Notícias

| Mundo

Um atentado suicida ocorrido em uma festa de casamento lotada na capital afegã, Cabul, matou pelo menos 63 pessoas, incluindo mulheres e crianças, disseram autoridades do país neste domingo. Este foi o ataque mais violento deste ano em Cabul.

Outros 182 civis ficaram feridos na explosão que ocorreu na noite de sábado, disse o porta-voz do governo, Feroz Bashari. O porta-voz do Ministério do Interior, Nusrat Rahimi, confirmou o número de vítimas, e as famílias já começavam a enterrar os mortos. A explosão ocorreu em um bairro do oeste de Cabul que abriga grande parte da população minoritária xiita Hazara.

##RECOMENDA##

Moradores de Cabul estão indignados com a continuidade da violência, mesmo quando os Estados Unidos e o Taleban dizem que estão se aproximando de um acordo para acabar com o conflito de 18 anos, a guerra mais longa dos Estados Unidos. O Taleban condenou o ataque como "proibido e injustificável" e negou qualquer envolvimento.

O agressor detonou seus explosivos perto do palco onde músicos estavam tocando e "todos os jovens, crianças e todas as pessoas que estavam lá foram mortos", disse uma das testemunhas, Gul Mohammad. Ahmad Omid, um sobrevivente, disse que cerca de 1.200 pessoas haviam sido convidadas para o casamento da prima de seu pai. Fonte: Associated Press.

Centenas de manifestantes de extrema direita e, em posição oposta, grupos antifascistas, saíram às ruas de Portland, Estados Unidos, durante este sábado. A expectativa era de que as manifestações atraíssem simpatizantes de direita de todo o país. Os protestos de direita são organizados pelo "Garotos com orgulho", considerado um "grupo de ódio" pelo Centro de Direito sobre a Pobreza do Sul (SPLC, na sigla em inglês), organização que monitora "grupos de ódio" e outros extremistas nos Estados Unidos.

Durante o dia, oficiais informaram ter recolhido armas como bastões metálicos e de madeira, sprays e escudos de diversos grupos participantes. Há pouco, a polícia local divulgou ter prendido ao menos três pessoas, sem detalhar o que justificou a ação. Para tentar limitar o atuação dos dois grupos nos protestos, a polícia havia fechado ruas e instalado barreiras de concreto em determinados locais.

##RECOMENDA##

Um dos grupos de extrema direita que acompanham as manifestações, o The Oath Keepers, divulgou comunicando informando que não participaria do ato porque os organizadores não teriam feito o suficiente para manter grupos de supremacia branca afastados da iniciativa. "Seria melhor para a causa patriótica/conservadora se a manifestação fosse simplesmente cancelada", escreveu o fundador do grupo, Stewart Rhodes.

Mais de dez agências locais, estaduais e federais dos EUA, incluindo o FBI, enviaram representantes a Portland para acompanhar as manifestações. Durante o dia, o presidente norte-americano, Donald Trump, postou em seu perfil no Twitter que Portland estava sendo "observada muito de perto" e que desejava que o prefeito de Portland, Ted Wheeler, "conseguisse fazer seu trabalho corretamente".

Em entrevista à emissora CNN neste sábado, Wheeler disse que a situação era "potencialmente perigosa e volátil", mas que no início da tarde a maior parte dos grupos de extrema direita já tinha deixado a área onde estavam concentrados. Wheeler tem dito que grupos que pregam o ódio em ou se envolvem em violência não são bem-vindos na cidade. Fonte: Associated Press.

Mulher canadense sobreviveu por milagre quando, após um salto de avião, o paraquedas dela não abriu, nem o paraquedas de reserva.

O acidente ocorreu na cidade de Trois-Rivières, na província de Quebec. A mulher de 30 anos caiu da altitude de 1,5 quilômetros e conseguiu se salvar só devido à queda sobre ramos de árvores.

##RECOMENDA##

Ficando atascada entre os ramos das árvores, ela evitou ferimentos mortais, contudo recebeu muitas fraturas.

Uma testemunha afirmou que "foi um milagre que ela tenha sobrevivido".

Neste momento, a mulher está no hospital. Segundo os policiais, ela salta frequentemente com paraquedas e tem muita experiência.

Da Sputnik Brasil

Um policial do Estado de Washington, nos Estados Unidos, parou para ajudar o que ele pensava ser um veículo quebrado e encontrou outra coisa: o motorista tinha oito telefones ao mesmo tempo jogando Pokémon Go. O motorista foi parado no acostamento da rodovia 518 em Burien, ao sul de Seattle, na noite de terça-feira, 13.

A polícia tuitou uma foto mostrando um quadrado de espuma azul, com os telefones em oito recortes retangulares.

##RECOMENDA##

O policial Rick Johnson, porta-voz da patrulha, explicou que o sargento Kyle Smith não emitiu uma multa porque não observou o carro em movimento enquanto o motorista usava os telefones.

Mas Smith pediu ao motorista para colocar os telefones no banco de trás e seguir em frente, porque parar no acostamento é recomendado apenas para emergências.

Nove pessoas morreram, e várias ficaram feridas em um incêndio em um hotel da cidade ucraniana de Odessa, na madrugada deste sábado (17) - anunciaram os serviços de emergência.

O incêndio no hotel Tokyo Star começou pouco depois da 1h30 local (19h30 de sexta em Brasília).

Com o suporte de 13 veículos de emergência, cerca de 65 bombeiros levaram três horas para apagar as chamas, relataram as autoridades.

Em um comunicado publicado em sua página do Facebook, o presidente Volodimir Zelenski afirmou que quatro dos feridos se encontram em estado crítico.

As autoridades de Odessa disseram que pelo menos 150 pessoas foram evacuadas da área.

A polícia abriu uma investigação por possíveis violações da segurança contra incêndios, enquanto apura as causas do incidente.

"Perdemos oito vidas durante a noite", publicou Zelenski mais cedo, antes da atualização do número de óbitos.

"E não por causa da guerra e dos bombardeios, mas devido a uma negligência criminosa, negligência dos padrões de segurança mais baixos e negligência para com a vida humana", completou.

Zelenski acrescentou que vai garantir "pessoalmente" que os responsáveis sejam punidos "conforme as normas e a lei".

Odessa é uma grande cidade portuária no mar Negro, situada a quase 500 quilômetros ao sul da capital, Kiev. A localidade atrai muitos turistas durante o verão (boreal).

Centenas de pessoas assistiram na sexta-feira (16) ao funeral de uma mulher que mal conheciam, vítima do tiroteio em El Paso no início deste mês, depois que seu marido abriu a cerimônia para público.

Quando Margie Reckard, de 63 anos, morreu baleada no ataque que matou 22 pessoas em uma loja da rede Walmart na cidade fronteiriça do Texas em 3 de agosto, seu marido, Antonio Basco, pensou que teria de enterrá-la sozinho, relata a imprensa local.

O agora viúvo, de 61 anos, casado com Margie por mais de duas décadas, decidiu que "todos eram bem-vindos" à cerimônia. Seu desejo foi publicado no site da funerária.

Antonio e Margie não tiveram filhos, mas ela, sim, de um casamento anterior. Eles também foram se despedir.

O resultado foi comovente. Antonio recebeu uma avalanche de mais de 10.000 mensagens e mais de 900 arranjos de flores, alguns de lugares tão distantes quanto a Ásia, noticiou o jornal "The New York Times".

Na sexta-feira, cerca de 700 pessoas esperaram na fila, sob um calor de quase 38°C, para manifestar seus pêsames.

Diante da inesperada resposta, o funeral, que incluia uma banda de "mariachis" e canto, precisou ser transferido para uma instalação maior.

"Isso é incrível", disse Basco, que chorava ao agradecer a cada um dos presentes, segundo um vídeo publicado on-line pela imprensa local.

"Tínhamos um vínculo que não se pode imaginar", disse Basco na quinta-feira ao jornal local "El Paso Times".

"Ela foi meu primeiro amor", contou.

Todos os dias, o viúvo tem deixado flores no memorial improvisado em homenagem às vítimas na frente da loja da Walmart, onde aconteceu a tragédia.

Alguns dos presentes viajaram de outros municípios e até estados para a cerimônia. E muitos são membros da comunidade abalada por esse ato de violência que pôs a cidade no centro da atenção nacional.

O enterro acontece hoje, no cemitério Restlawn, em El Paso.

Antes do ataque, o agressor, de 21 anos, havia publicado na Internet um manifesto supremacista branco, no qual denunciava uma "invasão hispânica" ao Texas.

El Paso está às margens do rio Grande, que marca a fronteira dos Estados Unidos com o México. Pelo menos 83% de seus 680.000 habitantes são de ascendência hispânica.

Este triste episódio aconteceu horas antes de outro ataque similar em Dayton, no estado de Ohio. Neste último, um homem atirou e matou nove pessoas, reavivando os pedidos por melhores controles sobre a venda e porte de armas nos Estados Unidos.

A Rússia está bem próxima de consolidar o projeto de instalar uma base militar - primeiro naval, depois aérea -, no litoral da Venezuela. Há dois dias, em Moscou, Vladimir Padrino, ministro venezuelano da Defesa, e seu equivalente russo, o general Serguei Shoigu, assinaram um acordo bilateral permitindo o amplo envio de navios de combate das frotas de ambos os países, um para o outro, apenas "por meio de notificação prévia".

Shoigu considerou a medida "um ato de cooperação inédito na região em muitos anos". Padrino destacou a "formalização do protocolo das visitas mútuas" e a possibilidade de discutir "questões referentes à situação atual na Venezuela e o pacto de apoio técnico no campo da defesa".

##RECOMENDA##

Analistas de inteligência militar do Brasil destacaram que a combinação diplomática foi anunciada uma semana após o presidente dos EUA, Donald Trump, declarar um amplo boicote ao governo de Nicolás Maduro. Para o general Shoigu, "qualquer interferência externa é inaceitável, especialmente nesse momento, em que a atmosfera na Venezuela está extremamente tensa".

O estabelecimento de um centro aeronaval russo no litoral venezuelano ganhou consistência a partir de 2005, quando Vladimir Putin e Hugo Chávez firmaram os contratos iniciais de compra de equipamentos e sistemas para as Forças Armadas Bolivarianas. Ao longo dos anos outros compromissos, nos setores da extração de petróleo e gás e de infraestrutura, expandiram os interesses entre Moscou e Caracas. Putin abriu linhas de crédito para Chávez e em 2014 também para Maduro.

A história é mais longa. Em 2007 a Venezuela tomou US$ 17 bilhões em recursos para financiamento de seu programa plurianual de crescimento econômico. Por meio da estatal petrolífera Rosneft, o governo russo obteve a concessão de direitos sobre dois campos de produção na plataforma marítima. As reservas nesses lotes são estimadas em cerca de 146 milhões de barris. Outras duas empresas russas, a Gazprom e a LUKoil, são fornecedoras de serviços para a PDVSA, a estatal de petróleo e derivados fortemente atingida pela crise. A parte não paga da conta chega perto de US$ 3,4 bilhões. Renegociado há dois anos, o débito deve ser quitado em quatro parcelas até 2027.

Militar

 

O quadro favorece o projeto estratégico da base avançada no litoral caribenho. Na Ilha La Orchila, 200 km a nordeste de Caracas, já existem certas facilidades, como campo de pouso e serviços navais. Em 2008 e 2013 o imenso cruzador nuclear Pedro, o Grande, esteve no local, escoltado por duas fragatas. É um gigante de 252 metros de comprimento, 28 mil toneladas de deslocamento, 727 tripulantes, 3 helicópteros, e muito armamento.

Orchila fica a 1.500 km da Flórida. Uma das rotas da eventual intervenção armada na Venezuela passa pelo eixo do pequeno conjunto de afloramentos e, segundo uma declaração de Padrino, "um complexo forte vai tirar do agressor a vontade de agredir, servirá de dissuasão contra um invasor".

Embora não admitido formalmente, o plano do Comando da Aviação de Longo Alcance da Rússia foi apresentado há alguns anos considerando a cessão de uma gleba para abrigar hangares, armazéns, estação de comunicações, núcleo residencial, acessos terrestres e novos canais marítimos.

O general responsável pela ensaio Anatolii Zhikarev, qualificou o estudo de "exercício teórico". Mas admitiu: para os grandes bombardeiros Tu-160 Blackjack - supersônicos com capacidade de ataque nuclear, vistos a intervalos regulares desde 2013 na base de Maiquetía, bem próxima de Caracas -, "uma escala para descanso e reabastecimento depois de 17 mil km de voo seria quase um presente". Melhor ainda, no Caribe.

A necropsia realizada em Jeffrey Epstein determinou que o bilionário americano morreu por enforcamento, reportou nesta sexta-feira (16) o jornal The New York Times.

O resultado foi divulgado seis dias depois de o homem de 66 anos, acusado de exploração sexual de menores, ter sido encontrado morto em sua cela em uma prisão de Manhattan.

Funcionários anônimos citados pelo jornal The New York Times disseram que ele usou seus lençóis para se enforcar.

A morte do magnata, que estava detido em um dos centros penitenciários mais seguros do país, causou revolta nos Estados Unidos, suscitando dúvidas e teorias da conspiração.

Embora as autoridades tenham apontado no sábado um aparente suicídio, muitos insinuaram que ele havia sido assassinado para proteger as muitas personalidades com quem ele se relacionava.

O procurador geral dos Estados Unidos, William Barr, lançou no mesmo sábado duas investigações que revelaram "sérias irregularidades" na prisão.

Embora não as tenha detalhado, o diretor foi transferido e os dois guardas encarregados de vigiar Epstein na noite de sexta e sábado foram suspensos.

Os funcionários da prisão citados pelo The New York Times disseram que os guardas haviam dormido três horas quando se supunha que deveriam fazer rodadas a cada meia hora.

Dias antes de sua morte, em 23 de julho, Epstein havia sido encontrado jogado no chão de sua cela com marcas no pescoço, após uma aparente tentativa de suicídio.

Ele era acusado de exploração sexual de menores de idade e outro de associação para explorar sexualmente menores de idade entre 2002 e 2005.

Epstein, que negava acusações, poderia ser condenado a 45 anos de prisão.

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, supervisionou mais um teste com uma nova arma não especificada, segundo a Agência Central de Notícias da Coreia (KCNA, na sigla em inglês). Esta é a sexta rodada de testes militares norte-coreanos desde julho.

O Exército da Coreia do Sul confirmou a informação, relatando que dois projéteis foram lançados a partir da costa leste da Coreia do Norte, que voaram cerca de 230 quilômetros e caíram no oceano entre a península coreana e o Japão.

##RECOMENDA##

A KCNA noticiou que Kim expressou "grande satisfação com as incríveis e misteriosas taxas de sucesso" dos testes e prometeu construir "forças militares invencíveis que ninguém ousará provocar". As demonstrações de armas são vistas como uma tentativa de pressionar Washington e Seul a retomar negociações nucleares. Fonte: Associated Press.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, revelou que tem jantar nesta noite de sexta-feira com Tim Cook, executivo-chefe da Apple. "Eles gastarão grandes somas de dinheiro nos EUA. Ótimo!", afirmou no Twitter.

Em outra mensagem, Trump informou que havia realizado mais cedo uma reunião sobre o Afeganistão. Segundo ele, há muitos contrários atualmente ao conflito de 19 anos naquele país, enquanto o presidente disse buscar um acordo sobre o tema, "se possível".

##RECOMENDA##

O corpo de um jovem venezuelano foi encontrado decapitado em Boa Vista (RR), em um terreno baldio próximo a um abrigo para imigrantes. A vítima também estava sem o braço esquerdo e com uma algema no braço direito, além de ter as pernas amarradas por uma lona.

O corpo foi encontrado na manhã desta sexta-feira, 16, na Avenida General Sampaio, bairro Treze de Setembro, por agentes da Força Nacional. O local é conhecido por abrigar muitos venezuelanos que se instalam nas proximidades do abrigo operado pela Operação Acolhida, da Força Tarefa Humanitária, à espera de uma vaga.

##RECOMENDA##

Segundo informações do Instituto Médico Legal em Roraima (IML-RR), a vítima foi identificada como Diego Andres Piamo, de 20 anos. A identificação foi possível após terem sido encontrados documentos e uma carteira de trabalho junto ao corpo da vítima. O IML-RR informou também que ainda não foram localizados os parentes de Diego.

A reportagem entrou em contato com a Força Nacional para obter mais informações sobre o caso, porém, a instituição não repassou detalhes mais aprofundados do ocorrido. O caso deverá ser investigado pela Delegacia Geral de Homicídios (DGH) em Roraima.

O suspeito de matar sua meia-irmã e atirar contra uma mesquita na região de Oslo há uma semana admitiu os crimes sem uma confissão formal, informou a polícia nesta sexta-feira.

Philip Manshaus, 21 anos, foi colocado sob prisão preventiva na segunda-feira passada, sob suspeita de assassinato e "ato terrorista".

Durante o interrogatório desta sexta-feira, "o suspeito admitiu os fatos, mas não fez uma confissão formal", disse o oficial Pal-Fredrik Hjort Kraby, da polícia de Oslo.

Manshaus é suspeito de ter assassinado sua meia-irmã de 17 anos, Johanne Zhangjia Ihle-Hansen, antes de entrar na mesquita Al Noor, em um subúrbio de Oslo, e abrir fogo até ser dominado por um homem de 65 anos.

No momento do ataque, havia apenas três fiéis na mesquita e ninguém ficou ferido seriamente.

Manshaus compareceu a um tribunal esta semana com hematomas e cortes no rosto, no pescoço e nas mãos.

A polícia afirma que o jovem apresentou "pontos de vista de extrema direita" e "posturas xenófobas", e gravou o ataque a mesquita com câmeras instaladas em seu casaco.

Inicialmente, Manshaus havia negado as acusações.

A cidade de El Paso se reunirá nesta sexta-feira (16) para acolher Antonio Basco, que ficou sozinho no mundo depois de perder sua mulher na matança perpetrada há dois semanas nessa cidade de maioria latina que deixou 22 mortos, entre eles oito mexicanos.

Margie Kay Reckard, de 63 anos, morreu em 3 de agosto quando um homem armado com um fuzil entrou em um supermercado atirando. O acusado confessou à polícia que seu alvo eram os "mexicanos".

"Tínhamos um vínculo que não se pode imaginar", disse Basco na quinta-feira no jornal local El Paso Times. "Ela foi meu primeiro amor", contou sobre a relação.

Sem outros parentes, a morte de sua mulher deixou Basco sozinho no mundo. Por isso, a funerária Perches Funeral Homes avisou que "todos eram bem-vindos" à cerimônia e depois que o aviso foi publicado no site, começaram a chegar flores e mensagens de estímulo de desconhecidos.

O diretor da funerária, Harrison Johnson, disse que Basco pensou que "ia enterrar sua mulher sozinho".

Devido à grande quantidade de respostas recebidas, a casa funerária transferiu a cerimônia para um lugar mais espaçoso para acolher os que querem acompanhar Basco nesta sexta-feira.

Manhattan ficou em alerta por mais de duas horas na manhã desta sexta-feira (16), depois que três itens suspeitos foram encontrados no metrô, mas que acabaram se revelando apenas panelas elétricas de arroz vazias e inofensivas.

O alerta foi dado por volta das 7h da manhã, hora local, quando um passageiro localizou uma panela abandonada na estação de metrô da Fulton Street, perto do World Trade Center, um bairro reconstruído após os ataques de 11 de setembro de 2001, explicou a polícia de Nova York em coletiva de imprensa.

Foi, então, encontrada uma segunda panela em outro lugar da mesma estação. A área foi rapidamente evacuada, e duas das principais linhas de metrô, interrompidas.

As duas panelas na estação Fulton Street foram deixadas pelo mesmo homem, que as tirou de um carrinho, segundo imagens das câmeras de segurança.

Enquanto a polícia anunciava que havia verificado que os objetos eram inofensivos, um terceiro objeto suspeito foi encontrado um pouco mais ao norte, na área de Chelsea. Segundo a polícia, o objeto também era uma panela elétrica de arroz vazia.

Foi em Chelsea que uma panela de pressão com uma bomba caseira explodiu em setembro de 2016, causando pânico e ferindo 31 pessoas em uma cidade que não registrava um ataque desde 2001.

Um simpatizante jihadista de origem afegã, Ahmad Rahimi, foi considerado culpado por colocar três bombas no total - uma em Nova Jersey e duas em Chelsea -, embora apenas uma delas tenha explodido. Ele foi condenado à prisão perpétua em fevereiro de 2018.

O presidente do Gabão, Ali Bongo Ondimba, assistiu nesta sexta-feira (16) em Libreville uma cerimônia e foi visto pela primeira vez dez meses depois de sofrer um acidente cardiovascular.

Essa foi sua primeira aparição pública, fora do palácio, e filmada por meios de comunicações não oficiais, em um momento em que a oposição discute se ele tem ou não condições de continuar no cargo.

Bongo, de 60 anos, usava uma bengala para se locomover e foi ajudado por assessores para subir uma escada para depositar uma coroa de flores no mausoléu do primeiro presidente do país, Léon Mba.

A representante (deputada) americana Rashida Tlaib se recusou, nesta sexta-feira (16), a usar um visto humanitário concedido por Israel para visitar sua avó na Cisjordânia.

Em um primeiro momento, seu pedido de visto de trabalho foi rejeitado por seu apoio ao boicote ao Estado hebreu.

"Decidi que visitar minha avó sob estas condições opressoras é contra tudo em que acredito na luta contra o racismo, a opressão e a injustiça", tuitou a política democrata de origem palestina.

Ontem, as autoridades israelenses proibiram a visita de Rashida e de Ilhan Omar, duas representantes democratas críticas a Israel e que apoiam o boicote contra o país.

Ambas são críticas ferrenhas do presidente americano, Donald Trump, e são as primeiras muçulmanas eleitas representantes no Congresso dos Estados Unidos. Rashida Tlaib também é a primeira congressista americana de origem palestina.

Rashida nasceu em Detroit, no estado do Michigan, em uma família de imigrantes palestinos, enquanto Omar nasceu na Somália e chegou aos Estados Unidos como refugiada, quando era pequena.

Depois de ter seu visto negado na quinta-feira, Rashida apresentou solicitou uma permissão humanitária para visitar sua avó, no povoado de Beit Ur al Fauqa, perto de Ramallah, na Cisjordânia ocupada.

"Pode ser minha última chance de visitá-la", alegou a congressista em uma carta divulgada na Internet. Nesta sexta, ela descartou a viagem a Israel, porta de entrada para os territórios palestinos.

"Quando ganhei, dei ao povo palestino a esperança de que alguém finalmente fosse dizer a verdade sobre as condições desumanas. Não posso permitir que o Estado de Israel apague esta luz me humilhando e usando o amor por minha 'sity' (avó) para me dobrar com suas políticas opressoras e racistas", afirmou.

Ao solicitar a permissão humanitária, Tlaib havia se comprometido a "respeitar todas as restrições" e a não promover o boicote a Israel durante a visita.

"Me silenciar e me tratar como uma criminosa não é o que ela quer para mim. Isso mataria um pedaço de mim", disse nesta sexta.

O movimento BDS (Boicote, Desinvestimento, Sanções) faz um apelo ao boicote econômico, cultural e científico de Israel para protestar contra a ocupação dos Territórios Palestinos.

Em 2017, Israel votou uma lei que permite proibir a entrada em seu território aos partidários do BDS. Israel vê o movimento como uma ameaça estratégica e o acusa de antissemitismo. Os ativistas rejeitam a acusação, alegando que querem apenas ver o fim da ocupação.

Em um comunicado divulgado ontem, Hanane Achraui, membro do comitê executivo da Organização para a Libertação da Palestina (OLP), criticou a decisão de Israel, considerando-a "escandalosa".

"A decisão israelense de proibir as eleitas do Congresso Rashida Tlaib e Ilhan Omar de visitarem a Palestina é um ato de hostilidade escandaloso contra o povo americano e seus representantes", declarou Achraui.

A produção de petróleo dos membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) caiu novamente em julho devido, em particular, à Arábia Saudita, disse o porta-voz em seu relatório mensal publicado na sexta-feira (16).

A Arábia Saudita produziu 134.000 barris por dia (bd) menos em julho do que em junho, para estabelecer sua produção em 9.698 milhões de barris por dia (mbd).

Entre os outros membros, a produção também diminuiu no Irã (-47.000 bd), afetada por sanções econômicas após a retirada dos EUA do acordo internacional sobre seu programa nuclear.

Globalmente, a produção de petróleo bruto da Opep caiu 246.000 bd em um mês e totalizou 29.609 mbd.

Os 24 países da Opep e seus 10 aliados do grupo chamado OPEC +, incluindo a Rússia, se comprometeram em 2016 a limitar sua produção para apoiar os preços, em um contexto de desaceleração do crescimento econômico global.

Reunidos em Viena no início de julho, eles estenderam seu acordo visando reduzir a oferta acumulada de 1,2 MBD em relação a outubro de 2018 por mais nove meses. /CN

A princesa Cristina faleceu nesta sexta-feira (16) em Haia, aos 72 anos, vítima de um câncer ósseo - anunciou a família real holandesa. "Estamos tristes pela morte de nossa querida irmã e tia. Cristina tinha uma personalidade cativante e um grande coração", tuitaram a princesa Beatriz e o casal real, formado pelo rei Willem-Alexander e pela rainha Máxima.

Princesa de Orange-Nassay e de Lippe-Biesterfel, Maria Cristina nasceu com cegueira parcial, em 18 de fevereiro de 1947. Casou-se em 1975 com o professor cubano no exílio Jorge Guillermo, com quem teve três filhos: Bernardo, Nicolás e Juliana. Após seu divórcio em 1996, não era mais elegível à linha sucessória do trono.

Era a quarta filha da rainha Juliana e do príncipe Bernardo e irmã caçula da princesa Beatriz, que reinou na Holanda entre 1980 e 2013. Neste ano, Beatriz abdicou do trono em benefício de seu filho mais velho, o príncipe Willem-Alexander.

Pelo menos duas pessoas morreram, e outras 25 ficaram feridas, nesta sexta-feira (16), pela explosão de uma bomba em uma mesquita do Baluchistão, uma instável província do sudeste do Paquistão - informaram fontes policiais.

A explosão foi causada por uma bomba de fabricação artesanal colocada debaixo de um assento destinado ao imã desta mesquita e ativada remotamente, declarou o chefe de polícia do Baluchistão, Mohsin Hassan Butt.

"Pelo menos duas pessoas, entre elas o imã, morreram, e 25 ficaram feridas", disse Butt à AFP. O oficial de polícia Abdul Razzaq Cheema confirmou número de vítimas e o incidente, registrado na cidade de Kuchlak, a 20 quilômetros de Quetta, a capital provincial.

Até o momento, nenhum grupo assumiu a autoria do atentado. Fronteiriço com Irã e Afeganistão, o Baluchistão é a maior e a mais pobre de todas as províncias do Paquistão.

Nela, são registrados regularmente atos violentos cometidos por separatistas locais, ou por grupos jihadistas.

Em meados de abril, um atentado suicida reivindicado tanto pelo grupo Estado Islâmico quanto por uma facção dos talibãs paquistaneses deixou 20 mortos e 48 feridos.

A Colômbia inaugurou, nesta quinta-feira (15), o que apresentou como o túnel rodoviário mais longo da América Latina, com 8,2 quilômetros entre a cidade de Medellin ao Vale de San Nicolás, no noroeste do país.

"Esta é uma obra emblemática, uma obra que mostra o melhor da nossa engenharia, que revela o melhor da nossa capacidade criativa", declarou o presidente Iván Duque durante sua inauguração.

O Túnel do Oriente começou a ser construído em janeiro de 2015 e teve um custo final de 320 milhões de dólares, obtidos por meio de uma associação público-privada envolvendo o governo de Antioquia e a prefeitura de Medellin.

A construção integra um via de 24 km que inclui viadutos, pontes e outros túneis que encurtará em quase meia hora a viagem entre Medellin e o aeroporto internacional que atende a cidade.

O túnel rodoviário mais longo do mundo é o Laerdal, no oeste da Noruega, com 24,5 km entre Laerdal e Aurland.

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando