estômago, quanto por uma diminuição da superfície intestinal”, disse o Ministério da Saúde. 

Segundo dados do Ministério, em 2018 foram realizadas 11.402 cirurgias bariátricas que tiveram custeio federal na ordem de R$ 72,9 milhões. Até o mês de maio de 2019 foram realizados 5.073 procedimentos em todo o país e o custo já chega a R$ 31,5 milhões. Os valores são repassados às gestões locais que monitoram a lista de pacientes que farão cirurgia bariátrica, com base na indicação médica.

O Ministério esclareceu ainda que para ajudar a adoção de uma alimentação mais saudável, a pasta disponibiliza o Guia Alimentar para a População Brasileira e o livro Alimentos Regionais Brasileiros, que trazem informações e orientações para facilitar a adoção de escolhas mais adequadas, baseada principalmente no consumo de alimentos in natura ou minimamente processados.

“O Brasil também se comprometeu a reduzir 144 mil toneladas de açúcar de bolos, misturas para bolos, produtos lácteos, achocolatados, bebidas açucaradas e biscoitos recheados, seguindo o mesmo parâmetro do feito para a redução do sódio, que foi capaz de retirar mais de 17 mil toneladas de sódio dos alimentos processados em quatro anos”, diz a nota. 

"Jojo Rabbit" conquistou neste domingo (15) o Toronto People's Choice Award, principal prêmio do festival internacional de cinema, uma recompensa que põe o filme em uma posição confortável na disputa do Oscar.

O longa, do diretor neozelandês Taika Waititi ("Thor: Ragnarok"), se passa durante a Segunda Guerra Mundial e conta a história de um menino alemão que tem Adolf Hitler como amigo imaginário.

##RECOMENDA##

Considerado uma "sátira contra o ódio", o filme descreve como o jovem, membro da Juventude Hitlerista e aficionado dos uniformes nazistas e da queima de livros, descobre que sua mãe (Scarlett Johansson) está escondendo uma menina judia no sótão da sua casa.

"Jojo Rabbit" desbancou "Marriage Story", também protagonizado por Johansson, e o ganhador da Palma de Ouro em Cannes, "Parasite", do diretor sul-coreano Bong Joon-ho.

O Toronto People's Choice Award, totalmente decidido pelos votos do público do festival, tem um histórico sólido de prever os filmes que farão sucesso no Oscar.

Os últimos sete vencedores em Toronto foram indicados na categoria Melhor Filme nos prêmios da Academia, e dois deles ganharam o Oscar, incluindo "Green Book", o surpreendente vencedor de 2018.

Outros exemplos de filmes ganhadores do Oscar que iniciaram sua trajetória de sucesso vencendo o Festival de Toronto foram "12 anos de escravidão" (2013), "O discurso do rei" (2010) e "Quero ser um Milionário" (2008).

"Jojo Rabbit" recebeu críticas desencontradas após sua estreia mundial na mostra canadense.

A revista especializada The Hollywood Reporter advertiu que a abordagem caricatural da Alemanha nazista "não se vê bem à medida que as coisas se aprofundam e avançam", enquanto a Variety a qualificou como uma "comédia nazista inconformista para se sentir bem.

Mas os estúdios Fox Searchlight, agora de propriedade da Disney, espera que este sucesso em Toronto ajude o filme a seguir os passos de "Green Book".

O Festival Internacional de Cinema de Toronto é o maior da América do Norte. Este ano, apresentou mais de 300 filmes de 84 países, incluindo 133 estreias mundiais.

Quebrando a tradição dos anos anteriores, os prêmios de 2019 foram anunciados pela Internet.

Na segunda-feira foi celebrada a primeira festa de gala beneficente da história do festival, na qual foram concedidos prêmios especiais à trajetória cinematográfica.

Meryl Streep, que atualmente promove o thriller "The Laundromat", da Netflix, sobre os Panama Papers, foi premiada por sua trajetória como atriz.

Joaquin Phoenix, protagonista de "Coringa", que fez sua estreia mundial no mesmo dia na mostra de Toronto, obteve o mesmo prêmio na categoria masculina.

Taika Waititi ("Jojo Rabbit") recebeu o prêmio de melhor diretor, enquanto um novo prêmio que contempla os jovens talentos femininos foi para a cineasta francesa Mati Diop ("Atlantics").

O aplicativo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) figura na primeira colocação na lista de “top apps” gratuitos da Play Store, loja virtual de programas para dispositivos móveis do sistema operacional Android. O programa do fundo e o da Caixa estão entre os principais, juntamente com opções populares como Whatsapp, Facebook, Instagram e Kwai.

Os “top apps” são uma das categorias da loja virtual Play Store. O ranking é definido por critérios próprios e não públicos do Google, conglomerado controlador da loja. A posição do ranking não é dada, assim, pelo número de downloads. O aplicativo do FGTS, por exemplo, marcava até a data da publicação 60 mil downloads. Já Facebook e Whatsapp chegavam à casa dos 90 milhões de carregamentos.

##RECOMENDA##

Por meio dele é possível consultar o valor disponível para saque imediato, canal de pagamento, extrato, saldo e tirar dúvidas sobre o benefício. Para instalar, é necessário dar informações como CPF, nome, data de nascimento e cadastrar uma senha. O site da Caixa traz um passo-a-passo para o procedimento.

O aplicativo foi atualizado no início do mês. Entre os novos recursos incluídos está a consulta do processo de saque imediato e adesão a ele. A ferramenta também passou a disponibilizar informações e permitir consulta para o saque aniversário.

Na Play Store, na escala de 1 a 5 o app possuía média de 3,2. A nota é dada pelos usuários que fazem o carregamento de cada app. Nos comentários, muitas pessoas reclamavam que a atualização da versão havia vindo com problemas (ou bug, no linguajar popular utilizado para equipamentos e serviços de informática).

Diante das reclamações, a Caixa respondeu no espaço de comentários que havia enfrentado problemas mas que o procedimento de cadastramento havia sido corrigido e que poderia ser novamente realizado para viabilizar a instalação e o uso do app.

Saque imediato

O app ganha popularidade no contexto do início dos saques imediatos do FGTS anunciados pelo governo federal. No primeiro sábado, a Caixa registrou 12 milhões de transações relacionadas ao pagamento. Já foram creditados quase R$ 5 bilhões nas contas de trabalhadores atendidos com o benefício.

A Polícia Civil de São Paulo prendeu o traficante André de Oliveira Macedo, conhecido como André do Rap, em uma mansão em Angra dos Reis, na Costa Verde fluminense. Ele estava foragido desde 2014.

André do Rap é acusado de comandar o esquema de envio de drogas da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) à Europa, principalmente à Itália, através de navios que saem do Porto de Santos, no litoral sul paulista.

##RECOMENDA##

Outros dois suspeitos que não tiveram a identidade divulgada foram presos e estavam na tarde deste domingo sendo trazidos à cidade de São Paulo em viaturas policiais. A polícia investiga uma possível ligação do membro do PCC com a máfia italiana.

"Dois chefes da 'Ndrangheta, que é a máfia da Calábria (no sul da Itália), foram presos há 40 dias na Baixada Santista pela Polícia Federal. A gente acha que pode ter elo com ele (André do Rap)", afirmou o delegado Fábio Pinheiro, da Divisão Antissequestro do Departamento de Operações Policiais Estratégicas (Dope), responsável pelas prisões.

De acordo com o delegado, André do Rap é um dos principais líderes do PCC no tráfico internacional de drogas. "Não tem só uma quadrilha. Dentro do PCC tem vários que mandam droga para fora", disse Pinheiro. "Ele a gente acredita que seja responsável por um desses grupos."

O delegado lembrou que um dos grupos foi responsável pelo assassinato de Rogério Jeremias de Simone, o Gegê do Mangue, que era considerado o principal chefe do PCC fora da cadeia. Gegê e o seu comparsa, Fabiano Alves de Souza, o Paca, foram mortos em uma emboscada em um território indígena em Aquiraz, na região metropolitana de Fortaleza, em fevereiro do ano passado.

A polícia investiga se outros ramificações do PCC controlam o tráfico internacional no Porto de Santos.

Pinheiro explicou que a Polícia Civil descobriu o paradeiro de André do Rap ao investigar o dono de uma lancha avaliada em R$ 6 milhões. Segundo o delegado, a embarcação estava em nome de uma empresa cuja sede é um casarão abandonado no centro de Santos.

"Ela está em nome de um empresário, que tem um moto CG", afirmou o delegado. "Como um cara que tem uma moto CG tem uma lancha de R$ 6 milhões? A gente acredita que ele (André do Rap) usava esses laranjas para lavar o dinheiro."

Além da lancha, um helicóptero que estava alugado pelo traficante foi apreendido pela polícia e levado ao Aeroporto Campo de Marte, na zona norte da capital. Nenhuma arma foi encontrada na casa em que André do Rap estava em Angra.

André do Rap teve a prisão temporária decretada em abril de 2014, junto com outros dez suspeitos, após a deflagração das Operações Hulk e Overseas pela Polícia Federal. Ele era apontado como líder do PCC na Baixada Santista, com ligação com traficantes da zona noroeste de Santos e do Morro Nova Cintra.

As investigações, à época, apontavam que traficantes tinham linha de fornecimento de cocaína entre a Bolívia e São Paulo, e haviam feito uma aliança com o PCC da Baixada Santista para conseguir uma rota para exportar a droga.

A facção, que atua nos presídios paulistas, havia cooptado pessoas que trabalhavam em postos aduaneiros na zona portuária para trabalhar para o esquema, segundo a polícia.

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando