Esportes

| Futebol

Um dia depois de anunciar uma de suas maiores contratações das últimas temporadas, a Fiorentina apresentou nesta quinta-feira o atacante francês Franck Ribéry, que passou os últimos 12 anos no Bayern de Munique. E foi com uma grande festa armada no estádio Artemio Franchi, em Florença, com a presença de aproximadamente 12 mil torcedores.

Com direito a refletores apagados e holofotes somente na saída do vestiário, Ribéry, vestido todo o uniforme da Fiorentina, caminhou por um tablado até o centro do gramado ao som da canção do filme "Rocky", estrelado por Silvester Stallone. Depois, levou os torcedores ao delírio com algumas embaixadinhas e lances de habilidade com a bola. Finalizou com uma volta olímpica e deu autógrafos e tirou selfies com alguns fãs.

##RECOMENDA##

Antes da apresentação no gramado, Ribéry participou de uma entrevista coletiva. Nela, brincou com uma declaração dada nos últimos dias pelo ex-jogador e técnico Franz Beckenbauer, atual presidente do Bayern de Munique, que disse que a Fiorentina ganhou na loteria por poder contratá-lo. "Espero mesmo que possa ser o bilhete ganhador porque (o clube italiano) não pagou nada por mim", afirmou o atacante de 36 anos.

Ribéry acertou um contrato de duas temporadas com a Fiorentina e irá receber um salário de quatro milhões de euros (cerca de R$ 18 milhões) anuais. Não está confirmada quando será a sua estreia na equipe, que inicia o Campeonato Italiano neste sábado contra o Napoli, em Florença. É mais provável que entre em campo pela primeira vez na segunda rodada, no próximo dia 1.º, contra o Genoa, em Gênova.

Revelado pelo Bolougne, Ribéry rodou pela França no início da carreira e jogou por Olympique Alés, Brest, Metz e Olympique de Marselha. Em 2007, o atacante se juntou ao Bayern de Munique, onde fez mais de 470 partidas, marcando mais de 120 gols. Pelo clube bávaro, conquistou importantes títulos como Liga dos Campeões da Europa, Campeonato Alemão, Copa da Alemanha e Mundial de Clubes da Fifa.

A crise no Figueirense continua. O time catarinense não entrou em campo para disputar a partida contra o Santos, pelo Campeonato Brasileiro de Aspirantes, nesta quinta-feira, no estádio Ulrico Mursa. Os atletas alegam que os salários continuam atrasados e por isso não vão jogar até que a situação seja resolvida.

O jogo estava marcado para ser realizado às 15 horas. O elenco do Figueirense chegou ao estádio por volta das 14h, mas ficou no vestiário. Enquanto isso, jogadores do Santos e a arbitragem foram para o gramado e esperaram os 30 minutos que são exigidos para o W.O. ser confirmado. Antes mesmo das 15h30, o ônibus com a delegação do time catarinense já havia deixado o estádio. Com o W.O., o resultado da partida acaba sendo 3 a 0 para o Santos.

##RECOMENDA##

Na terça-feira, o time principal do Figueirense já havia perdido um jogo por W.O, para o Cuiabá, pela Série B do Campeonato Brasileiro, na Arena Pantanal.

SEM TREINAMENTO - Enquanto isso, os jogadores do time principal participaram de uma reunião com o departamento jurídico do clube para tentar encerrar a greve e foram surpreendidos com a presença de reforços já trabalhando no gramado. Com receio de não ter elenco para a sequência da temporada, a diretoria do time catarinense contratou oito novos atletas, embora ainda não tenha colocado em dia os salários dos jogadores e demais funcionários do clube.

Após as conversas, os atletas decidiram não treinar nesta quinta-feira. Pouco depois, a diretoria divulgou uma nota em que assegurava estar quitando os débitos até o dia 28 de agosto, algo que foi negado pelos jogadores.

"Conforme ratificado no termo de compromisso assinado com a Associação Figueirense, o Figueirense Futebol Clube informa que a regularização dos pagamentos de 2019 segue sendo feita até o dia 28 de agosto. Conforme o planejamento financeiro preestabelecido pela diretoria, os salários dos funcionários, incluindo os da sede e do Centro de Formação e Treinamento (CFT) do Cambirela, foram colocados em dia nesta quinta-feira (22). As categorias sub-15 e sub-17, que também estão trabalhando normalmente, receberam duas ajudas de custo neste dia (22). O mesmo vale para as respectivas comissões técnicas. As pendências anteriores serão equacionadas a partir de negociações pontuais, como já ocorreram nas últimas semanas e foram aceitas por jogadores profissionais, como o volante Zé Antônio, e fornecedores", afirma a nota oficial do time catarinense.

Philippe Coutinho não vai estrear na equipe do Bayern de Munique, neste sábado, diante do Schalke 04, em Gelsenkirschen. Apresentado nesta semana, vindo do Barcelona, o meia brasileiro não está em totais condições físicas, segundo o técnico da equipe bávara Niko Kovac.

"Ele não está em condições ideais para atuar 90 minutos. O próprio jogador nos falou e também é nossa impressão", afirmou o treinador croata, nesta quinta-feira, em entrevista coletiva. "Não vamos correr nenhum tipo de risco. Ele não treina há duas semanas."

##RECOMENDA##

Coutinho foi convocado para a partida e sua estreia é esperada com impaciência pelos torcedores, principalmente após o empate da equipe de Munique, por 2 a 2, na Allianz Arena, diante do Hertha Berlin na primeira rodada.

Em compensação, o croata Ivan Perisic, outro reforço contratado neste mês junto à Internazionale de Milão, está em plenas condições e confirmado para fazer sua estreia. "Ivan está no mesmo nível dos demais jogadores, pois atuou em várias partidas de preparação pela Inter", afirmou Kovac. "Pode ser uma opção desde o início."

Sem estrelas como Robben (aposentado) e Ribéry (foi para a Fiorentina), o Bayern de Munique busca o oitavo título consecutivo do Campeonato Alemão e o 30º de sua história. O Nuremberg soma nove taças, enquanto o Borussia Dortmund acumula oito e o Schalke, sete.

O atacante Fernando Torres fará sua despedida do futebol, nesta sexta-feira (23), em jogo válido pela liga japonesa. O espanhol vai defender pela última vez o Sagan Tosu em um duelo contra o Vissel Kobe, time no qual atuam Andrés Iniesta e David Villa, seus ex-companheiros de seleção espanhola. Uma cerimônia no gramado será realizada após o jogo.

Torres está no futebol japonês desde julho do ano passado, vindo do Atlético de Madrid. O jogador decidiu pela aposentadoria em junho, apesar do seu contrato com o Sagan Tosu tenha validade até o fim do ano. "Quando tomei a decisão, estava certo de que era a melhor atitude", disse o atacante, que afirmou não estar mais em condições de atuar em alto nível, durante entrevista ao canal DAZN, nesta quinta-feira, após seu último treino.

##RECOMENDA##

Iniesta, que chegou ao futebol japonês poucos meses antes de Torres, classificou o amigo como uma "pessoa exemplar". "Conheço o Torres há muito tempo e é muito curioso que seu último jogo seja no Japão e eu possa participar", afirmou o ex-jogador do Barcelona.

Apesar do clima festivo, as duas equipes passam por momentos ruins no Campeonato Japonês e brigam para fugir da zona de rebaixamento. O Vissel Kobe é apenas o 15.º colocado, com 26 pontos, enquanto o Sagan Tosu, em 16.º lugar, acumula 24.

Torres atuou 38 vezes na liga japonesa e marcou sete gols. O último, dia 14, foi diante do Kashiwa Reysol, na prorrogação, que garantiu a equipe na quarta rodada da Copa do Imperador.

Aos 35 anos, 18 deles no futebol profissional, "El Niño", como é conhecido o jogador, ostenta conquistas importantes em sua carreira como duas Eurocopas e um Mundial pela seleção, além de uma Liga dos Campeões pelo Chelsea e uma Liga Europa pelo Atlético de Madrid. Fernando Torres, que também teve passagens pelo Liverpool e Milan, vai assumir um cargo na diretoria do Sagan Tosu.

A declaração do presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), Evandro de Carvalho, de que torceria pela vitória do Santa Cruz no clássico contra o Náutico não parecer ter conquistado o treinador tricolor Milton Mendes. Em entrevista nesta quinta-feira (22) ao Globo Esporte, Milton comentou posição de Evandro.

"O presidente da Federação disse que ia torcer por nós. Mas não nos identificamos com esse tipo de torcedor, que torce por interesses próprios. Nosso torcedor é quem nos acompanha sempre, que está no Arruda e vai nos ajudar nos Aflitos", afirmou Milton.

##RECOMENDA##

Sem perder nenhum clássico na temporada, a equipe Coral deve entrar em campo no próximo sábado (24) contra o Náutico nos Aflitos basicamente com a mesma equipe que venceu o Globo-RN. A única mudança deve ser a volta de Dudu, que esteve suspenso. O Santa Cruz deve entrar com a seguinte equipe: Anderson; Cesinha, João Victor, Vitão e Victor Lindenberg; Charles, Everton e Daniel Costa; Dudu, Augusto e Elias.

A situação está cada vez mais delicada no Figueirense. Após o W.O na última terça-feira, contra o Cuiabá, os jogadores participaram de uma reunião com o departamento jurídico do clube para tentar encerrar a greve e foram surpreendidos com a presença de reforços já trabalhando no gramado.

Temendo uma debandada, o Figueirense acertou com oito jogadores para a sequência da Série B, a maioria jovens que chegaram por empréstimo. O nome mais conhecido é o do atacante Everton Santos, que iniciará sua terceira passagem pelo Figueirense.

##RECOMENDA##

A presença de novos jogadores causou estranheza aos que já estão com três meses de salários atrasados. Segundo o meia Tony, já houve uma conversa com os reforços para que todos tenham consciência da situação do clube.

"No momento que estamos vivendo, o clube apresentando novo jogadores. É normal no futebol, mas não numa situação que estamos vivendo hoje. Eu acho que para o torcedor, para nós, para cada um que veste a camisa do Figueirense, é difícil entender. Com tantos atrasados, chegar e ver novos jogadores é complicado. Serão bem recebidos. Cada um falou um pouco. Só queríamos que eles soubessem", disse o jogador.

OS REFORÇOS - Quatro jogadores chegam por empréstimo do Athletico-PR, todos tendo entre 19 e 22 anos. São eles o zagueiro Walber, o meia Demethryus, o lateral-direito Danilo Boza e o zagueiro Lucas de Andrade. Além deles, chega também por empréstimo o volante Christian, de 23 anos, do América-MG.

Entre os mais experientes estão o lateral-esquerdo Raphael Soares, que estava no Santa Cruz, o meia Léo Costa, que chega do Pelotas, e o atacante Everton Santos, que estava no futebol indiano.

A volta do meia Sammir para o futebol croata deixou uma lacuna no elenco do Sport. Mas a diretoria da equipe não perdeu tempo e trouxe dois novos jogadores para a posição. Léo Arthur e Marquinhos. Diretor de futebol do clube, Nelo Campos confirmou os nomes em entrevista à Rádio Jornal nesta quinta-feira (22).

"Experiente", foi assim que Nelo definiu Marquinhos, o jogador foi elogiado pela sua qualidade técnica e segundo Nelo já está no Recife para realização de exames. Já Léo Arthur é tratado como promessa, mas Nelo garante que "vem para ajudar o grupo".

##RECOMENDA##

Mas a chegada dos dois meias levanta uma dúvida sobre um atleta pouco utilizado no elenco. Pedro Carmona tem sido carta fora do baralho, mas Nelo crava, a opção é de Guto Ferreira:

"O Carmona quando chegou o Sammir estava em uma fase boa e era titular da equipe, o Leandrinho era o substituto. Teve que esperar. Depois ele teve uma lesão justamente quando Sammir estava lesionado e o Leandrinho suspenso e tivemos que improvisar o Guilherme, mas ele está dentro das condições físicas normais.”, afirmou.

Outra dúvida sobre as escolhas de Guto foi em relação a Leandrinho. O meia tem grande aceitação por parte da torcida, que cobra a titularidade do atleta. Mas Guto tem optado por Juninho como meio-campo.

"Ele já teve oportunidade de iniciar e acho que a própria torcida vê isso, nos últimos dois jogos ele entrou muito bem. Mas ele não pode reclamar, ele tem tido oportunidades e colaborado bastante. A gente tem que confiar no trabalho do Guto. A escalação quem determina é ele e tem feito boas escolhas", defende. 

LeiaJá também

--> Real Madrid está em Paris para negociar Neymar, diz jornal

--> O Náutico vai facilitar para o Santa? Torcedores respondem 

 

No início da manhã desta quinta-feira (22) no Brasil, início de tarde na Europa, o jornal espanhol 'Marca' publicou que um emissário do Real Madrid teria sido visto em Paris com a missão de negociar Neymar com o PSG. O nome do representante não foi revelado.

Após semanas de seguidas propostas do rival Barcelona, ao que tudo indica o Real Madrid entrou de vez na briga e segundo a publicação, quer se favorecer de uma relação nada amistosa entre PSG e Barcelona para ter os serviços de Neymar.

##RECOMENDA##

Faltando pouco mais de uma semana para o fechamento da janela de transferência, cartolas estão otimistas quanto a um possível desfecho favorável para equipe madrilenha. As negociações aconteceram até aqui por telefone, mas a ida de um representante até a capital francesa deixa no ar uma possibilidade do fim da novela.

LeiaJá também

--> Lembre jogadores 'folclóricos' que passaram por Pernambuco

--> O Náutico vai facilitar para o Santa? Torcedores respondem

O Sport voltou a vencer duas seguidas na série B após 9 rodadas. Depois de vencer o Vitória na sétima e o CRB na oitava rodada o Leão conseguiu nova sequência contra Botafogo-SP e Vila Nova e retornou ao G-4. Titular na defesa do rubro-negro, Rafael Thyere falou nesta quarta-feira (21) do momento positivo da equipe.

"Importante demais essa sequência de vitórias, e também mostra a força do grupo, o que é muito importante nesse momento do campeonato em que tivemos algumas baixas e quem entrou correspondeu à altura", salientou Rafael.

##RECOMENDA##

O zagueiro também aproveitou para falar do nível da série B e revelou o segredo para manter a equipe do Sport no caminho das vitórias.

“A entrega é um fator muito importante para o campeonato onde o nível de competitividade é muito alto. Muitas vezes a técnica, o jogo bem jogado, não é suficiente para conseguir as vitórias, então é continuar com a mesma humildade, manter o foco e na mesma pegada para poder continuar na parte de cima da tabela que é o nosso principal objetivo”, concluiu.

Depois da vitória contra o Vila Nova em Goiânia o Sport seguiu viagem direto para Sorocaba onde se prepara para o confronto do próximo sábado (24), contra a Ponte Preta, no Moises Lucarelli, em Campinas. Na quarta colocação com 29 pontos o Sport terá um concorrente direto na briga pela G4. A macaca é sexto lugar e tem 26 pontos. A partida tem início às 19h.

LeiaJá também

--> Lembre jogadores 'folclóricos' que passaram por Pernambuco

--> Ex-jogador é assassinado dentro do carro no Grande Recife

A principal definição de folclore, no dicionário é a seguinte: “conjunto de costumes, lendas, provérbios, manifestações artísticas em geral, preservado por um povo ou grupo populacional, por meio da tradição oral; populário.” Há, porém, um outro significado para o termo: “aspecto ou característica pitoresca ou antiquada”.

Esse conceito, já há um certo tempo, vem sendo usado no futebol. Quando um atleta é chegado a brincadeiras ou tem atitudes pouco comuns, ele é taxado de “folclórico”. E, em Pernambuco, já tivemos muitos desse tipo. Aproveitando que nessa quinta-feira (22), é comemorado o Dia do Folclore, o LeiaJá preparou uma lista para lembrar desses craques inusitados.

##RECOMENDA##

Jacozinho

Givaldo Santos Vasconcelos, o Jacozinho, chegou ao Santa Cruz em 1985, vindo do CSA. Naquele mesmo ano, ainda pelo clube alagoano, no amistoso que marcou a volta de Zico ao Flamengo, no Maracanã, viveu seu auge ao receber um lançamento de Maradona e marcar um dos gol da partida. Em Pernambuco, não rendeu muito, mas foi tratado como astro quando chegou aqui.

 

Carlinhos Bala

O homem que não tinha papas na língua. Falava tanto, tanto, que falou até com Deus, antes da final da Copa do Brasil de 2008 entre Sport x Corinthians, quando, segundo ele, o todo poderoso lhe garantiu que o título seria do Leão. Foi Campeão pelo Santa Também. Jogou ainda no América. O Rei de Pernambuco. Quase um Simba.

 

Rosembrick

Parça de Carlinhos Bala, Roze (para os íntimos) não teve tanta sorte na carreira, e sempre será lembrado como um talento desperdiçado. Com a bola nos pés, entortava os adversário e gostava de bagunça dentro e fora do campo.

 

Brasão

O homem ganhou até um "Brasão Facts", inspirado no meme criado originalmente para Chuck Norris. Não levantou um título com camisa do Santa Cruz, mas fez alguns gols e muita munganga que lhe rendeu fama a nível nacional.

 

Flávio Caça-Rato

O CR7, o mito. Seja pela cor do cabelo ou pelos gols. Marcou em finais e fez o gol que tirou o Santa da Série C de 2013. Que tricolor nunca gritou "AH, é Caça-rato" nas arquibancadas do Arruda?

 

Neto Baiano

Não há torcedor tricolor ou alvirrubro que não deteste Neto Baiano. O homem "frescou" muito por aqui. Foi campeão Pernambucano, da Copa do Nordeste, subiu para Série A com o Sport e ainda correu atrás de Lisca Doido. Um herói para os rubro-negros.

 

Jessuí "Chuteira Fone"

Esse rodou. Jogou em 30 times, sendo sete em Pernambuco: Serrano, Araripina, Petrolina, Salgueiro, Serra Talhada, Timbaúba e Chã Grande. Como marca registrada, fazia a chuteira de telefone, sempre que marcava um gol. Uma atitude pouco higiênica, mas pra lá de original. 

 

Túlio Maravilha

O 'Marailha', que virou 'Mararruda' uma semana depois, quando deu um drible no Sport e assinou com o Santa Cruz. Com a camisa coral não fez nada. Só ficou marcado em Pernambuco, por causa dessa palhaçada mesmo.

 

O ex-jogador de futebol Leandro Gama Barros, conhecido como Leo Gama, de 33 anos, foi assassinado dentro do próprio carro na noite quarta-feira (21) em Camaragibe, Região Metropolitana do Recife (RMR). A suspeita inicial é que se trate de um crime passional.

Leo Gama chegava em casa quando foi baleado diversas vezes por um suspeito dentro de outro carro. Mais de uma pessoa teria participado do homicídio. A vítima ainda foi socorrida à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Caxangá, mas não resistiu aos ferimentos.

##RECOMENDA##

A Polícia Civil suspeita de crime passional, ligado a um relacionamento mantido pelo ex-atleta. Há cerca de dois meses, ele já teria recebido ameaças.

Atualmente trabalhando como personal trainer, Leo Gama fez parte do elenco do Salgueiro que conseguiu o acesso para a Série B de 2011. Ele também teve passagens pelas equipes da Cabense e América-PE. O homicídio é investigado pela 10ª Delegacia de Polícia de Homicídios (DPH).

Nem a LDU e nem a altitude de 2.850 metros pararam o Boca Juniors na noite de quarta-feira. O time argentino aplicou uma contundente vitória de 3 a 0 sobre o time equatoriano, fora de casa, e abriu boa vantagem nas quartas de final da Copa Libertadores.

O resultado vai fazer com que a LDU tenha a dura missão de vencer a equipe argentina por quatro gols de diferença no estádio de La Bombonera, na quarta-feira que vem. O vencedor deste confronto terá pela frente o vitorioso do duelo entre River Plate, atual campeão da Libertadores, e Cerro Porteño.

##RECOMENDA##

Ramon Abila, ex-Cruzeiro, abriu o placar nesta quarta aos 11 minutos de jogo. Emanuel Reynoso ampliou logo aos dois minutos da etapa final, quando o Boca já contava com um jogador a mais em campo. Isso porque Jefferson Orejuela levou o cartão vermelho nos instantes finais do primeiro tempo.

Na etapa final, aos 36 minutos, Luis Caicedo decretou a vitória dos visitantes. A esta altura, o Boca já havia tido anulado um gol pelo árbitro de vídeo (VAR). Abila havia balançado as redes, sem sucesso.

Principal reforço do time na temporada, o volante Daniele De Rossi não saiu do banco de reservas nesta noite.

Thiago Santos deve ser o substituto de Felipe Melo no Palmeiras para a partida contra o Grêmio, na próxima terça-feira (27), pela volta das quartas de final da Copa Libertadores. A equipe alviverde venceu por 1 a 0 e abriu vantagem na disputa.

Felipe Melo foi expulso no duelo de ida, na última terça-feira, ao receber dois cartões amarelos. Após perder o jogador, o técnico Luiz Felipe Scolari colocou Thiago Santos para recompor o sistema defensivo.

##RECOMENDA##

Em entrevista coletiva depois do jogo, Felipão falou que a tendência é de que Thiago Santos seja o substituto de Felipe Melo na partida de volta. O treinador também reclamou da expulsão do volante por não concordar com o segundo cartão amarelo.

"Em princípio, (Thiago Santos) é (o substituto de Felipe Melo). Quando temos que cobrar do Felipe, cobramos internamente. Na minha opinião, não vou cobrar a mais do que o normal porque uma das faltas não era para amarelo. Posso dizer que não tenho o que cobrar dele mais do que algumas vezes", afirmou o treinador.

Felipe Melo foi expulso aos 31 minutos do segundo tempo e saiu chorando de campo. Ele também não concordou com o segundo cartão amarelo: "Eu vinha fazendo um bom jogo e deixar a equipe com um a menos em um jogo desse é bem complicado. O árbitro foi muito rigoroso nos dois cartões amarelos, sobretudo no segundo, falta muito normal de jogo. A torcida canta que a Libertadores é obsessão e isso passa para os jogadores. Chorei sim, foi um momento de desabafo. Homem chora. Tenho uma família por trás que torce por mim, quando deixo o time com um a menos de forma injusta dói bastante".

O duelo de volta entre Palmeiras e Grêmio será realizado na terça-feira, às 21h30. O confronto acontecerá no Pacaembu, já que o Allianz Parque receberá show da dupla Sandy e Junior. Os ingressos estão esgotados.

Autor dos gols da vitória do Flamengo por 2 a 0 sobre o Internacional na partida de ida das quartas de final da Copa Libertadores, o atacante Bruno Henrique teve o nome gritado por mais de 60 mil torcedores que compareceram ao Maracanã na noite desta quarta-feira, entre eles o ex-flamenguista Adriano Imperador. O técnico Tite também assistiu ao jogo in loco.

O jogador viveu uma semana ímpar. Na sexta-feira, foi convocado por Tite para defender a seleção brasileira nos amistosos contra Peru e Colômbia. No sábado, no triunfo por 4 a 1 sobre o Vasco, Bruno Henrique teve participação efetiva em todos os gols. E, nesta quarta-feira, fez a festa novamente.

##RECOMENDA##

"Agradecer a Deus. Semana muito feliz da minha vida. A mais feliz da minha carreira. Sou um cara muito tranquilo. Mesmo com a convocação, não deixei nada tirar meu foco. Continuar trabalhando, porque quem trabalha Deus ajuda. Assim que conseguir ajudar meu time a sair com a vitória nesses primeiros 90 minutos", afirmou o atacante, que agradeceu o carinho dos torcedores no Maracanã.

"Não tem como explicar a sensação de ser aplaudido pela 'Nação'. Não é para qualquer jogador. Tive esse privilegio e hoje estou vivendo um dia muito feliz", finalizou o atleta, convocado pelo técnico Tite na sexta-feira passada para os dois próximos amistosos da seleção brasileira.

Assim como Bruno Henrique, o lateral Filipe Luís mostrou estar com os pés no chão mesmo após uma vitória convincente diante do Internacional. "Depois de tantos anos jogando Liga dos Campeões, tinha esse desejo de jogar a Libertadores. É realmente mais pegado. A gente sabia que o Inter era um time perigoso, mas jogamos com muita inteligência e foi muito importante não tomar gols. Mas vimos contra o Emelec que não tem nada ainda resolvido", comentou.

O meia Gerson, que entrou na partida no segundo tempo no lugar de Arrascaeta, seguiu a linha de seus companheiros. "A gente vem sempre trabalhando para melhorar. Fico feliz de ter contribuído. O time está em boa fase, mas não tem nada definido. Estou feliz por estar voltando a jogar meu melhor futebol", concluiu.

Com a vitória, o Flamengo poderá perder por até um gol de diferença, na próxima quarta-feira, no Beira-Rio, para selar sua vaga à semifinal da Libertadores.

A derrota para o Flamengo por 2 a 0 no Maracanã, na noite desta quarta-feira (21), pela partida de ida da Copa Libertadores, não desanimou os jogadores do Internacional. Na saída do gramado, Rafael Sóbis revelou frustração pela derrota, mas não mostrou qualquer sinal de abatimento, deixando claro que a equipe colorada irá tentar reverter o resultado no jogo de volta.

"Vamos começar a pensar em uma forma de virar o jogo. Foi uma partida de igual para igual. Estava tudo controlado até sofrermos o primeiro gol. Mas sabemos da nossa força, da nossa qualidade. Pode ter certeza que lá no sul vai ser totalmente diferente", afirmou Rafael Sóbis, que chamou a torcida para comparecer em peso no Beira-Rio.

##RECOMENDA##

"Libertadores é isso aí. Já passamos por momentos difíceis nesse ano, em outros anos também. Temos que trabalhar para superá-los. Está em aberto. Eles sabem, nós sabemos. Peço ao torcedor que confie na gente, porque já viramos jogos assim", concluiu.

A confiança estava explícita também em Odair Hellmann. O treinador deu entrevista coletiva falando na possibilidade de virar o duelo diante do Flamengo. O time gaúcho precisará vencer por três gols de diferença na próxima quarta-feira, no Beira-Rio.

"Vamos criar o mesmo ambiente em nosso estádio. Torcida vai estar junto, vai nos apoiar durante os 90 minutos. Dentro da nossa casa, podemos buscar a classificação. Os torcedores podem ter a certeza de que a equipe vai lutar até o ultimo segundo, junto com eles, para que conseguimos essa classificação", disse o técnico.

Após deixar o Flamengo sendo bastante criticado e ir atuar no Albirex Niigata, do Japão, Alex Muralha sabia que uma possível volta ao Brasil "seria muito mais difícil" por causa da temporada conturbada na equipe carioca em 2017. Um ano e meio depois da sua saída do País, o goleiro deu a volta por cima e é um dos destaques do Coritiba na Série B. Ele foi titular nos últimos oito jogos, com seis vitórias, dois empates e quatro gols sofridos. A equipe saltou para a segunda colocação na tabela e está a dois pontos do líder Bragantino, adversário desta quinta-feira, no interior paulista.

Em entrevista ao Estado, Alex Muralha falou sobre o bom momento vivido e disse sonhar em voltar para a seleção brasileira. Também recordou sua saída conturbada do Flamengo e afirmou não ter mágoa do clube nem da torcida rubro-negra. Ele está emprestado pelo Flamengo ao Coritiba até o fim deste ano e tem vínculo com o clube carioca até o fim de 2020.

##RECOMENDA##

Teve receio de voltar para o Brasil?

A questão não é nem receio, sabia que minha volta ao Brasil seria mais difícil por tudo que aconteceu. Mas também sabia que ia ter oportunidade e iria dar minha vida para o clube que me abrisse as portas.

Não teve medo de lembrarem das críticas de 2017?

Não tive medo algum. Minha vida nunca foi fácil. É muito fácil saberem de mim já pronto no Flamengo, mas antes passei por muitas dificuldades. O Flamengo era mais um desafio, assim como foi agora no Coritiba. Encarei de forma tranquila. Vivo pela minha própria opinião, não pela opinião dos outros. Claro que críticas construtivas temos de aceitar, faz parte da nossa evolução. Mas opiniões que não acrescentam eu busco não ouvir.

Mas essas críticas te deixaram chateado?

Acaba que você fica bravo. Mas passei por tantas tempestades que não tenho medo de chuva. Sei do que sou capaz.

Carrega alguma mágoa da saída do Flamengo?

Jamais, só tenho a agradecer. Tive visibilidade, consegui realizar um sonho de criança que era ir para a seleção brasileira (em 2016). Não tenho mágoa alguma, estou torcendo para que no clube corra tudo bem. Na vida sempre vai ter altos e baixos, depende da maneira de como a pessoa vai reagir. O final no Flamengo não foi agradável, mas quando eu fui para o Japão era uma nova oportunidade. Voltei para o Coritiba, sabia que ia ser uma nova história na minha vida, me concentrei totalmente e foquei para voltar a jogar em alto nível.

O que acrescentou a passagem pelo Japão?

Foi uma experiência muito boa, já tinha morado no Japão em 2013, sabia que minha esposa iria gostar. Infelizmente, não conseguimos o acesso, mas aprendi uma nova cultura, acrescentou na minha vida pessoal e profissional. Às vezes as pessoas não conhecem o futebol japonês, mas é dinâmico e muito rápido. Me acrescentou muito nessa questão. Por ser goleiro, tive que aprender o básico do idiama, pegava livro e caderno e ficava estudando em casa. Em 2013, a primeira vez que eu fui, eu usava uma apostila que o cunhado do meu empresário me passou, porque ele tinha jogado lá. Quando eu retornei agora, tive que aprender tudo de novo.

E como analisa essa fase atual do Coritiba?

Está sendo um momento muito bom, estamos muito maduros, sabendo jogar os jogos. Estamos há oito jogos sem derrota, e isso faz com que dê mais confiança à equipe.

O que mudou no time nesses últimos jogos?

Após a última derrota que tivemos para o Criciúma, na nossa reapresentação nos reunimos e conversamos que tínhamos que mudar a atitude. Mudamos a nossa atitude, entendemos que a Série B é muito difícil. Acho que tem que manter esse padrão, saber que tem que se cuidar dentro e fora de campo. Todo mundo abraçou a causa.

Ainda sonha em voltar à seleção brasileira?

Potencial eu tenho, mas sei que a caminhada é complicada. É um sonho que já realizei e tenho vontade de jogar novamente pela seleção.

Substituir o Wilson, que é ídolo no Coritiba, representa uma pressão maior?

O Wilson é um ídolo do clube, sensacional como pessoa, é referência, e por isso é uma responsabilidade muito grande, a pressão é maior. Estou trabalhando para ter essa oportunidade, sabia que por cartões ou lesões eu ia ter essa oportunidade. Quando eu cheguei, ele passou como funcionava o clube, me deixou bem tranquilo. Eu já joguei contra o Coritiba e sabia que estava vindo para um clube de expressão, de massa. (Nota da redação: Wilson já voltou de lesão, mas Muralha foi bancado pelo técnico Umberto Louzer e segue sendo titular).

O acesso à Série A é suficiente ou há a pressão pelo título?

Para o clube, o acesso é a prioridade, mas o título é uma coisa muito boa. Estamos focados em nos manter no G4. Depois se conseguirmos, vamos brigar pelo título.

Como está a expectativa para o jogo contra o líder Bragantino, nesta quinta?

Muitos estão esperando por esse jogo, os dois times estão em uma evolução muito boa. O Bragantino tem muita qualidade, e vamos ter que ter maturidade. Vai ser mais uma final.

O Palmeiras informou nesta quarta-feira que estão esgotados os ingressos para o jogo de volta contra o Grêmio, pelas quartas de final da Copa Libertadores. O duelo acontecerá na próxima terça-feira, às 21h30, no Pacaembu, porque o Allianz Parque está reservado para receber o show da dupla Sandy e Junior.

O time alviverde venceu o confronto de ida do mata-mata por 1 a 0, na última terça, na Arena do Grêmio. Com isso, a equipe do técnico Luiz Felipe Scolari tem a vantagem de poder jogar por um empate para avançar à semifinal do torneio continental.

##RECOMENDA##

O Palmeiras não divulgou quantos ingressos foram colocados à venda, mas a expectativa é de que o Pacaembu receba um público de cerca de 35 mil pagantes. Todas as entradas foram comercializadas pela internet. O clube informa que eventuais devoluções e cancelamentos possibilitarão que alguns ingressos sejam colocados à venda novamente.

Após enfrentar o Grêmio, o Palmeiras disputará o próximo jogo em casa no dia 10 de setembro, contra o Fluminense, no Allianz Parque, pelo Campeonato Brasileiro. Essa partida estava inicialmente marcada para ocorrer neste domingo, mas foi adiada por causa do envolvimento do time no duelo da próxima terça-feira pela Libertadores.

Remo e Sobradinho (DF) se enfrentam nesta quarta-feira (21), às 20h30, no Mangueirão, em Belém, pela Copa Verde. O Leão precisa derrotar o time do Distrito Federal por dois gols de diferença para sgeuir na competição. Na primeira partida, o Sobradinho venceu por 1 a 0.

Embalado pela vitória sobre o São José, pela penúltima rodada da Série C, importante resultado para se manter vivo na briga pela classificação ao mata-mata, o técnico Marcio Fernandes busca não cometer o mesmo erro da primeira partida, quando escalou a equipe considerada reserva. Ele vai escalar um time misto para evitar a precoce eliminação da Copa Verde, o que abalaria a equipe para o clássico Re x Pe de domingo (25).

##RECOMENDA##

O Sobradinho vem a Belém precisando apenas de um empate para seguir para as quartas de final da competição. Caso o Remo ganhe por 1 a 0, a decisão vai para os pênaltis.

O goleiro Vinicius, que se machucou durante a partida contra o São José, será poupado para o clássico. No lugar dele entrará o goleiro Thiago. O meia Zotti e o atacante Gustavo Ramos também foram escalados para partida de hoje, mas não vão jogar no  Re x Pa devido à suspensão pelo terceiro cartão amarelo que ambos levaram na partida contra o São José. Djama e Guilherme Garré estão lesionados e ficam fora da partida. 

Por Rodrigo Moraes.

Em uma noite que começou chuvosa na capital paraense, o Paysandu recebeu o Nacional-AM, pelas oitavas de final da Copa Verde 2019, na terça-feira (20), no estádio da Curuzu. A equipe bicolor precisava apenas do empate para se classificar e conseguiu a vaga com um 0 a 0.

A torcida marcou presença. Com equipe reserva, o Papão não impôs perigo real ao adversário. O próximo jogo do time bicolor na competição será contra o Bragantino-PA, ainda sem data para o confronto.

##RECOMENDA##

Pouco mais de sete mil torcedores compareceram ao estádio da Curuzu e vaiaram o time no final da partida. A Fiel reclamou da atuação de jogadores como Jheimy e Thiago Primão.

No primeiro tempo houve bastante emoção, porém não passou disso. Chances de gols foram criadas mas não foram aproveitadas por Jheimy e Diego Rosa.

Já no segundo tempo, nenhuma das duas equipes demonstrou ânimo para chegar ao gol. Muitos torcedores reclamaram de um jogo feio.

O próximo jogo do Paysandu será no domingo (25), contra o maior rival, o Remo, pela última rodada da fase de grupos do Campeonato Brasileiro da Série C.

Por Beatriz Reis.

 

A diretoria do Ceará cumpriu o que prometeu e, no final desta terça-feira, entrou com um pedido no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) de impugnação da partida contra o São Paulo, no último domingo, no estádio do Morumbi, na capital paulista, pela 15.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O anúncio foi feito pelo órgão no final da manhã desta quarta.

O Ceará questiona o erro na não marcação de um pênalti do goleiro Tiago Volpi no atacante Felippe Cardoso no segundo tempo da partida na qual o time paulista venceu por 1 a 0. Para o clube cearense, a partida deve ser anulada por erro de avaliação das regras do desporto por parte da arbitragem. O pedido foi encaminhado nesta quarta-feira ao presidente do STJD, Paulo César Salomão Filho.

##RECOMENDA##

No lance reclamado pelo Ceará, aos 14 minutos do segundo tempo, o goleiro são-paulino Tiago Volpi tentou desarmar Felippe Cardoso, mas acabou derrubando o adversário dentro da área em uma trombada. A jogada foi vista como normal pelo árbitro pernambucano Gilberto Rodrigues Castro Júnior e o VAR (árbitro de vídeo) não recomendou a revisão.

Baseado no artigo 84 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), o Ceará ingressou com pedido de impugnação de partida e destacou que "Thiago Volpi agiu intencionalmente para interromper a jogada de Felippe Cardoso com nítido intento de abalroar com o jogador adversário, deixando de se direcionar à defesa da bola". Ainda de acordo com o clube, "ato contínuo, o árbitro decidiu, em contato com o VAR, não marcar a penalidade sem revisar a jogada".

Para o Ceará, o erro não pode ser considerado interpretativo, mas sim "um erro claro de avaliação das regras do desporto por parte da arbitragem, o que demandaria obrigatoriamente uma revisão de lance, a qual foi suprimida absolutamente, erro que precisa ser corrigido por esta Justiça Desportiva", completou.

De acordo com o STJD, o departamento jurídico do Ceará destaca ainda a necessidade de disponibilização dos áudios da conversa entre o árbitro principal e os de vídeo para confirmar que houve orientação do cometimento de erro grave por parte do árbitro e que, mesmo assim, em falha procedimental, o lance da penalidade questionada não foi revisto.

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando