Tópicos | Julia Roberts

Comer sem culpa é o sonho para qualquer pessoa, principalmente quando cada alimento esconde segredos que jamais são revelados por quem prepara os deliciosos pratos. No cinema, a gastronomia não fica longe. Alguns personagens são retratados nas obras fictícias com enigmas que se assemelham com a vida dos espectadores, como a paixão pelas execuções gastronômicas.

Para comemorar o Dia da Gula, neste sábado (26), o LeiaJá escolheu dez filmes que ilustram o prazer de sentir o gosto apurado de uma caprichosa comida.

##RECOMENDA##

Comer, Rezar, Amar

Ratatouille

Estômago

A 100 Passos de Um Sonho

Julie & Julia

Tá Chovendo Hambúrguer

Sem Reservas

Sushi à la Mexicana

Toast: A História de uma Criança com Fome

Os Sabores do Pálacio

Nesse domingo (13), no Barker Hangar, em Santa Mônica, na Califórnia, foi realizada a 24ª edição do Critics' Choice Awards. O tapete estendido para as celebridades de Hollywood teve a tarefa de mostrar os mais diversos looks luxuosos ostantados pelas atrizes.

No blue carpet, a sensação do cinema, Lady Gaga, esteve presente no evento, assim como Charlize Theron, Charlize Theron, Nicole Kidman e Julia Roberts. O LeiaJá separou 12 mulheres que fizeram a alegria dos fotógrafos momentos antes de entrarem na cerimônia.

##RECOMENDA##

[@#galeria#@]

Nesse domingo (6), em Los Angeles, foi realizada a cerimônia de entrega do Globo de Ouro. A premiação, que é um termômetro para o Oscar, surpreendeu diversas pessoas que apostaram nos seus atores preferidos. Mas antes do evento começar, as atrizes distribuíram beleza e charme no famoso tapete vermelho.

Julia Roberts, Anne Hathaway e Lupita Nyong'o foram algumas das estrelas que esbanjaram sofisticação através de looks luxuosos. O LeiaJá escolheu nove atrizes que brilharam no red carpet do Globo de Ouro 2019.

##RECOMENDA##

Confira:

[@#galeria#@]

LeiaJá também

--> 'Menina da água' rouba a cena no Globo de Ouro

--> Confira os ganhadores do Globo de Ouro

Eternizada pelo papel de Vivian em "Uma Linda Mulher", Julia Roberts é sinônimo de beleza em Hollywood. Em entrevista ao canal Fox News, a atriz desabafou sobre um episódio polêmico que passou com alguns seguidores no final de julho deste ano. 

Através de uma foto publicada no Instagram, jogando cartas com a sobrinha e também atriz Emma Roberts, a vencedora do Oscar de Melhor Atriz pelo filme "Erin Brockovich" contou que foi chamada de feia por aparecer sem maquiagem. 

##RECOMENDA##

"Sou uma mulher de 50 anos, sei quem sou, e ainda assim isso me deixou machucada. Eu fiquei triste porque as pessoas não conseguiram ver o motivo disso [na rede social], a doçura disso, a absoluta alegria que emanava daquela foto", disse. Muitos internautas comentaram que Julia não estava 'envelhecendo bem'.

[@#video#@]

LeiaJá também

--> Gracyanne Barbosa desabafa: 'nunca fui padrão de beleza'

Você já esqueceu alguma coisa? Algo... grande? É a pergunta central da série Homecoming, estrelada por ninguém mais, ninguém menos, que Julia Roberts. Na quinta-feira, dia 13, a Amazon Prime liberou o primeiro trailer da série, que promete mexer com nossas emoções por conta seu tom sombrio e, de certa forma, provocante.

No vídeo, podemos conhecer a protagonista Heidi Bergman, interpretada por Roberts, que na época trabalhava em uma instalação que ajuda soldados recém-chegados da guerra. Cenas do local, além de entrevistas intrigantes que a protagonista participa, já são apresentadas.

##RECOMENDA##

A história, assim como mostra o vídeo, gira em torno da vida de Heidi Bergman e mostrará todo o processo em que precisou dar suporte aos militares até o momento em que foi obrigada a se retirar de seu trabalho.

Dirigigo por Sam Esmail, criador de MR. Robot, a série é uma produção original da Amazon Prime e tem como elenco Bobby Cannavale, Shea Wigham, Jeremy Allen White, Alex Karpovsky, e Dermot Mulroney.

Sua estreia é dia 2 de novembro, apenas na Amazon Prime.

[@#video#@]

O Dia da Pizza, comemorado nacionalmente nesta terça-feira (10), é mais uma forma de aumentar o leque gastronômico e se aventurar em novidades que saem da tradicionalidade proporcionada pelo sabor do 'disco de massa' em molho de tomate e nos diversos queijos. A palavra 'cinema' é associada a pipoca, refrigerante e boa companhia, mas incrementar uma pizza nesse cardápio é louvável quando o pedido realizado no esquema de delivery é anunciado pelo porteiro.

Apreciar esse clichê da culinária ultrapassa qualquer localidade. Em casa ou no restaurante, comer a massa quentinha cai bem nas mais diversas circunstâncias. Para sair um pouco da dieta ou até mesmo comer sem preocupação, o LeiaJa.com separou três filmes que acrescentaram a pizza em suas histórias exibidas nas telonas.

##RECOMENDA##

Esqueceram de Mim

Aproveitando os momentos de liberdade em casa após ser esquecido pela família McCalister, Kevin (Macaulay Culkin) causou inveja em muita criança na década de 1990. Em uma das cenas, o garoto brinca ao receber uma pizza fresquinha do entregador e o expulsa como se um atirador estivesse na casa. “Uma pizza gigante de queijo só pra mim”, diz o personagem, ao ver a massa deixada na porta.

Comer, Rezar, Amar

Julia Roberts fez muita gente esquecer a dieta em "Comer, Rezar, Amar". Recém-separada e em busca do que realmente lhe traga realizações, Liz se entrega aos prazeres ao descobrir a explosão de sabores da gastronomia italiana. A cena mostra Liz 'se jogando' nas fatias de pizza com uma amiga, em Nápoles, no sul da Itália.

As Tartarugas Ninjas

 Sucesso entre a garotada na década de 1980, os heróis fortões Raphael, Michelangelo, Donatello e Leonardo agitavam as ruas de Nova York com muita luta e humor entre os golpes depositados nos personagens da maldade. Quando estavam livres de qualquer tarefa, “As Tartarugas Ninjas” não dispensavam a boa e velha pizza.

Sou daqueles que acredita que vários fatores definem a qualidade de um filme e que grande parte deles não está no filme em si, mas nas pessoas que os assistem e no como elas os assistem. Fui ao cinema com minha filha adolescente, que chorou horrores ao ler o livre e que estava ansiosa e com altíssima expectativa para ver o filme. Ela o adorou e eu, talvez um pouco sob influência de suas lágrimas, também adorei. 

Mas o filme é realmente extraordinário e conta a história de Auggie Pullman (Jacob Tremblay), um garoto que nasceu com uma deformação no rosto e que depois de 27 cirurgias plásticas chega, aos dez anos, ao seu primeiro dia de aula em escola regular. Se começar em uma escola nova nesta idade já é complicado normalmente, imagine para uma criança como ele e que nunca frequentou qualquer escola, sempre estudando em casa com sua dedicada mãe. 

ExtraordinárioO filme fala sobre os desafios dessa fase, fala sobre bullying, sobre família, amizade e principalmente sobre superação. É baseado no livro de mesmo nome, de autoria de R. J. Palacio, Best-seller que conquistou uma legião de fãs em todo o mundo, inclusive na minha casa. 

Confesso que não li o livro antes de entrar na sala de cinema, mas fiquei com vontade. Como em toda adaptação de obras literárias, ajustes são feitos para permitir que a trama se desenrole dentro do tempo de um longa metragem. Muita coisa é cortada, mas muita coisa também foi inserida, e tudo se encaixou com muita precisão.  

O elenco também é extraordinário. Além do brilhante Jacob Tremblay no papel principal, Julia Roberts, Owen Wilson, Izabela Vidovic e Noah Jupe lideram um time estelar, que conta com a participação da brasileira Sonia Braga. 

São muitos personagens ricos e com histórias que dariam vários filmes. Mas Stephen Chbosky roteirizou e dirigiu um só, que reuniu o melhor da obra de Palacio e ainda acrescentou elementos narrativos bem hollywoodianos (ou melhor, bem Nova-Iorquinos). E para entrar no clima do filme que chega ao circuito comercial brasileiro no próximo dia sete, pela Paris Filmes, confira o trailer. Só lembrem de levar um lencinho ao cinema pois  definitivamente a minha filha não foi a única a chorar na sessão. Se emocionar, inclusive, foi a regra. 

E você, já leu o livro? Já viu o filme? Deixe seu comentário! 

Os anos passam, mas certas coisas não mudam. Pela quinta vez, Julia Roberts foi eleita a mulher mais linda do mundo pela People - e mais uma vez estampa a capa da revista, passados 26 anos desde que a atriz teve sua estreia na capa.

A primeira vez que a bela recebeu o título, em 1991, foi um ano depois de Julia ter encenado o filme Uma Linda Mulher, que lhe rendeu uma fama repentina. Durante sua entrevista, entretanto, a atriz revelou que não se deu conta do quanto o longa foi importante para sua carreira.

##RECOMENDA##

"A verdade é que eu estava em outra cidade quando Uma linda Mulher foi lançado. Eu estava trabalhando em outro filme, em uma pequena cidade que estava passando Star Wars. Eu me recordo de ler: Uma Linda Mulher estreou essa semana e faturou tanto dinheiro, e eu pensei: É muito dinheiro? Isso é bom? Eu realmente não sei".

Julia Roberts é a mais recente estrela de Hollywood que irá protagonizar uma série de TV, segundo a imprensa especializada.

Roberts vai estrelar uma produção baseada no romance recentemente lançado "Today Will Be Different", da americana Maria Semple, segundo o site do The Hollywood Reporter.

##RECOMENDA##

O livro se centra na artista Eleanor Flood, que um dia acorda e embarca numa série de experiências inesperadas.

Semple fará a adaptação do livro para tv, e também será um das produtoras executivas.

"Estou feliz que Eleanor Flood ganhará vida com Julia Roberts", declarou Semple ao Hollywood Reporter.

A última produção televisiva de Roberts foi um filme para a HBO, "The Normal Heart", de 2014.

Anteriormente, ela apareceu nas séries "Murphy Brown" e "Law and Order."

Volta e meia o cinema nos faz voltar a Wall Street e reafirma: o mercado financeiro norte-americano é um celeiro de corrupção. O fato impressiona pouco, menos ainda a populações alienadas à tutela desse sistema corrompido, que impulsiona o consumo e depois desestabiliza o trabalhador, reduzindo o seu, já razo, capital. Isso tudo com o aporte sempre fiel da grande mídia que, canhestra como Lee Gates (George Clooney) em “Jogo do Dinheiro”, parece prestar algum serviço mas “o meu umbigo primeiro”. A imprensa, a manipulação do mercado e a indignação popular se entrecruzam no novo longa do Jodie Foster com produção de Clooney.

Na projeção, Gates é um analista econômico que apresenta um programa de TV (Jogo do Dinheiro) dando dicas de investimentos na bolsa de valores. A atração é dirigida por Patty Fenn (Julia Roberts). Durante uma transmissão ao vivo, o apresentador é feito refém por Kyle (Jack O’Connel), jovem entregador que perdeu tudo após investir nas ações de uma empresa sugerida por Gates. Transmitido para milhões de pessoas, o cárcere paira entre a tensão e insistentes escapes cômicos e ambos funcionam irregularmente na narrativa. A requentada “denúncia” toca de leve a eira econômica e apenas ameaça atingir a política.

##RECOMENDA##

A sensação de urgência no “triller” se dissipa,  principalmente devido a caricatura de seus acontecimentos, personagens e diálogos (sofríveis em sua maioria, com destaque para as falas entre diretora e apresentador e alguns arroubos sociológicos ainda mais dispensáveis). Inclusive, o roteiro de Jamie Linden, Alan DiFiore e Jim Kouf mira um recorte fantasioso da complexa teia de Wall Street, mas sem o domínio de causa apresentado por obras recentes como “O Lobo de Wall Street”, “Margin Call” e “A Grande Aposta”.

