Esportes

| Geral

Uma quantia recorde de 33,5 milhões de dólares está em jogo, mas os jogadores profissionais de eSports que participam esta semana de um torneio internacional em Xangai enfrentam riscos para a saúde como perda de visão, problemas digestivos ou lesões nas mãos.

"Como é possível que alguém se lesione jogando videogame?", questionava Evgenii 'Blizzy' Ri, reputado jogador de 24 anos procedente do Quirguistão.

##RECOMENDA##

Até o dia que um médico lhe aconselhou tirar seis meses de descanso para que sua visão se recuperasse.

Evgenii 'Blizzy' Ri joga para a Natus Vincere (NAVI) e participa esta semana no The International, uma competição em nível mundial, apresentada como a mais bem dotada economicamente da história dos eSports.

Junto a seus colegas, o jogador quirguiz disputará com 17 equipes no jogo Dota 2, muito praticado por profissionais, ante milhares de espectadores reunidos em um estádio coberto em Xangai.

As partidas do torneio podem ser acompanhadas por centenas de milhares de outros apaixonados por eSports através de populares plataformas de streaming na internet.

Se a NAVI ganhar no domingo, Evgenii e seus colegas ficarão milionários. Mas seria um triunfo pago com possíveis riscos para sua saúde.

- 'Necessito jogar' -

"Antes não me preocupava com isso. Mas agora tenho a impressão de que (...) não consigo ver muito bem", explica 'Blizzy', que joga há dez anos e treina mais de 12 horas por dia.

Foi aconselhado a usar óculos, mas ele achava desconfortável. E de todos os modos, aponta, sua visão deteriorada não afeta seu desempenho porque a tela fica muito perto dele.

"Meu médico me pediu para ficar longe do computador por seis meses, mas não posso fazer isso. Necessito jogar", diz.

Segundo vários jogadores presentes no torneio de Xangai, a doença que mais se repete entre os profissionais é a síndrome do túnel do carpo.

Esta síndrome ocorre devido aos gestos repetitivos da mão e do punho. A pessoa afetada pode sentir dormência, dor ou formigamento nos dedos.

Nos casos mais graves pode ser necessária uma intervenção cirúrgica.

Para alguns jogadores esse problema implica inclusive em sua aposentadoria profissional.

Outros apontam dores nas costas, produzidas por passarem quase o dia todo sentados.

"Após jogar me tornei treinador porque não suportava as dores", explica Kurtis 'Aui_2000' Ling, da equipe Newbee.

- Dores no corpo -

Outro risco dos eSports: a pressão nervosa às vezes extrema dos jogadores. Em particular quando estão em jogo quantias astronômicas que poderiam solucionar a vida financeira.

Os participantes são em geral jovens, em torno aos 20 anos, e se enfrentam em um meio ultracompetitivo.

"Às vezes sinto o meu corpo muito dolorido", conta Ryan 'Raging Potato' Jay Qui, do time Mineski.

Embora os eSports atraiam há alguns anos fluxos de dinheiro significativos, existem outros aspectos que mantêm a categoria afastada das normas dos demais esportes profissionais.

Kurtis 'Aui_2000' Ling, o treinador da Newbee, explica que cada vez mais equipes recorrem a cinesiólogos, preparadores físicos e psicólogos. Mas a maioria não faz isso por causa dos custos.

Roman Dvoryankin, diretor-geral do Virtus.pro, explica que muitos profissionais não têm consciência da importância de uma boa alimentação, de fazer exercícios ou de se sentar corretamente.

"Constatamos em alguns jogadores que seu sistema imunológico não funciona corretamente, e que têm problemas de estômago", indica Dvoryankin.

"Todas as equipes tentam fazer seus jogadores entenderem que é necessário fazer pausas, exercícios, alongar-se bem (...), mas às vezes fica complicado mudar seus hábitos cotidianos".

A ex-campeã do UFC, a americana Ronda Rousey, tem levado sua vida longe dos octógonos. Ronda tem seguido a vida de atriz e nesta terça-feira (20) publicou em seu Instagram uma lesão digna de uma batalha, mas o ferimento no dedo de Ronda aconteceu enquanto gravava a série '911' do canal Fox.

O ferimento aconteceu a alguns meses, mas a lesão já era de conhecimento do grande público. Ronda contou em seu Instagram como tudo aconteceu: “No primeiro take do dia uma porta de barco caiu na minha mão, eu pensei que só havia apertado meus dedos então terminei o take antes de olhar", revelou.

##RECOMENDA##

Ao perceber que quase perdia o dedo, Ronda se dirigiu até o diretor da série e foi encaminhada ao hospital, “Rapidamente recolocaram meu osso e tendão de volta com uma placa e parafusos. Eu voltei a filmar no dia seguinte e terminei minhas cenas antes de voltar para casa e me recuperar. A medicina moderna me impressiona, três dias depois eu já tinha 50% do alcance no movimento de volta", concluiu.

Além de trilhar o caminho das telinhas, Ronda Rousey também tem aparecido nas lutas livres da WWE. Através do site oficial, a WWE informou que Ronda vai ficar longe dos ringues por tempo indeterminado. 

Confira a publicação, imagem forte:

[@#video#@]

LeiaJá também

--> Figueirense não entra em campo e perde por W.O. na Série B

A UNINASSAU – Centro Universitário Mauricio de Nassau, no Recife, promove, nos dias 20, 22, 27 e 29 de agosto, uma seletiva para o time masculino de Futsal. Os atletas escolhidos irão integrar o time e poderão ganhar descontos nas mensalidades dos cursos oferecidos pela Instituição. 

 O futsal da UNINASSAU é tetracampeão no JUBs, faturando o troféu em 2018 (Maringá), 2012 (Foz do Iguaçu), 2013 (Goiânia) e 2014 (Aracaju). Agora, a equipe está abrindo as portas para a entrada de novos atletas que sejam ou não estudantes da Instituição. Para isso, os interessados devem apresentar um bom desempenho nos dias das seletivas.

##RECOMENDA##

O coordenador de esportes da UNINASSAU, Hermógenes Brasil, destaca que essa “é uma oportunidade para que novos atletas possam integrar o elenco vencedor da Instituição.” “Um dos nossos pilares é o incentivo ao esporte, mas sem esquecer dos estudos. Por isso, os atletas precisarão estar cursando ou ingressar em um curso da UNINASSAU para que possam ingressar no time”, complementa.

Os interessados em participar da seletiva devem comparecer à quadra da Instituição às 12h dos respectivos dias. O ginásio fica no Bloco A do campus Graças, localizado na R. Guilherme Pinto, 114.

Convite

O treinador da UNINASSAU, Vanildo Neto, foi convidado para ser técnico da seleção brasileira sub-20 de futsal. O profissional aceitou a proposta e irá acumular a função na equipe brasileira e na Instituição.

Da assessoria

A Câmara Municipal do Recife realizou a sessão solene pela criação do Dia do Profissional da Imprensa Esportiva nesta segunda-feira (19) e aproveitou para homenagear o radialista e narrador Luiz Cavalcanti que nasceu no dia 19 de agosto. Luiz que faleceu em 2017 foi representado pelo seu neto Luiz Cavalcanti silva Neto. Foram 39 cronistas homenageados.

A vereadora Goretti Queiroz, autora do projeto de lei n° 110/2019, falou ao LeiaJá sobre a importância de ter uma data comemorativa para imprensa esportiva no município do Recife.

##RECOMENDA##

"Para mim é uma honra enorme ter sido autora desse projeto, inclusive porque sou radialista, comecei minha vida profissional no esporte amador, sendo repórter, e nada mais justo do que homenagear minha classe. Eu particularmente me preocupo com a minha categoria", disse.

"Acho que poderíamos aproveitar a data para se discutir o jornalismo, aproveitar a data para fazer seminários, discutir as novas formas de atuação. Devemos aproveitar a data não só como um dia a mais no calendário, mas para discutir o futuro da profissão", complementa. 

Vereadora Goretti Queiroz ao lado do Neto de Luiz Cavalcanti recebendo homenagem da Câmara Municipal do Recife. Foto: Júlio Gomes/LeiaJáImagens

O presidente da Associação dos Cronistas Desportivos pernambucanos, André Luiz Cabral, comemorou o projeto e falou sobre a homenagem a Luiz Cavalcanti.

"Uma grande honra para toda crônica esportiva. O cronista esportivo não faz gol, não é ídolo da torcida, mas é parte integrante. Muitas vezes leva o torcedor para o estádio. Ter uma oportunidade através da vereadora Goretti Queiroz de homenagear o cronista esportivo no dia do nascimento de Luiz Cavalcanti deixa sem dúvida nenhuma toda crônica se sente lisonjeada", finaliza.

Depois da estreia positiva no comando do Cruzeiro, ao vencer o líder Santos, por 2 a 0, o técnico Rogério Ceni fez questão de render créditos e rasgar elogios a todos dentro do clube por esta sua primeira vitória. Ele enalteceu o apoio da torcida e até brincou com o fato de não ter sido vaiado pela primeira vez no Mineirão. E deu méritos aos jogadores por esta importante vitória, que acabou com uma série de nove jogos sem triunfos, sendo que, no Brasileirão, o jejum era de 11 partidas.

"Apesar do momento difícil, existe um astral muito positivo dentro do clube, desde os funcionários, aos jogadores e a todos de forma geral. Termos 45 mil torcedores nos apoiando é algo importante e achei incrível que pela primeira vez não fui vaiado, o que sempre acontecia nos meus tempos de jogador. O time saiu aplaudido porque mereceu", apontou Ceni.

##RECOMENDA##

Em seguida, ele abriu um espaço para elogios os jogadores que, segundo o técnico, superaram as suas expectativas. "Os jogadores foram os protagonistas. Eles foram os melhores caras que poderiam ter sido hoje. É sinal de que a qualidade existe no elenco, mesmo porque os caras são diferentes", disse Ceni, ressaltando ainda que muitos dos jogadores que estão ali, ainda recentemente, conquistaram vários títulos pelo clube.

"É preciso respeitar a história de cada um deles. Nos corredores do clube a gente vê os nomes e fotos deles com conquistas importantes em 2013 e 2014 e, agora, em 2017 e 2018. É preciso ter respeito para tudo que foi conquistado por eles defendendo a camisa do Cruzeiro", completou.

Em relação ao jogo, Ceni reconheceu que a situação ficou mais fácil após a expulsão precoce de Gustavo Henrique, logo no primeiro minuto de jogo. "A partir daí eu mudei o time, colocando o Fred para ter um homem de referência lá dentro da área. Ele estava no banco e não reclamou de nada. Entrou e deu conta do recado. Como fiz a mudança até pedi desculpas para o Egídio, mesmo porque não costumo mudar desta forma. Foi uma necessidade", justificou.

Para o técnico, a posição do Cruzeiro ainda não é condizente com a grandeza dele na história do futebol brasileiro. "Mas vamos trabalhar jogo a jogo. O time vai evoluir e voltar a dar alegrias para a torcida. Esta semana nem tivemos tempo de treinar, o que vai acontecer agora nas próximas rodadas", concluiu. Após o término da 15ª rodada, o Cruzeiro deixou a zona de rebaixamento e agora soma 14 pontos e ocupa a 16ª posição.

O Paris Saint-Germain saiu na frente, mas cedeu a virada e perdeu por 2 a 1 para o Rennes, neste domingo (18), fora de casa, pela segunda rodada do Campeonato Francês. Edinson Cavani abriu o placar para os parisienses, mas viu M'Baye Niang e Romain Del Castillo garantirem o triunfo dos anfitriões, algozes do time da capital na final da Copa da França na última temporada. Em meio às especulações de saída do PSG, Neymar não foi relacionado para a partida.

Com futuro indefinido, o brasileiro treinou com os demais companheiros, mas ficou de fora do compromisso pelo torneio nacional. No sábado, o técnico do PSG, o alemão Thomas Tuchel, disse que ainda é "cedo demais" para Neymar voltar aos gramados. Oficialmente, o clube informa que o brasileiro tem treinado separado do grupo porque segue um cronograma individual para se recuperar plenamente da lesão no quinto metatarso do pé direito que o tirou da Copa América.

##RECOMENDA##

No entanto, há o desejo do craque brasileiro de deixar o PSG. Barcelona e Real Madrid têm interesse em contratar o jogador, que custou 222 milhões de euros (cerca de R$ 822 milhões à época) ao clube parisiense em agosto de 2017, na maior transação da história do futebol.

No jogo deste domingo, o time da capital teve entre seus titulares, além de Cavani, o astro francês Kylian Mbappé. Entretanto, o estelar elenco não foi capaz de sair vitorioso do estádio Roazhon Park.

Cavani até abriu o placar aos 36 minutos do primeiro tempo, aproveitando grande falha da zaga do Rennes. O goleiro Salin demorou para dominar um recuo mal feito e entregou a bola de presente para o atacante uruguaio, que não perdoou. A vantagem dos visitantes, porém, não durou muito. Aos 44, o ponta senegalês Niang recebeu dentro da área, fez o giro dentro e chutou com firmeza para empatar, igualando o marcador antes do intervalo.

E a conversa de Tuchel com os jogadores do PSG pareceu não surtir efeito. Logo aos três minutos da etapa final, o atacante francês Castillo cabeceou para sacramentar a virada. A defesa parisiense foi lenta na jogada e Thiago Silva não saltou para dividir com o adversário. Outro zagueiro brasileiro, Marquinhos também foi titular dos visitantes, jogando como volante. O time de Paris não conseguiu reagir e o Rennes confirmou o triunfo em casa.

Com o resultado, o PSG estacionou nos três pontos e caiu para o oitavo posto da tabela. Já o Rennes soma seis e aparece em segundo, atrás do líder Lyon apenas pelo saldo de gols. Na próxima rodada, o vice-líder visita o Strasbourg, no domingo, às 12 horas (de Brasília). No mesmo dia, às 16h, o time da capital recebe o Toulouse no Parque dos Príncipes.

Nos outros jogos deste domingo pela segunda rodada do Francês, dois empates. O Saint-Étienne recebeu o Brest e a partida terminou em 1 a 1. Julien Faussurier marcou para os visitantes, antes de Denis Bouanga igualar. Rival do Rennes na próxima semana, o Strasbourg visitou o Reims e as equipes não saíram do zero.

O técnico Cuca pediu paciência com Daniel Alves e Juanfran após a estreia da dupla no São Paulo na vitória por 1 a 0 sobre o Ceará, neste domingo, no Morumbi. O camisa 10 não atuava desde o dia 7 de julho, enquanto o espanhol havia feito sua última partida em 18 de maio.

"Temos que dar um desconto porque é uma equipe que ainda está em formação. É natural que eles não vão render tudo que possa na estreia. Juanfran foi o primeiro jogo fora do país dele por uma equipe. Temos de ter paciência e calma. Achei que tinha de colocar para não perder tempo", afirmou Cuca, em entrevista coletiva.

##RECOMENDA##

O treinador também falou que a dupla dá uma "luz bem maior" ao São Paulo. Aos 36 anos, Daniel Alves é o maior vencedor do futebol mundial, com 40 títulos. Juanfran tem 34 anos e é ídolo do Atlético de Madrid, além de já ter conquistado uma Eurocopa com a seleção espanhola. "Dão uma luz bem maior a todos. Para a torcida e para todo mundo. Mas a responsabilidade é a mesma. O São Paulo tem obrigação de lutar pelo título em qualquer competição que disputar", disse o comandante.

Cuca ainda comparou a presença de Daniel Alves no São Paulo com a de Ronaldinho Gaúcho no Atlético-MG. Ele tem encantado os jovens do elenco, que admitem serem fãs do jogador. "O Daniel se apresentou bem para o jogo, muitas vezes foi servido e outras não. Ele está buscando o encaixe, são poucos treinos, jogadores diferentes e outra posição. Essa idolatria é normal com esses jovens que estão jogando. Acho que é a mesma idolatria de quando eu dirigi o Atlético-MG com o Ronaldinho. Espero que dê uma luz aqui também", analisou o técnico.

Camisa 10, Daniel Alves atuou como meio-campista no São Paulo. O jogador tem o objetivo de disputar a Copa do Mundo de 2022 e é convocado pelo técnico Tite para a lateral direita. Cuca pensa em falar com o treinador da seleção brasileira sobre o assunto.

"Acho que não impacta porque é um jogador versátil. Eu já até pensei se tem algum reflexo negativo, penso em até falar com o Tite a respeito disso, mas o Daniel sabe que aqui é uma situação e a seleção é outra. Eu ia fazer uma troca tática colocando o Daniel na direita e o Antony na esquerda, mas fizemos o gol e achei que seria desnecessária essa mudança", declarou Cuca.

O São Paulo volta a campo nesta quarta-feira, às 19h15, contra o Athletico-PR, na Arena da Baixada, em jogo adiado da 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe tricolor vem de quatro vitórias consecutivas e ocupa o quinto lugar na tabela.

O Vitória deixou a zona de rebaixamento e frustrou o plano do CRB em entrar no G4 ao derrotar o rival pelo placar de 1 a 0, no estádio Rei Pelé, neste domingo (18), no encerramento da 16ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o time baiano subiu para a 16ª colocação, com 17 pontos, empurrando o América-MG, também com 17, para a área de risco da tabela. Já o CRB acabou caindo para a oitava posição, com 23, a três da Ponte Preta, em quarto e que hoje fecha a zona de acesso à elite nacional.

##RECOMENDA##

Com mais de 60% de posse de bola, o CRB sufocou o Vitória durante todo o primeiro tempo, mas teve dificuldade nas finalizações. O time baiano, então, se defendeu bem e acabou sendo decisivo quando criou sua única chance de gol. Aos 42 minutos, Caicedo foi derrubado por Vinícius Silvestre, e o árbitro marcou pênalti. Felipe Gedoz foi para a cobrança e mandou para o fundo das redes.

O time alagoano acabou sentindo o gol e por muito pouco não sofreu o segundo aos 48 minutos. Caicedo foi lançado em velocidade. Ele invadiu a área e chutou em cima do goleiro Vinícius. Na sobra, Felipe Gedoz cruzou e Anselmo Ramon tentou de letra. O atacante, no entanto, errou o alvo e desperdiçou grande oportunidade de ampliar.

Ainda no primeiro tempo, um lance curioso chamou a atenção de todos. Ao sofrer uma falta de Baraka, Willie partiu para cima do adversário e chegou a dar um soco. O árbitro Salim Chaves apenas conversou com o atacante e mandou o jogo seguir.

O Vitória voltou para o segundo tempo pressionando o CRB. Aos cinco minutos, Wesley acionou Caicedo, que invadiu a área pela esquerda e chutou para fora. A resposta veio em tentativa de longa distância com Élton. O atacante parou na defesa, em dois tempos, de Martín Rodríguez.

Atrás do placar, o CRB se atirou ao ataque, mas deixou a defesa desguarnecida. Em contra-ataque puxado por Caicedo, o atacante chutou em cima de Vinícius. Lucas Cândido aparecia livre bem do lado. Depois foi a vez de Wesley exigir grande defesa de Vinícius.

Antes do apito final, mais uma chance para cada lado. Alisson recebeu dentro da área e mandou de bico. Martín Rodríguez pegou. A resposta foi com Capa. O lateral buscou o ângulo, mas Vinícius defendeu. No entanto, não conseguiu evitar a derrota do time alagoano.

Na próxima rodada, o Vitória enfrenta o América-MG na quarta-feira, às 19h15, no estádio Barradão, em Salvador. No mesmo dia, às 21h30, o CRB visita a Ponte Preta no Moisés Lucarelli, em Campinas.

FICHA TÉCNICA

CRB 0 X 1 VITÓRIA

CRB - Vinícius Silvestre; Daniel Borges, Wellington Carvalho, Victor Ramos e Igor; Claudinei (Bryan), Lucas Abreu e Felipe Ferreira (William Barbio); Alisson Farias, Willie e Hugo Sanches (Élton). Técnico: Marcelo Chamusca.

VITÓRIA - Martín Rodríguez; Van, Everton Sena, Ramo e Capa; Baraka, Léo Gomes e Felipe Gedoz (Lucas Cândido); Anselmo Ramon (Eron), Wesley e Caicedo (Ruy). Técnico: Carlos Amadeu.

GOLS - Felipe Gedoz, aos 42 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Salim Fende Chavez (SP).

CARTÕES AMARELOS - Victor Ramos (CRB); Baraka, Everton Sena, Lucas Cândido, Ramon e Wesley (Vitória).

RENDA e PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL).

Daniel Alves estreou pelo São Paulo na tarde deste domingo (18) e marcou o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Ceará, no Morumbi, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Aos 36 anos, ele comemorou a atuação da equipe no seu primeiro jogo com a camisa tricolor.

"Sentimento de satisfação. Quando eu cheguei falei que tava realizando um sonho, e nem nos melhores sonhos tinha previsto isso, o que vivi hoje. Estou muito feliz, não pela estreia só, mas pela dedicação. A equipe soube sofrer e conseguiu o resultado", afirmou.

##RECOMENDA##

Daniel Alves atuou no meio de campo do São Paulo e marcou aos 39 minutos, quando recebeu uma bola ajeitada por Raniel. Ele assinou contrato até o fim de 2022 com o São Paulo e exaltou o clube.

"Acredito que vim para o melhor time, que tem mais organização, cuida da base, tem atletas jovens promissores, e acredito que esse time tem muito a crescer, devagar, construir solidez no trabalho. Falamos durante a semana que precisa ser sólido, que não tem vergonha de dar passo atrás para fortalecer. Esse é o espírito, o objetivo de conseguir vitórias", disse.

Com a vitória, o São Paulo chega a 27 pontos, cinco a menos do que o líder Santos. A equipe tricolor é a quinta colocada e tem um jogo a menos, que será realizado nesta quarta-feira, contra o Athletico-PR, na Arena da Baixada.

Pouco mais de um ano depois de sua implantação no Brasil, o VAR ainda não caiu nas graças do público. As longas conversas entre o juiz de campo e a equipe que fica na sala que opera os equipamentos têm tomado cada vez mais tempo nas partidas. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) estuda como melhorar o uso do árbitro de vídeo no Brasileirão e deverá anunciar mudanças na segunda-feira.

No último balanço divulgado pela CBF, após as primeiras cinco rodadas do Campeonato Brasileiro, cada consulta ao VAR tem demorado, em média, 110 segundos (1min50s), tempo 46% acima do recomendado pela Fifa quando a entidade aprovou o uso da tecnologia. Os 75 segundos (1min15s) apontados pela organização foram exatamente os registrados na primeira experiência do VAR no Brasil, em 14 jogos da Copa do Brasil na temporada passada.

##RECOMENDA##

No último fim de semana, os problemas do futebol nacional com o VAR ficaram evidenciados com a estreia do recurso no Campeonato Inglês. Decisões rápidas, transparentes ao público e sem longas paralisações até chegaram a levantar dúvidas se as regras seriam diferentes nos torneios. Mas não é o que se conclui ao ler o regulamento.

Há apenas quatro tipos de lances que podem ser analisados pelo VAR no Brasil, na Inglaterra ou em qualquer outro lugar do mundo, segundo a cartilha feita pelo Conselho da Federação Internacional de Futebol (Ifab, na sigla em inglês): se foi gol ou não, se houve pênalti, erro de identificação para aplicar um cartão e se a jogada foi ou não para vermelho direto.

Até mesmo o slogan que norteia os protocolos de arbitragem no Brasileirão e no Campeonato Inglês é o mesmo: "Interferência mínima, benefício máximo". O que difere os torneios são as orientações. Antes de o Campeonato Inglês colocar em prática oficialmente a tecnologia, foram dois anos de testes realizados. Assim, foi possível fazer ajustes para minimizar o impacto do VAR no espetáculo.

Por aqui, no entanto, o problema parece estar mesmo na demora para uma tomada de decisão. No empate entre Palmeiras e Bahia, válido pela 14ª rodada do Brasileiro, dois pênaltis foram marcados para a equipe baiana após Ricardo Marques Ribeiro, árbitro de vídeo, acionar Igor Benevenuto em campo. Em cada uma das vezes, cerca de cinco minutos foram gastos para que um consenso fosse tomado sobre as infrações. A partida teve uma duração total de 107 minutos - 17 a mais do que o tempo regulamentar.

O zagueiro Vitor Hugo, que fazia sua reestreia pela equipe paulista depois de duas temporadas na Itália e teve contato com o VAR na Europa, estranhou a demora. "Quando cheguei na Itália já tinha o VAR. Lá, o árbitro se faz respeitar mais e os jogadores respeitam mais toda situação do VAR. Também é mais rápida a tomada de decisão. Aqui está pecando um pouco, não na decisão em si, mas no tempo que está levando."

Até mesmo os impedimentos, lances objetivos e que não demandam interpretação, estão demorando para passar por revisão. O brasileiro Gabriel Jesus foi o autor do primeiro gol anulado pelo VAR na Inglaterra. Todo processo de revisão do lance durou exatamente 62 segundos. Por aqui, o gol feito por Gabriel no empate entre Flamengo e Corinthians demorou 5min15 para ser validado.

Em audiência pública na Comissão do Esporte da Câmara dos Deputados, no mês passado, o presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Leonardo Gaciba, defendeu o uso do VAR. Segundo ele, nas nove primeiras rodadas do Brasileirão foram 40 erros capitais corrigidos, com um índice de aproveitamento nas decisões de 97,1%.

Agora, o objetivo da CBF é diminuir o tempo do processo. "Vamos tentar melhorar um pouco o tempo gasto nas revisões, sem nunca abrir mão da precisão. Mas para poder melhorar a fluência do jogo". O ex-árbitro já disse que sua meta é diminuir o tempo médio perdido dos 110 segundos (1min50s) para 80 segundos (1min20s).

EXPERIÊNCIA EUROPEIA - Um dos grandes defensores do árbitro de vídeo antes de sua estreia na Europa, o técnico Pep Guardiola manteve o discurso mesmo quando foi eliminado da última edição da Liga dos Campeões. A compreensão de treinadores e jogadores vêm ajudando na rapidez das revisões no Velho Continente.

"O VAR pode levar mais tempo para ver as imagens e os diferentes ângulos. Se cometemos erros com o VAR, eu não concordaria em levar muitos minutos para tomar a decisão. É por isso que apoio bastante. Porque é justo", comentou Guardiola, após ver um gol de Sterling ser bem anulado no último minuto do jogo contra o Tottenham com a ajuda da tecnologia.

No Brasil, em muitos casos não existe colaboração para a adaptação da arbitragem ao novo processo. A pressão ocorre enquanto os árbitros de campo tentam conversar com quem está na cabine, operando o sistema - em cena emblemática nas quartas de final da Copa do Brasil, o meia D'Alessandro, do Internacional, foi expulso depois de perseguir o árbitro Rafael Traci, que tentava chegar até a cabine do VAR. Há também um questionamento quando os juízes anunciam a decisão tomada após a revisão dos lances.

A 60° edição dos Jogos Escolares de Pernambucos chega no próximo sábado na RD Sports e no parque Santos Dumont com as decisões do basquete e o handebol. E para abrilhantar as finais da bola laranja a ex-jogadora da seleção brasileira Adrianinha marca presença no evento. 

As finais do basquete das categorias 12-14 e 15-17 anos serão sediadas na RD Sports, localizado na Ilha do Leite e começam respectivamente as 9:15h e 11:45h. Já o handebol acontece no parque Santos Dumont em Boa Viagem e começam as 10h a categoria 12-14 e 15-17 as 11h.

##RECOMENDA##

Mas o JEPs não para por aí, no domingo o vôlei, tanto no masculino como no feminino tem início no colégio Madre de Deus e o colégio Boa Viagem. As partidas duram quase todo o dia com inicio as 09h e termino as 19h.

LeiaJá também

--> Tite defende a convocação de Neymar: "Ele está disponível"

O projeto ‘boxe da favela’, localizado no bairro de Jardim Paulista, Região Metropolitana do Recife, nasceu em uma garagem, mas apesar das dificuldades já rendeu conquistas importantes para o estado. Idealizado pelo aluno da New Champions Team Alex Alves, o projeto conquistou uma medalha inédita para o boxe feminino pernambucano, na categoria juvenil, em 2019, pelas mãos de Ana Laura Vasconcelos de Souza Barros de 16 anos.

“Desde que comecei a treinar sempre tive vontade de dar aula. Ai meu mestre Wobson me concedeu a autorização de puxar os treinos. Na garagem de um amigo na rua 123, em Jardim Paulista, a gente começou com quatro alunos. Aí tivemos a ideia de juntar dinheiro e alugar um espaço. Assim se deu início ao projeto”, conta Alex.

##RECOMENDA##

[@#video#@]

O mestre Wobson é parte importante dessa história. Além de ter sido responsável por iniciar Alex Alves na carreira, ele também permite que os alunos do projeto lutem em nome da New Champions Team.

“A gente luta pela academia do mestre Wobson porque não temos ainda condições de federar o ‘boxe de favela’ junto a Federação de boxe do estado de Pernambuco. Sem o apoio do mestre nenhum atleta do projeto conseguiria ir aos campeonatos nacionais”, ressalta.

Aos trancos barrancos, Alex mantém, há mais de quatro anos, o projeto funcionando. Ele confessou que no início a ideia era ter um projeto 100% gratuito, mas devido às limitações financeiras, precisou dividir entre pagantes e não pagantes.

“Ter que manter o aluguel do espaço, do contrário não teríamos esse projeto o tempo todo. Também fazemos aulões na praia, que eu cobro cinco reais por aluno para conseguir saco, cones, luvas”, explica.

“Mas falta muita coisa, falta mais pares de luva, hoje tem três, já chegou a ter 18. O ‘punch ball’ (bola para socos rápidos) já faz dois anos que está desativado porque a bola é muito cara”, finaliza. Durante o treino foi possível notar que ele passava fita adesiva ao calçar as luvas nos alunos, questionado sobre o motivo ele revela, “estão tão velhas que os velcros não seguram mais”.

Além de Ana Laura outros atletas do projeto já conquistaram medalhas no campeonato brasileiro. Foto: Júlio Gomes/LeiaJáImagens

Medalha

Mesmo com a falta de equipamentos e da estrutura necessária, o projeto tem uma história vitoriosa. A última conquista marcou o nome do ‘boxe da favela’ no boxe feminino Pernambuco. Em julho, a atleta Ana Laura Vasconcelos de Souza Barros, de 16 anos, trouxe a primeira medalha do Estado para as jovens da categoria juvenil no Campeonato Brasileiro.

Mas antes do Boxe, Ana Laura praticava uma atividade totalmente diferente, o ballet, além do Muay Thai. Ao LeiaJá ela explicou quais são as dificuldades dessa mudança brusca: "Diferente, principalmente o ballet que é uma coisa delicada, bem mais tranquila, já o boxe é mais pegado", afirma.

Ela contou como foi apresentada ao Boxe e revela sua relação com o esporte: "Eu conheci através do Muay Thai. Quando eu conheci um atleta daqui, Mateus, ele me trouxe aqui me apresentou o boxe, o professor, e eu me apaixonei, estou até hoje aqui", celebra.

Mesmo com a medalha inédita Ana Laura segue treinando firme em busca de objetivos maiores na 'nobre arte'. Foto: Júlio Gomes/LeiaJáImagens

Essa paixão virou dedicação nas aulas ministradas por Alex e dessa forma Ana Laura conquistou a vaga para seu primeiro brasileiro e contou como foi a experiencia da sua participação: "No começou foi um pouco tenso, a primeira vez que fui para um brasileiro, estava conhecendo um pouco o boxe. É lá que você sabe que é isso que você quer. Depois que vi as lutas, vi que não tinha para que ficar tão nervosa”.

Ela também falou sobre a conquista da medalha de bronze inédita para as mulheres de Pernambuco: "Muito feliz, orgulhosa e grata por tudo isso. Quero crescer muito mais no boxe e ganhar muitas medalhas, de ouro inclusive", crava.

 Conhecido pela sua defesa ao uso recreativo da maconha, o lutador do UFC Nate Diaz polemizou mais uma vez ao subir no treino aberto do Ultimate na Califórnia fumando um cigarro de maconha e realizar parte do treino desta quarta-feira (14). O lutador ainda entregou o cigarro para os torcedores e vários deles fumaram também, até um segurança estragar a 'festa'.

Nate nunca escondeu que fazia uso recreativo da erva, mas usar em treinos era improvável por conta de proibições, mas como o UFC 241 - que marca a volta do lutador ao octógono após três anos afastado - será realizado na Califórnia, Estado onde o uso recreativo é liberado, Nate aproveitou.

##RECOMENDA##

Apesar da liberação na Califórnia, o UFC não permite que atletas utilizem maconha. Para poder fazer uso, Nate precisou declarar à Comissão Atlética local e a Agência Antidoping dos EUA (USADA) que possui autorização médica para uso do CBD. “Eu preciso fumar maconha, mas só vou fumar depois da luta", disse aos jornalistas após o treino.

Confira o vídeo:

[@#video#@]

Um vídeo divulgado pelo site TMZ Sports mostra o lutador de MMA Conor McGregor agredindo um idoso com um soco em um bar em Dublin, capital da Irlanda, país de origem do atleta. Apesar da divulgação só ter acontecido nesta quinta-feira (15), o caso aconteceu no dia 6 de abril.

O motivo da agressão, segundo o TMZ, foi o fato de Conor ter ouvido uma resposta negativa do idoso ao distribuir doses do seu uísque no “The Marble Arch Pub". Por duas vezes, McGregor ofereceu doses ao agredido, que seguiu recusando e devolvendo ao balcão o copo que o lutador colocava a sua frente.  

##RECOMENDA##

Depois de ver o idoso recusar por três vezes, Conor parece brincar com as pessoas ao seu redor, e assim que o idoso se distraiu ele desferiu um soco que não obteve reação. Depois da agressão, ele foi retirado do local. Nem o atleta nem o UFC se pronunciaram sobre o caso.

Confira o vídeo:

[@#video#@]

A Federação Pernambucana de Futsal irá oficializar o lançamento do Campeonato Pernambucano oficial 2019. O evento acontece no Shopping Paço Alfandega no Recife na próxima quinta-feira (15). Todas as equipes participantes estarão presentes.

Além do lançamento do torneio, o evento irá realizar uma homenagem para os jornalistas que ajudaram a propagar a modalidade em Pernambuco além da exposição dos troféus conquistados pela Seleção Pernambucana em seus 57 anos de história.

##RECOMENDA##

No ano de 2019 o Campeonato Pernambucano oficial de Futsal foi dividido em 13 categorias com equipes de diversas regiões, precisamente participaram 35 cidades. Foi a maior competição estadual do Norte e Nordeste com a participação de 104 equipes com 2.600 atletas inscritos.

Quatro categorias entre as 13 participantes já tiveram definidos os seus campeões no primeiro semestre do ano. O Náutico levou o Campeonato Pernambucano sub-8 e sub-14, o Sport foi campeão no sub-10 e o CT Barão levou para casa a taça no sub-12. Restam agora as categorias sub-7, sub-9, sub-11, sub-13, sub-15, sub-17, sub-20 e adulto.

Com informações da assessoria

LeiaJá também

--> Najila afirma que agressão a Neymar foi 'questão de honra'

Daqui a quatro anos, o já tradicional canto "chi-chi-chi-le-le-le" será ainda mais ecoado pelos eufóricos torcedores nas ruas, em ginásios, campos e nos mais diversos locais de provas. Pela primeira vez na história, o Chile receberá uma edição dos Jogos Pan-Americanos e o país já começou a contar os dias para a competição, que acontecerá em Santiago entre outubro e novembro de 2023.

Os preparativos já tiveram início. Além do logo do Pan, lançado no mês passado, o presidente da República, Sebastián Piñera, apresentou no final de 2018 a Corporación Santiago 2023, que será responsável pela organização do evento. O grupo é formado nove membros e conta com ex-atletas, como Fernando González, medalha de ouro no tênis na Olimpíada de Atenas (2004), além de representantes dos Comitês Olímpico e Paralímpico do Chile, e profissionais do ramo da administração de projetos esportivos.

##RECOMENDA##

"Até dezembro, vamos avaliar os locais que possivelmente receberão as competições e também criaremos um calendário de provas. Com isso feito, 2020 será de implementação, de início das obras", afirma Karl Samsing, presidente da Corporación Santiago 2023.

A maioria das competições ocorrerá em Santiago, mas algumas delas vão acontecer em cidades que estão a até 90 km de distância da capital chilena. É o caso das litorâneas Valparaíso e Viña del Mar, que deverão receber provas de vela e triatlo, e de Los Andes, sede da canoagem.

Santiago receberá mais de 70% das disputas. O Parque Estádio Nacional será a casa da natação, do tênis e do atletismo. O local, que já foi palco da Copa do Mundo de 1962 e da Copa América 2015, entre outras, também contará com as finais do futebol e as cerimônias de abertura e encerramento.

De acordo com a ministra do Esporte, Paulina Kantor, como muitas instalações esportivas já existem, elas passarão apenas por reformas e adequações. Um exemplo é a Arena Movistar, situada no Parque O’higgins. Ela abrigará as partidas de basquete. "Sobre as novas construções, já anunciamos o campo de hóquei, que será muito importante, pois não temos campos públicos no Chile", diz Paulina.

O Pan também é visto como oportunidade para o Chile atacar problemas que assolam a população. O país sofre com sérios problemas de obesidade entre os seus habitantes. Um informe da ONU, de julho, mostra que quase 4 milhões de adultos chilenos são obesos. É a segunda maior taxa da América Latina.

"Os Jogos Pan-Americanos podem ir além do evento. Queremos que eles ajudem a criar no país uma consciência da importância de se fazer atividade física, praticar um esporte, e que isso seja incorporado como um valor no cotidiano de cada um em prol da melhor qualidade de vida. Esse é o legado que queremos deixar", afirma a ministra.

ECONOMIA - Sede do próximo Pan, o Chile pretende ser econômico em suas obras de infraestrutura. O orçamento previsto é de US$ 400 milhões (cerca de R$ 1,5 bilhão). "Alguns podem dizer que é pouco, mas nós, do governo, avaliamos que é o necessário, pois já contamos com algumas instalações esportivas e elas necessitam apenas de reformas", afirma a ministra do Esporte.

A Vila Pan-Americana de Santiago será fruto de uma parceria público privada e o seu custo, de US$ 200 milhões (R$ 788 milhões), não está incluído no orçamento do governo. Com um total de 2.028 apartamentos divididos em 24 torres, será construída no Parque Bicentenário de Cerrillos.

Após a competição, os apartamentos da Vila deverão ser destinados a atletas chilenos, se for aprovado projeto de lei da ex-corredora Érika Oliveira, que esteve em cinco Pans e hoje é deputada. "No Chile, os esportistas não são considerados trabalhadores. Portanto, não são permitidos a eles os subsídios habitacionais, como o crédito hipotecário, porque não têm como justificar a renda. Por isso propus esse PL", explica a ex-maratonista, ouro no Pan de Winnipeg (1999) e bronze em Santo Domingo (2003).

Contratado pelo Barcelona para esta temporada, o goleiro brasileiro Neto será desfalque do clube espanhol por tempo indeterminado. Em uma nota oficial divulgada nesta segunda em seu site e nas redes sociais, o time da Catalunha confirmou que o jogador sofreu uma fratura na mão esquerda em um treinamento no domingo, nos Estados Unidos, e será submetido a uma cirurgia nesta terça, já na Espanha.

"O goleiro Neto será submetido a uma cirurgia nesta terça-feira no osso escafoide fraturado em sua mão esquerda, durante um treinamento durante a turnê pelos EUA. O doutor Xavier Mir realizará a operação na presença do Club Medical Services. Depois, ele fará uma declaração para explicar como a cirurgia passou e oferecer uma data de recuperação aproximada", disse parte da nota oficial do Barcelona.

##RECOMENDA##

De acordo com a imprensa espanhola, Neto deverá voltar ao treinamentos normais em, no mínimo, um mês. Contratado junto ao Valencia, o goleiro disputou os quatro amistosos da pré-temporada do Barcelona e seria reserva do alemão Marc-André Ter Stegen. O brasileiro foi o segundo reforço do clube, depois do meia holandês Frenkie de Jong, adquirido junto ao Ajax.

A delegação do Barcelona voltou no domingo dos Estados Unidos, onde venceu os dois amistosos contra o Napoli - por 2 a 1, em Miami, e 4 a 0, em Michigan. Nesta sexta-feira, o time estreará no Campeonato Espanhol contra o Athletic Bilbao, no estádio Novo San Mamés, em Bilbao.

Hernanes deve ser um importante desfalque do São Paulo para enfrentar o Ceará no domingo que vem, no Morumbi, em jogo que deverás marcar as estreias de Daniel Alves e Juanfran, pelo Campeonato Brasileiro. O meia passará por exames, mas dificilmente vai se recuperar de uma lesão no adutor direita até o próximo fim de semana.

O jogador começou o clássico do último sábado contra o Santos como reserva e entrou no intervalo do primeiro para o segundo tempo, quando o São Paulo perdia por 1 a 0. Ele ficou apenas 15 minutos em campo, antes de sofrer a lesão, mas deu tempo de cobrar o escanteio que culminou no pênalti batido por Reinaldo, o gol da virada da equipe tricolor.

##RECOMENDA##

Depois do jogo em que o São Paulo bateu o Santos por 3 a 2, Cuca confirmou a preocupação com o jogador e contou que Hernanes passará por exames para saber a gravidade da contusão. "O Hernanes teve lesão no adutor. A gente vai fazer o exame para saber", disse o treinador.

Caso seja confirmada uma contratura muscular, Hernanes deve ficar cerca de uma semana longe dos gramados. Se for algo mais grave, o período de recuperação tende a ser maior.

A primeira edição dos Jogos Pan-Americanos no Peru chegou ao fim na noite deste domingo com a realização da cerimônia de encerramento em Lima, no Estádio Nacional. E, simbolicamente, a cidade cedeu parte da festa para Santiago, que organizará a próxima edição do evento poliesportivo, em 2023.

Com muitas danças e uso de cores, os organizadores do Pan de Lima aproveitaram a despedida do Pan para apresentarem mais detalhes da cultura peruana. Enquanto isso, o Chile exibiu alguns dos seus principais artistas, como a cantora Francisca Valenzuela, que realizou um breve show.

##RECOMENDA##

Na cerimônia de encerramento, Rafaela Silva foi a porta-bandeira do Brasil. Dona de títulos mundial e olímpico, a judoca conquistou em Lima a sua primeira medalha de ouro pan-americana. E também chamou a atenção a participação da carateca Jéssica Linhares, bronze em Lima e que entrou em uma cadeira de rodas para o desfile de adeus dos atletas após sofrer fissura no terceiro metatarso do pé direito.

Elas fizeram parte de uma delegação que foi 171 vezes ao pódio no Pan de Lima, com 55 medalhas de ouro, 45 de prata e 71 de bronze, o que deixou o Brasil em segundo lugar no quadro geral de medalhas, algo que não ocorria desde 1963, quando o evento foi realizado em São Paulo.

A natação foi o carro-chefe do Brasil em Lima, com 30 medalhas conquistadas, sendo dez de ouro. E o País aproveitou o evento para faturar 29 vagas diretas para a Olimpíada de Tóquio: handebol feminino (14 atletas), adestramento (3), CCE (3), saltos (3), pentatlo feminino (1), tênis masculino (1), tênis de mesa (1) e vela (2).

O Pan de 2023 será realizado a partir de 20 de outubro a 5 de novembro em Santiago.

Na edição 2019 dos Jogos Pan-Americanos, realizados de Lima, no Peru, a equipe brasileira confirmou a melhor atuação do país em Jogos Pan-Americanos. O Time Brasil conquistou 171 medalhas e garantiu o país no 2º lugar do quadro geral de medalhas, com 55 de ouro, 45 de prata e 71 de bronze.

A medalha de ouro de Guilherme Costa nos 1.500m da natação, foi a marca para o país chegar a 53 ouros em Lima e superar sua melhor campanha em Jogos Pan-Americanos na história, ocorrida no Rio 2007, com 52 ouros.

##RECOMENDA##

Foram 19 dias de jogos Pan-Americanos. Nesse tempo, o Brasil mostrou dominância em algumas modalidades, surpreendeu em outras e também viu medalhas que pareciam quase certas escaparem. Superação e aprendizado caminham juntos em qualquer competição esportiva. Da frustração do ginasta Arthur Zanetti, prata nas argolas, a ouros inéditos no badminton, boxe feminino e taekwondo feminino, o Brasil escreveu sua história em Lima.

Confira alguns destaques do Brasil nesta edição dos jogos:

Favoritismo confirmado

Um desempenho histórico não seria possível sem que os favoritos fizessem o que se esperava deles. E muitos nomes considerados hegemônicos confirmaram as previsões e fizeram o hino nacional brasileiro tocar várias vezes em Lima.

Um deles foi Fernando Reis. Ele conquistou o tri pan-americano no levantamento de peso com uma performance impecável. Ele somou 420 quilos levantados, somando o arranco e o arremesso, e garantiu com folga a medalha de ouro. Muito superior aos seus adversários, ele levantou 21 quilos a mais que o segundo colocado, o cubano Luis Manuel Lauret, com 399 quilos.

O time de handebol feminino também manteve seu posto de imbatível nas Américas. A vitória na final sobre a Argentina não veio fácil. As adversárias foram mais eficientes e concentradas no primeiro tempo, mas viram a seleção brasileira corrigir os erros na segunda metade da partida e vencer por 30 a 21. Além de faturar o ouro e o hexacampeonato no handebol, as brasileiras asseguraram presença nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.

Um dos principais nomes do Time Brasil na atualidade, o baiano Isaquias Queiroz venceu na prova de C1 10000. Essa foi a quarta medalha de Isaquias em jogos Pan-Americanos. Ele também participou da final da prova de duplas C2, mas seu parceiro, Erlon Souza, passou mal e eles não completaram o percurso.

Um dos carros-chefe de medalhas, tanto em jogos Olímpicos como em jogos Pan-Americanos, o judô brasileiro brilhou mais uma vez. Mayra Aguiar e Rafaela Silva, medalhistas no Rio, em 2016, não tiveram grandes dificuldades para botar mais dois ouros na conta do Brasil.

Natação

Uma das modalidades mais generosas para o Brasil nos jogos Pan-Americanos, a natação voltou a brilhar. Foram 30 medalhas, sendo dez ouros, nove pratas e 11 bronzes. Dentre os triunfos, estão os ouros de Guilherme Costa nos 1.500 metros, Etiene Medeiros nos 50 metros livre, Bruno Fratus também nos 50 metros livre e do revezamento masculino 4x200 livre, com Luiz Altamir, Fernando Scheffer, João de Lucca e Breno Correia.

A natação brasileira também conquistou prata nos 4x100 medley masculino, com João Gomes Jr., Guilherme Guido, Vinícius Lanza e Marcelo Chierighini. “A gente conseguiu ajudar muito o Brasil no quadro geral de medalhas. A gente vem cansado do mundial, em que foi bem forte e cansativo para todo o grupo. Chegamos aqui de coração aberto para lutar por um resultado expressivo”, disse João ao site Rede do Esporte, do governo federal.

O quarteto feminino dos 4x100 medley também subiu ao pódio, com Etiene Medeiros, Jhennifer Conceição, Giovanna Diamante e Larissa Oliveira. Elas conquistaram o bronze. “Nadar o revezamento é importante para a natação feminina. São as melhores de cada estilo, uma prova rápida, onde as americanas sempre ganham destaque e as canadenses também”, disse Etiene.

Francisco Barretto e a ginástica artística

Grande destaque da ginástica artística brasileira nesse Pan, Francisco Barretto conquistou três medalhas de ouro nesta edição do Pan: Na barra fixa, no cavalo com alças e na equipe masculina. O triunfo de Barretto foi de grande ajuda para a ginástica brasileira. Foi a melhor campanha na modalidade na história do Pan, chegando a um total de 11 medalhas – quatro de ouro, quatro de prata e três de bronze nesta edição do evento.

Basquete feminino

Foi um desempenho histórico. A seleção feminina de basquete resgatou uma performance digna dos anos dourados da modalidade no país, quando Magic Paula e Hortência comandavam as vitórias, e voltou a ganhar um Pan-Americano. Desde 1991, nos jogos de Havana, que isso não acontecia. As brasileiras derrotaram os Estados Unidos por 79 a 73. Para chegar à final, a seleção passou por Canadá, Paraguai, Porto Rico e Colômbia. Uma conquista incontestável e merecida.

Patinação artística

Pela primeira vez, a patinação artística feminina brasileira ganhou uma medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru. A autora da façanha foi a patinadora Bruna Wurts. Com apenas 18 anos, ela subiu no degrau mais alto do pódio ao somar 103,17 pontos na apresentação.

Vela

Martine Grael e Kahena Kunze ainda surfam na boa fase iniciada com o ouro olímpico, nos jogos do Rio de Janeiro, em 2016. Em Lima, a dupla brasileira faturou o primeiro ouro em jogos Pan-Americanos na modalidade. As duas haviam conseguido a terceira colocação da regata da prova (Medal Race) e precisavam apenas terminar essa etapa para conseguir o ouro.

Boxe feminino

Beatriz Ferreira conquistou a medalha de ouro ao vencer a argentina Dayana Sanchez na categoria leve (57 kg-60 kg). Foi o primeiro ouro do Brasil no boxe feminino em jogos Pan-Americanos. O ouro veio após uma luta na qual Beatriz foi superior nos três rounds, com todos os cinco juízes dando a vitória incontestável para a brasileira.

Ouro inédito no Badminton

O melhor atleta brasileiro de badminton colocou de vez seu nome na história do esporte no Brasil. Ygor Coelho conquistou o primeiro ouro do país na modalidade ao vencer o canadense Brian Yang por 2 sets a 0.

A medalha de Ygor, no entanto, não foi a única do Brasil na modalidade. A equipe brasileira chegou ao total de cinco medalhas nesta edição do Pan: o ouro do carioca e quatro bronzes nas duplas.

Ygor tem uma origem curiosa e bonita no badminton. Ele começou no esporte ainda criança. Seu principal incentivador foi seu pai, Sebastião de Oliveira, que criou um projeto na comunidade da Chacrinha, no Rio de Janeiro, para educar e socializar crianças por meio do esporte.

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando