Tópicos | Games

Para quem estava se perguntando quais títulos seriam disponibilizados no novo serviço de streaming de jogos do Google, a empresa aproveitou o começo da semana para anunciar muitos nomes para gamer nenhum botar defeito. Em um painel chamado Stadia Connect, realizado nesta segunda-feira (19), o catálogo da companhia deu uma animada para quem ainda estava desconfiado se valeria a pena assinar o serviço.

A companhia aproveitou o primeiro dia da Gamescom 2019 - uma das mais importantes feiras de jogos da Europa - para divulgar títulos como Cyberpunk 2077, Watch Dogs, Kine, Orcs Must Die 3, Windjammers 2, Destroy All Humans!, Superhot, Attack on Titan 2: Final Battle e muitos outros. 

##RECOMENDA##

No começo do ano, 30 jogos já haviam sido divulgados, em uma apresentação da empresa na E3 2019. Os títulos apresentados hoje, devem ser conferidos entre o final do semestre e o início de 2020. Quem quiser assinar o serviço deve, além de adquirir o chromecast do Stadia, comprar os controles personalizados. A mensalidade ficará em US$ 10 (aproximadamente R$ 40) e a plataforma deverá começar a funcionar dia 6 de novembro.

Confira a lista completa de games

[@#video#@]

Cyberpunk 2077

Kine

Orcs Must Die 3

Windjammers 2

Destroy All Humans!

Superhot

Attack on Titan 2: Final Battle

Assassin's Creed Odyssey

Baldur's Gate 3

Borderlands 3

Darksiders Genesis

Destiny 2: The Collection

DOOM

DOOM Eternal

Farming Simulator 19

Get Packed

Ghost Recon Breakpoint

Gods & Monsters

GRID

GYLT

Just Dance 2020

Marvel's Avengers

Metro Exodus

Mortal Kombat 11

NBA 2K20

Rage 2

Rise of the Tomb Raider

Shadow of the Tomb Raider

The Crew 2

The Elder Scrolls Online

Thumper

Tom Clancy's The Division 2

Tomb Raider: Definitive Edition

Trials Rising

Watch Dogs Legion

Wolfenstein: Youngblood

Depois de Cuphead ser confirmado pela Netflix, chegou a vez do Cartoon Network anunciar sua nova série baseada em um game. Ninjin: Clash of Carrots é um game brasileiro que chamou a atenção do canal infantil e deve estrear na programação da TV à Cabo, no dia 4 de setembro. O anúncio foi feito na semana passada pelo canal e confirmado pela equipe que trabalhou na animação. 

Produzido pelo Birdo Studio junto com a desenvolvedora indie Pocket Trap, a primeira versão do jogo saiu para iOS e fez tanto sucesso que foi parar nas plataformas PC, PlayStation 4, Xbox One e Nintendo Switch. A estética do game já lembrava um pouco as animações produzidas pela Cartoon o que deve ajudar ainda mais o público a se acostumar com a história.

##RECOMENDA##

Essa não é a primeira vez que o canal por assinatura resolve investir em um produto brasileiro para sua programação. A animação Oswaldo também foi feita pelo Birdo Studio, e já vai para sua 2ª temporada, além da premiada série Irmão do Jorel, criada por Juliano Enrico.

[@#video#@]

A utilização de produtos que carregam direitos autorais é sempre uma discussão complexa na internet. Criadores de conteúdo no YouTube, muitas vezes usam músicas presentes em filmes e jogos para ajudar a ilustrar seus vídeos. Tentando acabar com a prática, a Nintendo está derrubando canais na plataforma que usam trilhas sonoras de seus games. 

Quem usar alguma das faixas musicais presentes nos jogos produzidos pela companhia terá o conteúdo suspenso. A prática de usar propriedade intelectual produzida por outra pessoa, sem autorização, é ilegal e - neste caso específico - chamada de music rip, que acontece quando alguém usa o conteúdo para fazer vídeos para terceiros, mesmo que de forma gratuita. 

##RECOMENDA##

De acordo com usuários do Reddit, a queda desses conteúdos começou com o lançamento de Fire Emblem: Three Houses, mas a empresa resolveu estender a prática para outros títulos. A Nintendo não comercializa suas trilhas sonoras em plataformas de compra como as do Google ou Apple, porque vende CDs físicos, no Japão. A desvantagem para os fãs é que essas mídias não são vendidas em outros lugares, sendo necessário importar o conteúdo de lá.

LeiaJá também

--> Hi!Tech: Galaxy Note 10, impostos e Pokémon Sword e Shield

--> Nintendo revela novidades em Pokémon Sword e Shield

--> Nintendo vai lançar Switch mais barato

Uma falha de segurança na loja digital Steam pode comprometer milhões de usuários da plataforma. O alerta foi dado por pesquisadores especializados em segurança, incluindo Vasily Kravet que, nos últimos dias, identificaram o bug. Kravet  chegou a reportar a falha à produtora Valve, porém, ao ser ignorado pela empresa, resolveu divulgar o que foi encontrado.

Segundo Vasilys, o erro permitiria que serviços mal-intencionados utilizassem o cliente do Steam para Windows 10 para instalar softwares que roubariam os dados dos usuários, desabilitariam o antivírus, entre outras coisas. De acordo com o site Threat Post, a plataforma possui atualmente mais de um bilhão de usuários registrados em todo mundo. 

##RECOMENDA##

Após a descoberta, a empresa responsável pela Steam lançou uma atualização para corrigir o bug, porém um usuário chamado Matt Nelson atestou - com um prova de conceito - que a falha continua lá. 

LeiaJá  também

--> iPhone: US$ 1 milhão para quem achar falhas de segurança

--> Extensão permite ler mensagens apagadas no WhatsApp

--> Hackers podem invadir aparelhos e produzir sons perigosos

O universo dos jogos eletrônicos parece estar conquistando cada vez mais o brasileiro. Dados levantados pelo Twitter apontaram um crescimento de conversas sobre jogos eletrônicos entre os usuários da plataforma, que escreveram mais de 700 milhões de tuítes desde o início do ano, no mundo, sobre o assunto.

No primeiro semestre de 2019, foram registrados globalmente mais de 500 milhões de menções aos games, um aumento de 20% em relação ao mesmo período do ano passado. Em uma contagem recente, o número saltou para os 700 milhões. A quantidade de pessoas falando sobre games na plataforma também aumentou, sendo 15% maior do no ano anterior. 

##RECOMENDA##

Na pesquisa, o Brasil ficou em 5º lugar. Ficamos atrás apenas de Japão, Estados Unidos, Coreia do Sul e Reino Unido, respectivamente. Além disso, a @mibr, equipe brasileira que disputa competições de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO), figurou entre os times de eSports mais mencionados no último mês.

Os brasileiros também foram bastante participativos no Twitter durante a edição de 2019 da Evolution Championship Series (EVO), principal competição de jogos de luta do mundo, realizada entre os dias 2 e 4 de agosto. O Brasil foi, novamente, o quinto país que mais comentou sobre a EVO na plataforma.

Por essa ninguém esperava: Sony lança dois smartphones da linha Galaxy Note, Senado aprova PEC que isenta jogos e consoles brasileiros de impostos, LG pode trazer celular com três telas e novidades em Pokémon Sword e Shield. Ficou curioso? Então clica no vídeo e aproveita!

[@#video#@]

##RECOMENDA##

LeiaJá também:

--> Senado aprova PEC que beneficia games e consoles nacionais

--Samsung anuncia novo Galaxy Note 10 em dois tamanhos

--Convite para evento da LG sugere celular com três telas

--> Nintendo revela novidades em Pokémon Sword e Shield

 

Na última terça-feira (6), a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado Federal decidiu aprovar uma proposta que concede imunidade tributária para jogos e consoles produzidos no Brasil. A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 51/2017, se baseia em uma decisão parecida, que aconteceu em 2013, e foi favorável à fonogramas e videofonogramas musicais (CDs e DVDs) de origem nacional, reunindo obras musicais ou literomusicais de artistas brasileiros.

Porém, apesar da proposta parecer favorável aos desenvolvedores nacionais o texto não explicita se essa isenção será feita desde o começo do desenvolvimento do jogo até a fase final ou se vai contar para games que não chegarem a mídias físicas, mas apenas digitais. Isso porque, no Brasil, ainda não há empresas que vendam seus próprios consoles e muitos produtores de jogos disponibilizam seus título apenas em versões digitais. 

##RECOMENDA##

Para Telmário Mota (Pros-RR), relator do projeto, a proposta não evidencia privilégio para um setor econômico, “mas sim o aproveitamento de oportunidade real para o desenvolvimento dos jogos eletrônicos, com o incremento do emprego, dos lucros e também da arrecadação”, já que a intenção é fomentar ainda mais o mercado de jogos nacional. 

Nesta quarta-feira (7), a Nintendo anunciou uma série de personagens para seus novos títulos da franquia Pokémon Sword e Shield. Entre as novidades apresentadas estão novas evoluções, personagens e até mesmo um novo monstrinho que muda de forma quando está com fome. Confira a lista completa dos anúncios:

Empregando seus monstrinhos

##RECOMENDA##

A primeira das novidades anunciadas para o game é a possibilidade de mandar seus monstrinhos para trabalhar. Chamados de Poké Jobs, esses "freelas" de Pokémon levam os personagens para ajudar em corporações e universidades através de um novo ajudante chamado "Rotomi", uma máquina de classificados. 

Em troca de enviar o seu monstrinho para trabalhar em uma terra distante o jogador poderá receber itens raros e o Pokémon ganha pontos de base ou experiência, dependendo do tempo de trabalho. 

Preocupe-se com os fãs

Com um visual misturado, que junta punks e emos em uma fusão cor de rosa, os novos vilões do jogo chegam para atrapalhar a jornada do herói. Chamados de Team Yell, o grupo de encrenqueiros só tem um objetivo: que a personagem Marnie se torne a campeã dos Gym Challenge. Para isso eles vão tanto batalhar, quanto e cantar seus gritos de torcida para levantar seu ídolo.

A regra é alimentar o coleguinha

Tem gente que vira um verdadeiro monstro quando está com fome e isso não seria diferente com Pokémon. O Morpeko parece um hamster adorável, do tipo elétrico e bochechas rosadas. Ou pelo menos até que sua energia seja consumida e ele fique com fome. 

Caso esse monstrinho não possa se alimentar na hora que o estômago ficar vazio, ele vai mudar não apenas a aparência como as habilidades. Roxo de fome (literalmente), o personagem fica mais agressivo w volátil, mudando do tipo elétrico para o tipo escuro.

Novos personagens

Além dos grupos de fãs do Team Yell, a Nintendo apresentou Marnie (treinadora do pokémon com problemas em ficar com fome), que pretende se tornar a campeã da região de Galar e Beda, um treinador que parece ter outros planos, além da vitória da competição.

Igual, mas diferente

Alguns Pokémon ganharam novos visuais dependendo da região em que são criados. A região de Galar tem suas próprias formas regionais conhecidas como formas galarianas, que abraçam o Weezing que, criado para representar a poluição do ar, ganha um design com cara de revolução industrial, com uma cartola-chaminé e um bigode tóxico. Além dele há também o Zigzagoon e o Linoone, que ganham novas formas e o novíssimo Obstagoon, evolução da versão galariana de Linoone.

Pokémon Sword e Shield chegam ao mercado em 15 de novembro de 2019, para Nintendo Switch, e já é possível comprar os títulos antecipadamente no site.

[@#video#@]

Legiões mecanizadas, vampiros que querem dominar o mundo e palavras cruzadas. Esses são os desafios que os gamers vão encontrar nas novidades que chegam aos principais consoles do mundo. Além disso, o RPG Pillars of Eternity, chega para trazer aos fãs de D&D raças mágicas, classes e enredos hospedados em um mundo expandido e com conteúdo de The White March: Parts I & II. Confira a lista:

Metal Wolf Chaos XD - 6 de agosto

##RECOMENDA##

Disponível para PS4, Xbox One, PC. O jogo conta a história de Michael Wilson, o 47º Presidente dos Estados Unidos, que tenta recuperar a nação, após um golpe liderada pelo vice-presidente Richard Hawk e as legiões mecanizadas que comanda. O jogador contra o personagem em um robô armado até os dentes, em paisagens americanas icônicas, incluindo a Ponte do Brooklyn, o Grand Canyon e os degraus da frente da Casa Branca. Lançado originalmente em dezembro de 2004, exclusivamente no Japão, o jogo se tornou uma espécie de lenda, já que era difícil de adquirir e ainda mais difícil de se jogar fora do país asiático. 

Pillars of Eternity - 8 de agosto

Disponível para Nintendo Switch e Xbox One. Criado pelos e para os fãs de RPG da Obsidian Entertainment, mestres do gênero, o game inclui todas as características de jogabilidade importante para os fãs.  É possível criar personagens com raças, classes e origens mágicas diferentes. Além de que o conteúdo adicional, lançado anteriormente a partir da versão para PC, está disponível.

The Forbidden Arts - 7 de agosto

Disponível para Nintendo Switch e Xbox One. Jogo de plataforma de aventura de ação com foco em descoberta e exploração, o game foi lançado originalmente em 2017. Agora, chega ao Switch trazendo Phoenix, herói que  busca o conselho de uma druida para entender suas visões, ela desperta a piromancia latente dentro dele. 

Damsel -  07 de agosto

Disponível para Xbox One e Nintendo Switch. A Agente Especial Damsel é a primeira e última linha de defesa contra o mundo decadente dos vampiros corporativos. Ao controlá-la o jogador deve resgatar reféns, desarmar bombas, hackear servidores e despachar os mortos-vivos com precisão. Ela deve livrar o mundo da Red Mist, uma poderosa corporação de vampiros que está adicionando um ingrediente novo (e ilegal) à sua popular bebida de vampiro. 

Wordsweeper by Powgi

Disponível para PS4, PS Vita, Nintendo Switch. Um jogo para quem gosta de palavras cruzadas. O game consiste, basicamente, em completar os quadrados com letras para formar palavras, em diversos níveis e com controle de tempo. 

Cuidados com a natureza, o que fazer com o lixo urbano, biodiversidade e sustentabilidade. Estes são alguns dos objetivos que 17 games pernambucanos, criados para estimular o aprendizado sobre o meio ambiente, tentam alcançar através do público infantil. Os jogos digitais fazem parte do acervo da Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade, e estão disponíveis na Play Store.

Os games trazem ambientações comuns aos pernambucanos - como o Marco Zero e o Jardim Botânico. Eles podem ser encontrados através do livro digital Mangue e Tal (que traz 10 dos jogos desenvolvidos), nos tablets da rede municipal de ensino (com 14 jogos) ou através do link para download em celulares com sistema Android. 

##RECOMENDA##

Também é possível encontrá-los no ambiente digital do Econúcleo Jaqueira, a sala ECOInteratividade, em que os jogos são apresentados em diferentes plataformas como Touchscreen (PC Tela Touch e Android) e Realidade Virtual (PC Oculus Rift).

Confira a lista completa dos games:

Aventuras do Bem (Sustentabilidade, verde urbano, resíduos sólidos,

recursos hídricos e biodiversidade);

CAPIBARIBE - O Guardião da Biodiversidade (Biodiversidade);

Ecoaventura (Sustentabilidade, verde urbano, resíduos sólidos, recursos hídricos e biodiversidade);

Ecombinando (Resíduos Sólidos);

Jô - Por um Recife Mais VERDE (Verde Urbano);

Mangue e Tal - O Mistério da Fábrica Sinistra (Mudanças Climáticas);

Mangue e Tal - PlayGround City (Resíduos Sólidos);

Mangue e Tal - Marco Zero (Sustentabilidade, verde urbano, resíduos sólidos, recursos hídricos e biodiversidade);

Mangue e Tal Contra a Invasão das Máquinas (Resíduos Sólidos);

Mangue e Tal PlayBook (Livro gamificado que centraliza os jogos mobile);

Mangue e Tal Poket (Mudanças Climáticas)

Mangue e Tal vs Dr. Lixo (Resíduos Sólidos)

Meu Recife Melhor (Sustentabilidade, verde urbano, resíduos sólidos, recursos hídricos e biodiversidade);

Preservando Recife (Sustentabilidade, verde urbano, resíduos sólidos,

recursos hídricos e biodiversidade);

Recife Limpeza (Resíduos Sólidos);

Reciclo (Resíduos Sólidos);

Rio Limpo (Resíduos Sólidos) 

O mercado de games no Brasil deve crescer em torno de 5,3% até 2022, conforme resultado apresentado pela 19ª Pesquisa Global de Entretenimento e Mídia, da PricewaterhouseCoopers (PwC). No ano passado, o faturamento do setor no país atingiu US$ 1,5 bilhão, mantendo a posição de líder latino-americano e 13º na classificação global.

Apenas com jogos de celulares, segundo a PwC, o faturamento subirá de US$ 324 milhões, em 2017 para US$ 878 milhões em 2022. O faturamento estimado do mercado nacional de jogos digitais chegará a US$ 1,756 bilhão.

##RECOMENDA##

O levantamento analisou 15 segmentos do setor em 53 países e indicou que a receita global deve chegar a US$ 2,4 trilhões em 2022 contra US$ 1,9 trilhão registrado em 2017. De acordo com a PwC, os segmentos de publicidade digital e games são os que mais crescerão até 2022 – a expansão média anual prevista é de 12% e 15%, respectivamente.

Censo

Segundo o relatório de pesquisa do 2º Censo da Indústria Brasileira de Jogos Digitais, financiada por meio de acordo de cooperação técnica firmado entre o Ministério da Cultura, a Agência Brasileira de Cooperação e a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), foram identificadas, no Brasil, no início do ano passado, 375 desenvolvedoras de jogos digitais – uma expansão de 182% em relação ao primeiro censo, elaborado em 2014.

Desse total, 276 eram empresas formalizadas, o que mostra um crescimento de 107% no mesmo período, além de 99 informalizadas. O levantamento foi divulgado em 2018.

O relatório confirma Rio e São Paulo como centros desenvolvedores de games (42,4% do total), com o Sudeste detendo a maior quantidade de empresas de jogos digitais (52,9%).

O estudo evidencia ainda que, em relação ao primeiro censo, aumentou de 23,3% em 2014 para 27,9% em 2018 o número de empresas estabelecidas fora das capitais. No estado de São Paulo, o crescimento do número de desenvolvedoras formalizadas foi de 82% entre 2014 e 2018; no Rio de janeiro, de 160%; e, em Minas Gerais, de 316,7%, na mesma comparação.

Panorama

Segundo a Associação Brasileira das Empresas Desenvolvedoras de Jogos Digitais (Abragames), o Brasil está atrás de líderes de mercado como Estados Unidos, Japão, Canadá, França e Reino Unido. “Ainda assim, estamos entre as indústrias emergentes com maior potencial”, disse a entidade à Agência Brasil.

Apesar dos baixos resultados da economia nacional no momento, a indústria de jogos eletrônicos vive um boom histórico. Dados da Pesquisa de Inovação Tecnológica (Pintec), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostram que o número de desenvolvedoras de programas de computador no país cresceu, em média, 9,07% ao ano entre 2007 e 2014.

O crescimento do número de empresas brasileiras desenvolvedoras de jogos digitais nos últimos quatro anos foi cerca de 4,5 vezes a média de crescimento das desenvolvedoras de software, por exemplo.

Outro indicador desse crescimento é o número de jogos desenvolvidos no biênio 2016/2017. Segundo a Abragames, foram 754 produções em 2016 contra 946 em 2017 – um crescimento de 28%. Se considerados apenas os jogos de entretenimento (excluindo jogos sérios e educativos), o crescimento é de 50% de um ano para o outro.

Escola de games

Na esteira do sucesso do setor, o Brasil ganhou a primeira escola estúdio de jogos digitais da América Latina. A unidade funciona na Tijuca, zona norte da capital fluminense. Além de ensinar sobre o desenvolvimento de games, a escola tem um estúdio profissional, onde os alunos criam projetos profissionalmente para o mercado, tanto na área de games, de modelagem 3D, como na área de projetos.

O coordenador do departamento de Games da rede Zion, Rogério Félix, explica que, com isso, os alunos já conseguem ter retorno financeiro em cima da área que estão estudando. “Conseguem monetizar o que estudam”. Segundo Félix, a escola estúdio tem uma “veia de empreendedorismo”. “Ela trabalha como se fosse uma startup [empresa nascente]. Eles aprendem e, ao mesmo tempo, também têm como empreender, porque aprendem no dia a dia do estúdio”.

Até o momento, são 600 alunos matriculados, mas a capacidade é para 2 mil. Os estudantes são divididos em turmas de 30 pessoas e as aulas acontecem diariamente, das 8h às 22h. Rogério Félix esclareceu que os cursos acontecem duas vezes por semana. Nessa unidade pioneira, os alunos aprendem desde a criação de um jogo de tabuleiro até a execução de jogos para novas tecnologias, como realidade virtual e realidade aumentada.

Durante a Game XP, que aconteceu no Rio de Janeiro, entre os dias 25 e  28 de julho, a Konami disponibilizou um super telão para os visitantes experimentarem um pouquinho do que virá no Pro Evolution Soccer 2020. Porém, além de dar um gostinho aos fãs de PES, a empresa japonesa revelou que a nova versão do game trará 22 times presentes no Campeonato Brasileiro.

O processo de intermediação entre a Konami e os clubes ficou a cargo da License Solutions, que conseguiu o licenciamento exclusivo para o game de 18 equipes da Série B e 4 da Série A: Avaí, Goiás, CSA e Bahia. A contratação é um grande passo para que, em lançamentos futuros, seja possível aos jogadores brasileiros irem a campo com seus times do coração.

##RECOMENDA##

O PES 2020 ficará disponível para as plataformas PS4, Xbox One e PC. O game  deverá ser lançado oficialmente em 10 setembro, mas a versão demo do jogo já está disponível para quem quiser experimentar. 

Depois de passar pelo Nintendo 3DS e o Wii u, é a vez do LEGO Jurassic World chegar ao Nintendo Switch. O game, que traz o visual do filme de 2015 em formato de lego, está marcado para disponibilização no console em 17 de setembro. Desenvolvido pela TT Games e publicado pela Warner Bros. Interactive Entertainment, o jogo cobre mais de duas décadas da épica franquia Jurassic World.

Seguindo o enredo do game é possível reviver cenas inesquecíveis de Jurassic Park: O Parque dos Dinossauros, Jurassic Park: O Mundo Perdido, Jurassic Park III, além do título que dá nome ao jogo. Os jogadores podem controlar personagens icônicos, como o Dr. Ian Malcolm, o Dr. Henry Wu, Claire Dearing, Owen Grady, entre outros.

##RECOMENDA##

São 20 fases do modo história, cujo desafio é coletar o precioso âmbar contendo o DNA de dinossauros. É possível criar dinossauros completamente originais com o "Dino Customizer", misturando e combinando cores, partes do corpo, habilidades e jogando como os próprios bichos.

Todos os DLCs lançados nos títulos anteriores estão disponíveis no game, incluindo novos personagens como Dino Handler, Eric Kirby e Paul Kirby, e o Veículo de Controle Animal. Resta saber por quanto o título vai sair, já que a Nintendo ainda não liberou o valor do jogo.

Quem é fã da franquia Harry Potter sabe o quanto o universo de J.K. Rowling consegue emocionar e empolgar quem tem acesso a ele. Seja na telona, nos livros ou no parque temático, a verdade é que, a história do bruxinho órfão - escrita há mais de 20 anos - ainda consegue soar atemporal. Assim como a indústria do cinema, que lançou produtos baseados nos livros, os games também beberam um pouco da fórmula mágica criada pela autora inglesa. Nesta quarta-feira (31), aniversário do personagem principal, preparamos uma lista com os games do universo Harry Potter que mais marcaram os fãs. Confira!