Clooney e Roberts parecem “muito bem, obrigado” em seus respectivos papéis. O primeiro mistura elementos de “Amor sem Escalas” e “Queime depois de Ler”, mantendo a canastrice impassível de um e o histrionismo de outro, e a segunda paira entre a sensibilidade habitual e a impulsividade, um misto que caracteriza sua dificuldade em continuar encarando os desafios do programa. A Jack O’Connell resta a missão de incorporar a aresta mais interessante de “Jogo do Dinheiro”. Kyle é o manipulado, azarado e inconsequente. Kyle recorre ao anarquismo solitário, quando se enxerga sem alternativa. Muito embora não seja tão fácil entrar ao vivo nos estúdios de uma transmissão televisiva - e ainda portando uma arma e um suposto explosivo - como tudo é, de fato, muito frágil no longa, a ideia do personagem que se vira contra seus opressores e usa a violência para inflamar a sociedade mostra-se a única verdadeiramente pujante em cena. Quando não lançado em alguma situação cômica, é Kyle o responsável por suscitar os melhores questionamentos do roteiro.

À direção de Foster, aliada ao roteiro, podemos atribuir toda a artificialidade que envolve o eixo principal do filme e o limitado espectro dramático deste. A montagem tenta dar um ritmo diferenciado à produção, mas novamente o roteiro segura as rédeas da narrativa num desenvolvimento arrastado e um final anticlimático. “Jogo do Dinheiro” acaba não fazendo jus a seu argumento e sendo apenas uma obra mediana, ainda menos agradável do que “Um novo Despertar”.

Fique por dentro de outros lançamentos da semana assistindo ao “Estreia Já”, dando play no vídeo abaixo.

[@#video#@]

Este ano realmente não está sendo um dos melhores para os casais, já que, pelo visto, mais dois pombinhos resolveram optar pelo divórcio. Julia Roberts, que subiu ao palco de Taylor Swift recentemente, e o amado Danny Moder podem estar se divorciando, segundo o site Radar Online.

Algumas horas após a bela apreciar o desfile da Givenchy, na terça-feira, dia 11, apareceram caminhões de mudança em sua residência, aumentando os boatos de que o seu marido poderia estar se mudando.

##RECOMENDA##

O motivo da separação dos dois, que subiram ao altar em 2002, seria o financeiro. Isso porque, a atriz de Uma Linda Mulher estaria tendo que desembolsar um bom dinheiro para as despesas do amado, tanto para alguns projetos dele, quanto até mesmo contas de parentes.

Em 13 anos de casados, eles tiveram três filhos: dois gêmeos, Hazel Patricia e Phinnaeus Walter, que estão com dez anos, e Henry Daniel Moder, de oito aninhos.

 

No mês de outubro, muitos famosos comemoram seu aniversário.

##RECOMENDA##

Celebridades como Matt Damon, Julia Roberts, Kate Winslet e Kim Kardashian sopram as velinhas neste mês.

Confira se seu famoso favorito também está na lista dos aniversariantes.

[@#video#@]

Nesta edição, o Na Social traz como destaque os looks do Oscar e os convidados que passaram pelo Camarote Expresso 2222, um dos mais badalados do Galo da Madrugada.

##RECOMENDA##

A Lead!, de Carla Benssoussan, em parceria com a UNINASSAU, de Janguiê Diniz, misturou a atração baiana com ritmos marcantes de  Pernambuco: como maracatu e frevo. Tudo isso ao som do Coletivo Rádio Orquestra, que contou com a participação especial de Gabriel Pensador.

Dentre os convidados para o Camarote Expresso 2222 estiveram Danielle Winits, Emílio Orciollo Netto, Bruno Dubeux, Rômulo Arantes Neto e Cléo Pires. Confira o depoimento das celebridades sobre o Carnaval pernambucano.

Enquanto o Recife realizava um dos maiores o Carnavais do mundo com o Galo da Madrugada, no Sábado de Zé Pereira, a premiação do Oscar acontecia em Los Angeles, no Estados Unidos. Dentre os principais premiados estiveram os filmes: Gravidade, 12 Anos Sem Escravidão e Frozzen. E, como ocorre tradicionalmente, o evento recebeu os maiores astros de Hollywood, como: Julia Roberts, Amy Adms, Cate Blanchett, Angelina Joulie, Lady Gaga. A repórter Areli Quirino foi ao encontro do stylist Dário Shoupawisky que mostrou sua opnião sobre os vestidos escolhidos pelas atrizes.

O Na Social tem apresentação de Madá Freitas, e é exibido semanalmente no Portal LeiaJá

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando