Bolsonaro sobre Lula no caso Celso Daniel: Surpreso? Não!

Presidente comentou sobre a afirmativa de Marcos Valério de que o ex-presidente seria um dos mandantes do assassinato

sex, 25/10/2019 - 12:18
Alan Santos/PR Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou, nesta sexta-feira (25), que não estava surpreso com a revelação de que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) seria um dos mandantes do assassinato do prefeito de Santo André, Celso Daniel (PT). Em publicação no Twitter, Bolsonaro comentou o assunto que vem repercutindo no meio político hoje e um dos mais comentados na rede social. 

"Marcos Valério alega que o corrupto presidiário Lula é um dos mandantes do assassinato de Celso Daniel! Surpreso? Não!", escreveu o presidente do microblog.

Embed:

A afirmativa de que Lula seria um dos mandantes do crime que aconteceu em 2002 foi publicada em uma reportagem da revista Veja. De acordo com a matéria, o empresário e operador do mensalão, Marcos Valério, deu detalhes sobre o envolvimento do ex-presidente durante um depoimento ao Ministério Público de São Paulo. 

A matéria aponta que Valério disse que foi chamado para uma reunião no Palácio do Planalto em 2003 pelo então chefe de gabinete de Lula, Gilberto Carvalho, que o contou que o empresário Ronan Maria Pinto estava chantageando Lula e outros petistas e pediu que o silêncio do empresário fosse comprado. Valério contou ter autorizar um pagamento de R$ 12 milhões a Ronan, mas antes disso o empresário teria revelado o motivo da chantagem. 

“Na reunião, Ronan Maria Pinto deixou bem claro que não iria responder pelos fatos sozinho, 'pagar o pato', conforme se expressa; Que Ronan Maria Pinto afirmou com muita clareza e um modo simples que lhe é próprio que iria apontar o presidente Lula como mandante da morte do prefeito Celso Daniel, utilizando-se da expressão 'apontá-lo como o cabeça da morte de Celso Daniel'”, conta do trecho do documento divulgado pela Veja.

COMENTÁRIOS dos leitores