Harry Potter e a Pedra Filosofal (2001)

##RECOMENDA##

Primeiro jogo da franquia do bruxinho foi desenvolvido para PC, Mac, Game Boy Color, Game Boy Advance, Playstation, Playstation 2, Gamecube e Xbox. Na época, ele foi totalmente traduzido para o Português, fazendo a alegria de muitos fãs, principalmente por ter uma jogabilidade mais fácil, voltada para o público de crianças e adolescentes.

Harry Potter: Quidditch World Cup (2003)

Também lançado pela EA Games, o game traz a Copa Mundial de Quadribol. Ele foi disponibilizado nas plataformas PC, Nintendo GameCube, PlayStation 2, Game Boy Advance, Nintendo DS e suportava até dois jogadores. Ao todo, nove times disputam o campeonato, com personagens diferentes dos conhecidos pelo público.

Harry Potter e o prisioneiro de Askaban (2004)

Um dos games mais populares da franquia Harry Potter, do começo dos anos 2000, foi lançado para PC, PlayStation 2, Nintendo GameCube, Xbox, Game Boy Advance. Sua popularidade se dá, principalmente, por ser um jogo multiplataforma e por utilizar os três personagens do trio principal. É possível completar tarefas e missões com Harry, Rony e Hermione, usando feitiços e atributos exclusivos de cada personagem.

Lego Harry Potter: Years 1-4 (2010)

O primeiro jogo da franquia desenvolvido pela Traveller's Tales e publicado pela Warner Bros. Ele chegou para as plataformas Wii, Nintendo DS, Playstation 3, Xbox 360, PSP, Windows, Mac OS X, iOS e Android. No game os personagens são baseados na linha de brinquedos LEGO e na série de filmes e livros Harry Potter. Seu enredo trata dos quatro primeiros livros da série: Harry Potter e a Pedra Filosofal, Harry Potter e a Câmara Secreta, Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban e Harry Potter e o Cálice de Fogo, sendo cada um contando um ano na vida de Harry Potter.

Harry Potter LEGO - Anos 5-7 (2011)

Lançado pouco tempo depois para Microsoft Windows, Nintendo Wii, Xbox 360, Playstation 3, PSP, Nintendo DS, Nintendo 3DS, iOS e Android, Harry Potter: Years 5-7 é a continuação da história do bruxinho usando LEGO.  Apesar de se tratar da continuação dos livros vários momentos presentes na saga não são apresentados, em que a franquia usa do humor - marca registrada dos títulos da LEGO - para completar a história.

Harry Potter: Hogwarts Mystery (2018)

Aqui o sentimento é marcado de outro jeito. Harry Potter: Hogwarts Mystery é um jogo de RPG mobile para Android e iOS, que deveria marcar a volta da franquia para o mundo dos games. Porém, não conseguiu se firmar no coração dos fãs. Uma das principais críticas foram os incentivos frequentes de pagamento com dinheiro real por energia e outros itens. Acabou caindo no esquecimento por parte dos usuários.

Harry Potter: Wizards Unite (2019)

O mais novo game da franquia para mobile teve uma recepção muito melhor do que seu antecessor. Harry Potter: Wizards Unite chama atenção por uma jogabilidade parecida com a de Pokémon GO, já que a desenvolvedora é a mesma, mas que consegue ter seu próprio desenrolar. Apesar do excesso de diálogos e informações atrapalharem que precisa andar para conseguir encontrar as coisas do jogo, o game até teve uma boa recepção entre os fãs, mas ainda precisa melhorar.

Começou nesta quinta-feira (25), no Parque Olímpico da Barra, no Rio de Janeiro, a terceira edição da Game XP 2019. O evento voltado para o universo gamer, impressionou pela estrutura - que espera receber cerca de 24 mil pessoas por dia. Para isso, diversos estandes foram montados em três arenas, mais o GamePlay. Marcas com Samsung, Warner Bros e Ubisoft, além da patrocinadora master, a Oi, preparam conteúdos exclusivos para os visitantes. 

[@#galeria#@]

##RECOMENDA##

Entre consoles, games mobile e experiências de parque de diversões, quem chegou na arena pode conferir jogos em arcade, títulos como PES 2020, Watch Dogs, Fortinite, além de atividades como Campeonato Brasileiro de Counter-Strike, um palco apenas para Just Dancing e muitos personagens da cultura gamer  circulando pelo local.

A promessa da Oi, de uma conectividade constante para os usuários, foi cumprida. Apesar de algumas quedas de sinal ao entrar nas arenas, os espaços - tanto internos, quanto externos, atenderam bem ao público que tentou acessar a rede disponibilizada pela empresa. 

Uma das inovações, que se referia ao controle no fluxo dos banheiros e filas foi sentida pelo público. “Já é a segunda vez  que venho ao evento e esse ano ele está mais acessível”, afirma Wallace da Silva, de 17 anos. “Eu tinha mais dificuldade de ver as coisas por conta das filas, hoje está mais organizado”, completa. 

Ele foi uma das poucas pessoas que transitaram no evento vestidas de cosplay. A maioria dos visitantes preferiu vir com roupas mais confortáveis para encarar o sol e a distância entre as atrações presentes na arena. Porém, foi possível ver muita gente - trabalhando no evento, caracterizada como personagens de franquias de sucesso. Pelos corredores era possível esbarrar no Dr. Estranho, Homem-Aranha, a velhinha do trailer do Watch Dogs, e muito mais. 

 A Game XP continua até domingo. Os ingressos ainda podem ser adquiridos pelo site do evento e custam entre R$ 125 e R$ 500. Confira o restante da programação:

26.07
12h00 Abertura (GamePlay Stage by Samsung Odyssey)
12h15 Qualificatória do Circuito Feminino de Rainbow Six (GamePlay Stage by Samsung Odyssey)
13h00 Abertura (Oi Game Arena)
13h15 Final TUES de CS:GO  (Oi Game Arena)
15h30 Orquestra (Oi Game Arena)
15h45 Legends of League of Legends  (Oi Game Arena)
17h45 Jogaralho com Affonso Solano e Anderson Gaveta (GamePlay Stage by Samsung Odyssey)
18h15 Banda Scalene (Oi Game Arena)
18h30 Semifinal do Brasileirão de Rainbow Six Masculino (Oi Game Arena)
18h30 Final Samsung Odyssey Challenge DOTA 2 (GamePlay Stage by Samsung Odyssey)
21h Encerramento (Oi Game Arena e GamePlay Stage by Samsung Odyssey)


27.07
12h00 Abertura (Oi Game Arena e GamePlay Stage by Samsung Odyssey)
12h15 Final do Campeonato Game XP Feminino de Counter-Strike by Gamers Club (Oi Game Arena)
12h15 Final Samsung Odyssey Challenge League of Legends (GamePlay Stage by Samsung Odyssey)
15h00 Copa de Influenciadores: Crash Bandicoot Racing (GamePlay Stage by Samsung Odyssey)
15h30 Banda Supercombo (Oi Game Arena)
15h45 Final do Circuito Feminino de Rainbow Six (Oi Game Arena)
16h00 Painel Dubladores: Voz dos heróis com Christiano Torreão,o Junkrat de Overwatch (GamePlay Stage by Samsung Odyssey)
16h30 Painel Ubisoft - Ghost Recon Breakpoint (GamePlay Stage by Samsung Odyssey)
17h30 Team Loud - Free Fire (GamePlay Stage by Samsung Odyssey)
18h15 DJ Game XP (Oi Game Arena)
18h15 Final TUES de League of Legends (GamePlay Stage by Samsung Odyssey)
18h30 Semifinal do Brasileirão de Rainbow Six Masculino (Oi Game Arena)
21h Encerramento (Oi Game Arena e GamePlay Stage by Samsung Odyssey)

28.07

11h45 Samsung Odyssey Challenge de CS:GO (GamePlay Stage by Samsung Odyssey)
13h00 Abertura (Oi Game Arena)
13h15 Finais do Brasileirão de Rainbow Six Masculino (Oi Game Arena)
13h45 Fortnite Fan Fest - Final da Copa do Mundo (GamePlay Stage by Samsung Odyssey)
18h00 Samsung Odyssey Challenge de CS:GO (GamePlay Stage by Samsung Odyssey)
18h15 DJ Game XP (Oi Game Arena)
18h30 Grande Final do Brasileirão de Rainbow Six Masculino (Oi Game Arena)
19h15 Concurso Cosplay (GamePlay Stage by Samsung Odyssey)
20h15 Encerramento (GamePlay Stage by Samsung Odyssey)
21h Encerramento (Oi Game Arena)

Nem só de single player se faz o universo game. Há amizades longas, bonitas e fortes em muitos dos principais títulos de jogos em diversos consoles. Para comemorar o Dia Internacional do Amigo, confira a lista que traz as amizades mais bonitas ou - no mínimo - necessárias do mundo dos games. 

[@#video#@]

##RECOMENDA##

A Ubisoft revelou na última quarta-feira (16), uma lista com mais de 100 títulos que ficarão disponíveis no seu serviço por assinatura, em setembro. O Uplay+ foi apresentado pela primeira vez na E3 deste ano e vai chegar oferecendo mais de 4 mil horas de jogo no modo single-player. Entre os títulos divulgados estão Watch Dogs Legion, Gods & Monsters e Rainbow Six Quarantine.

Quem quiser assinar o serviço, valor do Uplay+ fica em torno de  US $ 14,99 por mês. Além disso, jogadores que se inscreverem no serviço antes do lançamento poderão acessar um teste gratuito que inclui mais de 40 edições de jogos premium, com conteúdo adicional, expansões e DLC. 

##RECOMENDA##

Confira a lista completa do vídeo:

[@#video#@]

Após rumores de que GTA (Grand Theft Auto) 6 se passaria no Rio de Janeiro, fãs da franquia criaram duas petições para inserir o personagem Agostinho Carrara, do siticom brasileiro A Grande Família, como um dos personagens. Apesar da informação de que o game se passaria em terras tupiniquins não ter sido confirmada pela desenvolvedora do jogo, a possibilidade fez os olhos dos brasileiros brilharem.

Uma das petições, no site change.org, já consta com mais de 3 mil assinaturas. Arte com o rosto do personagem foi criada no estilo do game para ilustrar como deveria ser o personagem. O pedido entrou no Trend Topics do Twiiter, nesta segunda-feira (15). O rumor do GTA brasileiro começou no Reddit e a publicação dizia que o game teria fases nas terras cariocas nos anos de 1970 e 1980, mas a informação segue sendo um rumor. 

##RECOMENDA##

[@#video#@] 

Duas das maiores desenvolvedoras de games do país, Riot Games e Ubisoft, formalizaram na última sexta-feira (12), uma carta aberta ao Senado brasileiro. As empresas, responsáveis por alguns dos mais importantes torneios nacionais envolvendo eSports, escreveram em apoio à decisão da senadora Leila Barros (PSB-DF) de dar continuidade ao debate acerca do PL 383/2017.

O Projeto de Lei  prevê a regulamentação dos esportes eletrônicos no Brasil e tem voltado ao debate, após ter sido aprovada por duas comissões do Senado. As empresas defendem a participação de todo o ecossistema gamer na criação de uma regulamentação, inclusive desenvolvedores, organizadores, jogadores profissionais, clubes e torcedores e não apenas de pessoas que não têm contato com o universo de jogos. 

##RECOMENDA##

Apesar das duas desenvolvedoras estarem apoiando a decisão da senadora Leila Barros, de reacender o debate a cerca da regulamentação, a ex-jogadora de vôlei ficou conhecida por dizer que eSports não eram esportes de verdade. “Nós estamos falando sobre as questões éticas, morais dos jogos eletrônicos, mas quando se fala de esporte, tem que ser ouvida a comunidade esportiva porque existe uma preparação para ser atleta, para se entrar em quadra e representar um país, uma liga ou uma empresa. O alto rendimento é isso. É uma entrega", disse a senadora, que já se desculpou publicamente por ter desmerecido a categoria.  

Na carta enviada pela Riot Games e pela UbiSoft as empresas ressaltam a necessidade do debate chegar a diferentes esferas por se tratarem de ambientes distintos, em relação aos esportes tradicionais. 

É importante ressaltar que, diferente dos esportes tradicionais, os esportes eletrônicos possuem características particulares, como o direito garantido por lei sobre a propriedade intelectual das desenvolvedoras e publicadoras, que hoje são responsáveis pela atualização, manutenção e suporte de seus jogos. Essas empresas também investem no cenário esportivo eletrônico sob a forma de criação de infraestrutura e organização de torneios, transmissão de conteúdo, bem como fomento e apoio aos times e jogadores, suportando todo um ecossistema que gera milhares de empregos indiretos e movimenta a economia, tudo isso fazendo parte de uma esfera singular que não se assemelha à espera contemplada na normatização que hoje rege os esportes tradicionais”, diz o comunicado.

A Ubisoft e a Riot Games são responsáveis pelo cenário competitivo de Rainbow Six Siege e League of Legends, respectivamente.

Para quem está ansioso pelos anúncios feitos durante a programação da Comic-Con de San Diego, nos Estados Unidos, a Square Enix decidiu dar um gostinho do que vem por aí em seu painel. A empresa de games afirmou que vai fazer um gameplay especial para os fãs dos Vingadores, no Marvel Games Panel, trazer a motocicleta Hardy Daytona do Cloud, personagem de Final Fantasy VII, entre outras exclusividades. Confira a programação abaixo:

Painéis

##RECOMENDA##

Marvel’s Avengers - Quinta-feira, 18 de julho, 13h30 no Hall H;

Life is Strange - Sábado, 20 de julho, 12h30, Room 5AB 

Outras ativiadades

Sessão de Autógrafos com o Elenco de Marvel’s Avengers (o game)  - Quinta-feira, 18 de julho, às 17h.

Photo Ops, Atividades e Brindes da San Diego Comic-Con - Quinta-feira, 18 de julho a domingo, 21 de julho, no Square Enix Booth. Confira os trajes de Marvel’s Avengers na vida real, suba na icônica moto de Cloud, Hardy Daytona, e tire suas fotos e toque na gigantesca tela de touch para jogar a versão mobile de Final Fantasy Brave Exvius.

O estande da Square Enix também oferecerá uma amostra dos protótipos de mercadorias para os próximos lançamentos, incluindo Action Figures de Final Fantasy VII: remake, play arts Kai, toda a linha de figuras de Final Fantasy IX e muito mais. 

LeiaJá também

--> Final Fantasy VII ganha remake para PS4

--> E3: confira tudo o que rolou de mais incrível no evento

--> Square Enix lança novo trailer de Kingdom Hearts 2.5

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando