Esportes

| Futebol

A Conmebol confirmou nesta quinta-feira que o estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, será a sede da final da Copa Libertadores de 2020. Já a decisão da Copa Sul-Americana do próximo ano será disputada no estádio Mario Kempes, em Córdoba, na Argentina. Nos dois casos, a final será realizada em jogo único.

"Por decisão do Conselho da Conmebol, foram selecionadas as cidades de Rio de Janeiro e Córdoba como cidades-sedes para as finais únicas de 2020", anunciou a Conmebol, nas redes sociais. As decisões foram tomadas em reunião do Conselho da Conmebol, em Assunção, no Paraguai.

##RECOMENDA##

O encontro contou com a presença do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), que fez parte da comitiva da CBF presente no local. O anúncio prévio da presença do governador já havia levantado a suspeita de que o Maracanã acabaria sendo escolhido. O tradicional estádio brasileiro era o principal favorito nesta disputa.

Também estavam na disputa o próprio estádio Mario Kempes (Córdoba, Argentina), o Mineirão, a Arena do Grêmio, o Beira-Rio, o Morumbi, a Arena Corinthians e o Estádio Nacional (Lima, Peru).

Consultores técnicos da Conmebol visitaram os estádios candidatos na Argentina, no Peru e no Brasil. Segundo a entidade, os critérios avaliados pelos técnicos foram: visão, conceito e legado da proposta, características técnicas do estádio e campos de treinamento, requisitos de segurança, mobilidade e acomodação e aspectos sociais, políticos, ambientais e comerciais.

A final no Maracanã será a segunda no novo formato estabelecido pela Conmebol, com as competições sul-americanas sendo decididas em jogo único. A primeira edição assim será neste ano, em Santiago, no dia 23 de novembro. Flamengo e Grêmio brigam para chegar à grande final. A outra semifinal tem Boca Juniors e River Plate.

Já a Copa Sul-Americana deste ano vai ser decidida no estádio General Pablo Rojas, em Assunção, no Paraguai. O jogo estava marcado para o estádio Nacional de Lima, no Peru, mas mudou de local por falha na organização dos peruanos, que tentarão receber a partida no próximo ano.

Em 2020, será no Mario Kempes, em Córdoba, que recebeu uma grande reforma para virar uma das sedes dos jogos da Copa América, em 2011. Os outros estádios na disputa eram o Estádio Ciudad de La Plata (Argentina), o Mané Garrincha, em Brasília, e o Nacional de Lima (Peru).

O ano era 2017. O Santa Cruz estava na série B. Augusto fez uma grande temporada com o Campinense e chegava com expectativa alta sobre ele. Os anos se passaram, Augusto sofreu com lesões e não supriu o que se esperava dele. A relação que era de expectativa acabou virando um processo judicial.

O ano de Augusto com o Campinense colocou o atleta como um dos mais interessantes destaques da Copa do Nordeste de 2017. A temporada do jogador comprovava isso. Foram 21 jogos e 13 gols. Rápido, incisivo, tudo que o Santa procurava para reforçar seu ataque para a série B. O clube coral ainda precisou enfrentar forte concorrência - do Sport inclusive - para anunciar o atleta por três anos.

##RECOMENDA##

A primeira temporada foi abaixo do que havia apresentado no Campinense. Na série B Augusto realizou 16 jogos e balançou a redes em três ocasiões. O Santa Cruz acabou rebaixado para série C. Augusto sofreu logo no primeiro ano com lesões musculares e muitos acreditavam que iniciando a temporada com o elenco, e em uma divisão inferior, Augusto seria destaque.

Mas as coisas continuaram complicadas em 2018 e a relação que era de expectativa passou a ser de cobrança. Principalmente, porque o Santa Cruz não cumpriu seu principal objetivo da temporada que era o acesso.

Augusto voltou a reclamar das lesões e não conseguiu engrenar. Apesar das dificuldades, Augusto ainda fez 24 jogos, mas marcou apenas dois gols. Muito longe dos 13 gols feitos com o campinense em 2017.

Mais uma temporada, expectativas renovadas. O jogador afirmou no início de 2019 que fez uma preparação física especial e começou o ano prometendo uma melhora do seu rendimento: "Acredito que aquele Augusto do Campinense pode retornar. Eu particularmente sei da minha capacidade e o quanto posso render. Fui prejudicado por inúmeras lesões desde que eu cheguei aqui. Espero que em 2019 eu volte a ser o Augusto do Campinense", afirmou ciente da pressão que sofria por um bom rendimento.

Augusto mais uma vez 'derrapou' na temporada e acabou por deixar o Santa Cruz. Foto: Júlio Gomes/LeiaJáImagens/Arquivo 

Apesar de em 2019 o jogador ter atuado 27 vezes, o maior número de partidas em uma temporada da sua carreira, o atleta foi pouco participativo na temporada. Em um dado momento ele chegou a ser elogiado e ganhou sequência como titular, mas com a chegada de Milton Mendes perdeu espaço e mais uma vez ficou aquém do que se esperava dele.

Com outra temporada abaixo do esperado e com o Santa sendo eliminado precocemente da série C, Augusto e o clube decidiram então chegar a um acordo para deixar o clube, mas o que era amistoso se transformou em uma briga judicial.  Atleta e clube chegaram a um acordo, mas Augusto voltou atrás e decidiu então mover uma ação judicial.

Em entrevista à Radio Jornal, Roberto Freire, coordenador do núcleo gestor coral, explicou o caso: "Negociamos com mais de 60 atletas. Augusto foi o primeiro jogador a negociar um acordo comigo. Em um gesto de confiança, paguei a primeira parcela no mesmo dia que ele acertou comigo. Depois houve a decisão dele de mudar o que é um direito”, disse.

“Essa foi uma decisão que ele tomou e me comunicou no dia seguinte do acordo quando eu já tinha feito o deposito. Fiquei extremamente chateado porque se sou eu, falava que não aceitei, que iria entrar com uma ação e devolvia o dinheiro. Paguei sem assinar contrato em um gesto de confiança", completou.

Mas Augusto rebateu ao Globo Esporte as afirmações feitas por Roberto Freire. “A gente jogou com o Náutico no dia 25 e no dia 30 (de agosto) fecharia dois meses de salário atrasados. A gente cobrava e eles não davam resposta. Isso é uma falta de respeito muito grande porque o que a gente conquistou na Copa do Brasil, de cota, não era para eles terem atrasado nenhum dia”, esbravejou.

Augusto revelou que a dívida de 2017 e 2018 chega a 176 mil reais e que em 2019 aceitou diminuir o seu salário: “Fiquei com o salário pela metade. Quando eu conversei com ele e ele me ofereceu 30% dos dois salários desse ano. É querer me tirar de palhaço né? Vários jogadores saíram chateados, mas aceitaram porque não queriam sair sem dinheiro. E eu pedi a ele pelo menos para ele me dar um mês. Que não tinha condições de aceitar 30% dos dois meses. E a gente acertou que ele ia me pagar um mês de salário. Só que dividido em três vezes”, disse.

“Eu recebi a entrada. Só que quando eu fui embora, esse acordo que a gente fez foi referente a 2019, os dois meses que faltava ele pagar. O restante a gente ia ver como fazia para assinar a rescisão. Eles queriam que eu abrisse mão de tudo para me deixar seguir minha vida. Eu não assinei documento nenhum sobre o acordo de 2019 até porque não sou moleque como ele. Eu sou um homem”, completou.

Augusto ainda mandou um print de uma conversa com o gestor coral em que ele visualizou e não respondeu atleta que cobrava o depósito do restante das parcelas. Como o gestor não se posicionou, Augusto decidiu tomar medidas judiciais.

Nesse clima nada amistoso, a relação Santa Cruz e Augusto nunca esteve perto de ser aquilo que clube e jogador esperavam. Agora ambos vão se encontrar nos tribunais.

Felipe Melo homenageou o diretor de futebol Alexandre Mattos após marcar o gol aos 54 minutos do segundo tempo que garantiu ao Palmeiras a vitória por 1 a 0 sobre a Chapecoense, no Allianz Parque nesta quarta-feira, pelo Campeonato Brasileiro.

O dirigente está sendo muito pressionado e virou o principal alvo de críticas da torcida por causa da falta de títulos da equipe na temporada. O volante também dedicou o triunfo à mulher e ao presidente Jair Bolsonaro, torcedor declarado do Palmeiras.

##RECOMENDA##

"Quero dedicar o gol a um cara que me trouxe para cá, que é o Mattos, para a minha esposa e ao presidente da República, que é um cara que está sempre me dando moral, falando de mim nas entrevistas", disse.

Felipe Melo também destacou a insistência do Palmeiras na busca pelo gol. "Martelamos até o final. Mostramos uma força imensa do nosso grupo. A única vez que precisamos do nosso goleiro, ele foi muito bem. A vitória vem para coroar, buscamos desde o primeiro minuto contra um time que veio para empatar", disse.

Com a vitória diante da sua torcida, o Palmeiras soma 53 pontos na segunda colocação do Campeonato Brasileiro e continua a sua caça ao líder Flamengo, que bateu o Fortaleza por 2 a 1 e tem 61. Na próxima rodada, a equipe do técnico Mano Menezes enfrenta o Athletico-PR, domingo, fora de casa.

O atacante Dudu também fez questão de ressaltar o fato de o Palmeiras ter pressionado a Chapecoense até os acréscimos. "A gente caprichou até demais, a bola passou muito perto. Não pode desistir. Quem achou que ia ser um jogo fácil, foi difícil. O time está de parabéns pela insistência", disse.

O craque do Liverpool, e da seleção do Senegal, Sadio Mané, é conhecido por seus gols, mas também por suas ações beneficentes. Em uma entrevista concedida ao site ‘TeleDakar’ Mané lembrou dos momentos difíceis vividos por ele na sua infância.

Não é novidade que Mané tem essa preocupação em ajudar principalmente as pessoas da sua região no Senegal. No período de férias é comum ver o atleta visitando as benfeitorias que ele já realizou.

##RECOMENDA##

“Construí escolas, um estádio, proporcionamos roupa, sapatos e alimentos para pessoas em extrema pobreza. Além disso, dou 70 euros por mês a todas as pessoas em uma região muito pobre de Senegal para contribuir com sua economia familiar”, ressaltou.

Sendo um dos pilares do atual campeão das Liga dos Campeões, Mané tem um salário alto, mas as cifras não parecem iludir o jogador que não esquece suas raízes: “Para que quero dez Ferraris, 20 relógios com diamante e dois aviões? O que faria isso pelo mundo? Eu passei fome, trabalhei no campo, joguei descalço e não fui ao colégio. Hoje posso ajudar as pessoas. Prefiro construir escolas e dar comida ou roupa às pessoas pobres”, completou.

Aos 17 anos, o jovem Felipe de Oliveira Simplício, é o caçula do elenco do Santa Cruz que participa da Copa Pernambuco. A competição tem sido um laboratório para os jovens jogadores Coral. O meio-campista comentou nesta quarta-feira (16) sobre a oportunidade que tem pela frente, aproveitou para falar sobre suas características e revelou uma magoa com o rival Sport. Ele foi dispensado pelo clube.

A magoa com o Sport, onde ele iniciou a carreira parece ser algo que incomoda Felipe. O jovem falou sobre seu inicio no futebol e a passagem pelo rival.

##RECOMENDA##

"Eu comecei no Sport com sete anos no futsal, chegou nos 14 eu quis campo, fui para fora, fui para Minas, voltei para o Sport de novo e fui dispensado lá em uma sacanagem que fizeram comigo, mas que é do futebol que a gente tem que aprender. Fui para o Atlhético-PR e voltei para cá. Sentir que aqui é o lugar certo”, disse.

Felipe "Cabeleira", como é chamado pelos colegas de equipe, tem 17 anos e falou sobre ser o caçula do elenco: “É a coisa mais chata do mundo. O Héricles pega no meu pé o tempo todo, Kadu vive no meu pé, o treinador principalmente”, disse em tom de brincadeira.

Falando um pouco mais sério, Felipe comentou sobre suas características como jogador e sobre suas ambições: “Minha característica é de armar um pouco mais o jogo. Um pouco mais lento, mas que pensa mais o jogo. Gosto muito de dar bola longa e de fazer um jogo mais rápido”, salientou.

“Eu sei que se me destacar eu vou para Copa São Paulo. Estou na idade de buscar algo a mais. Se hoje em dia você quer ser jogador tem que está com 17, 18 no profissional. É isso que eu quero”, completou.

O Santa Cruz folga nesta rodada da Copa Pernambuco. A equipe retorna ao campo no dia 27, domingo. A partida será contra o Pesqueira no estádio Joaquim de Brito. A partida tem inicio às 15h.

 

Foi filosofando que Guto Ferreira iniciou a coletiva de imprensa desta quinta-feira (17). O Sport realizou seu último treino antes de seguir viagem para Porto Alegre. Depois da notícia desta quarta-feira (16) de que Maylson está fora da temporada, Guto abriu o jogo sobre quem será o substituto.

"Na vida todo mundo coloca problema né, obstáculo. E a gente só consegue andar quando a gente está tranquilo, confiante para dar soluções e ultrapassar os obstáculos", foi com essa frase emblemática que o treinador rubro-negro iniciou a coletiva.

##RECOMENDA##

Talvez já antecipando o que seria a primeira pergunta da coletiva, justamente sobre quem ocuparia a vaga de Maylson. O maior problema de Guto para a partida contra o Brasil de Pelotas

"Luan, nós temos que acreditar, vem esperando momento dele há muito tempo. Jogou no time de Aspirantes bem, jogou no amistoso contra o CSA bem. Estava esperando a oportunidade e a oportunidade é dele”, afirmou.

 “Temos a chegada de Felipe que é um goleiro mais experiente, mas vem de uma parada, está a pouco tempo no clube, está recuperando essa condição melhor dele. Então o momento é de Luan, até para se respeitar o trabalho”, explicou.

 O treinador aproveitou ainda para comentar sobre como o grupo recebeu a notícia da lesão de Maylson e elogiou a temporada do arqueiro: "Infelizmente é a vida do jogador. A gente tem que dar todo apoio a ele. Ele fecha o ano até aqui com um desempenho fantástico. Título, mostrando jogos de muita qualidade, nos ajudando. E agora é fortalecê-lo para que ele tenha toda motivação e tranquilidade para se curar e voltar com tudo no próximo ano”, concluiu.

Pela terceira vez nesta pré-temporada da NBA, o Los Angeles Lakers enfrentou o Golden State Warriors. E, mais uma vez, o time de LeBron James desbancou a equipe de Stephen Curry, por 126 a 93, na noite desta quarta-feira (16), diante de sua torcida, no Staples Center. Desta vez, a equipe da casa esteve reforçada de LeBron e de Anthony Davis.

De volta ao time, LeBron anotou um "double-double" de 18 pontos e 11 assistências nos 25 minutos em que esteve em quadra. Davis contribuiu com oito pontos, oito assistências e dez rebotes. Avery Bradley, com 18 pontos, e Quinn Cook, com 16, também se destacaram em Los Angeles.

##RECOMENDA##

Do outro lado, os atuais vice-campeões da NBA jogaram sem seus principais reforços. Curry foi poupado e Klay Thompson se recupera de lesão. O mesmo aconteceu com Kevon Looney e Willie Cauley-Stein. Assim, coube a D'Angelo Russell, reforço da equipe, liderar os Warriors, com 23 pontos. Ele foi o cestinha da partida.

As duas equipes ainda vão se enfrentar mais uma vez. Na noite desta sexta, os times entrarão em quadra no Chase Center para a despedida da pré-temporada. A competição terá início no dia 22 deste mês (terça-feira da próxima semana).

Nesta mesma noite de quarta, o San Antonio Spurs venceu o duelo do Texas ao superar o Houston Rockets por 128 a 114. O Atlanta Hawks superou o New York Knicks por 100 a 96, o Detroit Pistons bateu o Charlotte Hornets por 116 a 110, o Memphis Grizzlies ganhou do Oklahoma City Thunder por 124 a 119, o Portland Trail Blazers derrotou o Utah Jazz por 126 a 118, e o Sacramento Kings desbancou o Melbourne United por 124 a 110.

Autor do gol que garantiu o empate do Corinthians em 2 a 2 com o Goiás no Serra Dourada nesta quarta (16), o centroavante Gustavo rechaçou qualquer possibilidade de atrito entre o elenco e o técnico Fábio Carille. O jogador elogiou o trabalho do treinador e assegurou que ele tem a confiança dos atletas.

"Não teve atrito com Carille e não vai ter. Ele sabe o que está fazendo. Tem toda a confiança não somente nossa, mas da diretoria toda também. Vem fazendo um belo trabalho. Ganhou títulos nessa formação. Corinthians é assim, ganhou muitos títulos com resultados simples, 1 a 0. Buscar a vitória. Correr, nos dedicar e buscar o resultado bom quando não dá para jogar bonito", disse Gustavo.

##RECOMENDA##

O desacordo fora de campo se iniciou depois que Carille fez críticas públicas a alguns jogadores e reconheceu que a equipe não realizou mais do que dez jogos bons em toda a temporada. Antes da partida em Goiânia, o goleiro Cássio, um dos líderes do elenco, já havia colocado panos quentes no clima ruim no clube. A torcida chegou a se manifestar contra o treinador, que ironizou.

Gustavo comentou que as cobranças são normais, uma vez que o time não vence há quatro rodadas - empatou três e perdeu um neste período - e elogiar a postura dos jogadores no empate com o Goiás. "Nos cobramos muito porque sabemos que podemos dar muito mais. Conversamos antes do treino para mudar nossa postura. Isso faria a diferença. Hoje, cada um deu um pouco mais de si e fizemos um grande jogo", pontuou.

Gustavo também aproveitou para agradecer Fábio Carille pela oportunidade de voltar a ser titular e pela chance de poder bater o pênalti no final da partida. Ele entende que o momento pede pouca conversa e mais trabalho. "Pedi para bater porque treinei a semana toda. Agradeço a ele pela chance. Nosso ambiente é muito bom, muito tranquilo. Nada que acontece fora do clube vai para dentro de campo. Agora é assim: trabalhar quietinho buscando o resultado."

Para o técnico Mano Menezes, jogos como o de quarta-feira (16) diante Chapecoense, no Allianz Parque, são importantes para fazer o Palmeiras amadurecer no Campeonato Brasileiro. O gol de Felipe Melo que garantiu a vitória por 1 a 0 saiu somente aos 54 minutos do segundo tempo depois de a equipe ter pressionado o adversário durante praticamente toda a partida.

"Fomos premiados no final pela insistência e entrega. Jogos como esse serão jogados no segundo turno. Quando demorarmos para iniciar a vitória, elas também podem se tornar dramáticas. Mas também vamos aprendendo como resolver problemas, é importante para a equipe amadurecer", disse Mano.

##RECOMENDA##

O Palmeiras mereceu a vitória, mas o triunfo poderia ter sido conquistado mais facilmente se os jogadores não tivessem falhando tanto nas finalizações, principalmente na etapa final. "Atacamos pela direita, esquerda, criamos jogadas por dentro, chutamos de fora, cabeceamos, criamos um número grande de oportunidades, mas a bola não entrava. Foi isso que tornou o jogo muito dramático", disse o treinador.

Na avaliação de Mano, a única partida sob o seu comando em que o Palmeiras não jogou bem foi a derrota por 2 a 0 diante da Santos na semana passada. "Nos outros jogos, encontramos dificuldades, mas resolvemos. Se tivéssemos tido um pouquinho de calma contra o Atlético-MG (empate por 1 a 1), também teríamos vencido. Isso é importante, do outro lado têm equipes que trabalham, que estudam o adversário e jogadores de qualidade. Precisamos ir entendendo os jogos", disse.

O Palmeiras volta a campo no domingo, quando enfrenta o Athletico-PR na Arena da Baixada. A equipe ocupa a segunda colocação do Campeonato Brasileiro com 53 pontos, oito a menos do que líder Flamengo.

Confiante e embalado pelos cinco jogos de invencibilidade no Campeonato Brasileiro, o Fluminense enfrenta o Athletico-PR, nesta quinta-feira (17), no Maracanã, às 21h, pela 26ª rodada, com o objetivo de se afastar ainda mais da zona de rebaixamento e buscar novos objetivos.

"Conquistamos pontos importantes, e se mantivermos esse ritmo, nossa briga pode ser outra. O Athletico-PR há muito tempo está organizado, conquistando títulos, com jogadores de qualidade", disse o zagueiro Nino, que não terá a companhia de Digão na zaga. O capitão está com uma lesão muscular e será substituído por Frazan.

##RECOMENDA##

O titular absoluto da zaga do Fluminense também elogiou a possibilidade de contar com os retornos de Caio Henrique, Allan (ambos estavam na seleção pré-olímpica) e Ganso (após cumprir suspensão).

"Sabemos da dificuldade desse jogo e ficamos felizes com o retorno dos jogadores. Nem preciso falar da importância deles, nesse momento decisivo é muito importante estar como o time completo", afirmou Nino, um dos responsáveis pela defesa não ter sido vazada nas três últimas partidas.

O último gol que a equipe sofreu foi em 29 de setembro, na vitória sobre o Grêmio, por 2 a 1. De lá para cá, o time venceu o Botafogo (1 a 0), empatou com o Cruzeiro (0 a 0) e derrotou o Bahia (2 a 0).

O setor ofensivo também merece elogios, pois nas cinco partidas seguidas sem derrota no Brasileirão o ataque fez gol em quatro jogos. Nesta quinta-feira, o setor deverá contar com três jogadores: Nenê, Yony González e João Pedro. Além da chegada de Ganso.

O Fluminense soma 29 pontos, enquanto o adversário paranaense tem 35 e joga o Campeonato Brasileiro despreocupado após a conquista da Copa do Brasil, que lhe garantiu uma vaga na Libertadores do próximo ano.

O atacante Neymar, do PSG, foi homenageado nesta quarta-feira (16) pelo artista brasileiro Marcos Marin com uma escultura de quase três metros em Paris, na França.

A estátua do camisa 10 da seleção brasileira está exposta na avenida George V, na capital francesa. Além disso, a escultura integra a exposição "George V Monumental", que acontece até o dia 14 de novembro. Mais de 50 obras de quatro artistas diferentes participam da mostra.

##RECOMENDA##

Após Paris, a obra do astro brasileiro irá para o Catar, onde ficará disponível ao público em uma exposição oficial da próxima Copa do Mundo, em 2022.

Desde 2017 no PSG, o brasileiro já anotou 55 gols em 63 jogos pelo time francês. Neymar também conquistou cinco títulos, entre eles dois Campeonatos Franceses.

[@#video#@]

Da Ansa

Mailson está fora da Série B do Campeonato Brasileiro. O goleiro do Sport sofreu um estiramento no ligamento do joelho direito e não joga mais em 2019. Em entrevista ao portal Globo Esporte, o médico do Leão, Raul Lins, disse que o atleta se machucou no primeiro tempo do jogo contra o Cuiabá, na última segunda-feira, ao se chocar com zagueiro Adryelson.

Apesar da gravidade, Mailson não será operado. "Não vai ser cirúrgico. Vamos fazer um tratamento conservador. Como o prazo passa o período da Série B, ele não joga mais nesta temporada", disse Raul Lins. A próxima partida do Sport é domingo, diante do Brasil de Pelotas, fora de casa.

##RECOMENDA##

 

O vereador carioca Antônio José Papera de Azevedo (PTB), conhecido como Zico, está querendo proibir o uso do Árbitro de Vídeo (VAR) nas partidas de futebol realizadas pela Federação de Futebol do Rio de Janeiro (FERJ) ou em qualquer outra que aconteça no município. Para isso, ele criou um projeto de lei publicado nesta quarta-feira (16), no Diário Oficial da Câmara do Rio. 

Como justificativa, Zico diz que "apesar de ser uma tecnologia muito cara, o uso do Árbitro de Vídeo não tem contribuído para a melhoria do futebol, com interrupções demoradas, fazendo com que o ritmo das partidas seja alterado". Além disso, o vereador acentua que, com o uso do VAR, "quem perde é o público que paga para assistir ao espetáculo". 

##RECOMENDA##

Se aprovado o projeto de lei, o descumprimento acarretará em multa no valor de R$ 250 mil. Valor arrecadado deverá ser revertido para o Fundo Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (FUMDC). 

O dia era 22 de maio de 2010 e a torcida da Inter de Milão estava no céu. No Estádio Santiago Bernabéu, templo do Real Madrid, o time italiano venceu o Bayern de Munique por 2 a 0 e fechou com o título da Liga dos Campeões da Europa a melhor temporada da história do clube - já havia conquistado o Campeonato Italiano e a Copa da Itália. Mal sabiam os torcedores, porém, que a decadência azul e negra começava exatamente ali, entre muitos abraços e garrafas de espumante.

Logo depois da tríplice coroa, o técnico José Mourinho se mandou para o Real e o desmanche foi inevitável. Desde então, com a razoavelmente honrosa exceção de uma Copa da Itália vencida logo na temporada seguinte, o clube que já teve como ídolos os goleadores Ronaldo e Adriano não ganhou mais nada. Pior, viu de muito longe a Juventus estabelecer uma hegemonia sem precedentes no futebol do país. E só agora, depois de apanhar por quase dez anos, a Inter dá sinais de que está dando a volta por cima.

##RECOMENDA##

A história recente da outrora poderosa Inter começou a mudar em junho de 2016, quando o grupo empresarial Suning, da China, comprou do indonésio Erick Thonir a maioria das ações do clube. Em outubro do ano passado, o Suning passou a ser dono de 100% das ações e Steven Zhang (filho de Zhang Jindong, presidente do Suning), de 28 anos, tornou-se presidente do clube.

Com os chineses, chegou o dinheiro, mas não só isso. Giuseppe Marotta foi contratado para ser o diretor esportivo depois de alguns anos cumprindo essa função na Juventus - ele é apontado pela imprensa italiana como um dos responsáveis pela hegemonia do clube de Turim na Itália (oito títulos nacionais consecutivos).

Com o dinheiro chinês e o currículo de Marotta, só faltava um treinador acostumado a vencer para o cenário estar completo. E Antonio Conte chegou no meio do ano para ser esse homem. Credenciado pelo sucesso na Juventus, na seleção italiana e no Chelsea, o técnico empolgou a torcida tanto ou mais do que as novas estrelas da companhia, os atacantes Romelu Lukaku e Alexis Sánchez, ambos trazidos do Manchester United.

"O Conte foi escolhido a dedo porque ele é um profissional muito rigoroso, exige disciplina dos jogadores. E os chineses prezam muito por coisas como organização, hierarquia e disciplina", afirma o jornalista italiano Andrea Elefante, que acompanha o dia a dia da Inter. Não por acaso, a Inter tratou de se livrar do atacante argentino Icardi e do meia belga Nainggolan, ambos com problemas disciplinares no currículo, tão logo Conte chegou.

Para o ex-jogador Zé Elias, que defendeu a equipe italiana entre 1997 e 1999, a chegada de Conte vem sendo decisiva para o time. "A Inter sempre teve bons jogadores, mas nem sempre teve técnicos de peso. Às vezes os jogadores se achavam mais importantes do que a instituição, mas o Conte sabe fazer todo mundo respeitar a camisa que veste. Ele é muito sério, muito profissional, é a pessoa certa, até pelo temperamento dele. O Conte consegue fazer os jogadores olharem para ele de baixo para cima", diz o ex-atleta, ao Estado.

CHOQUE DE REALIDADE - Nas últimas oito temporadas, a Inter jamais terminou o campeonato nacional menos de 20 pontos atrás da Juventus e só participou duas vezes da Liga dos Campeões (sem contar a atual edição).

No Italiano em andamento, a Inter da "era Suning/Marotta/Conte" chegou ao clássico contra a Juventus na liderança, o que deixou os torcedores eufóricos, mas a derrota por 2 a 1 em Milão serviu como uma cachoeira de água gelada sobre as cabeças interistas. A avaliação do comando do clube é que ainda falta melhorar bastante para alcançar o nível do time de Cristiano Ronaldo. Por isso, dois jogadores devem ser contratados na janela de transferências de janeiro.

Mesmo com a chegada desses reforços, os comandantes da Inter sabem que superar a Juventus nesta temporada é muito difícil, mas eles não têm pressa. A ideia inicial é consolidar o clube como a segunda força da Itália para em seguida acabar com a supremacia da Velha Senhora e, por fim, voltar a triunfar na Europa, tendo Conte como o "novo Mourinho".

"Acredito que a Inter vai voltar a ser forte. O time está sendo reconstruído com a espinha dorsal que o Conte montou, bem competitiva, com marcação por pressão, o Lukaku brigando lá na frente... É um estilo bem italiano, é assim que o Conte trabalha", comenta Zé Elias.

O atual melhor jogador do Mundo Lionel Messi recebeu nesta quarta-feira (16) mais um prêmio. Messi foi agraciado com a bota de ouro 2019 que o qualifica como artilheiro da europa. Ao fim do evento ele afirmou que a Liga espanhola é mais importante que a Liga espanhola.

"Obviamente que a Champions é algo especial e todos anos nos queremos ganhar, mas temos a consciência que a Liga é mais importante porque faz com que você esteja bem na Champions e na Copa do Rei", ressaltou Messi.

##RECOMENDA##

O craque argentino ainda aproveitou a oportunidade para agradecer os companheiros que ele considera 'culpado' pelo prêmio de artilheiro da Europa.

“Minha família, a direção e meus companheiros Suárez e Jordi Alba. Considero eles como um dos grandes culpados por eu receber este prêmio hoje. Como sempre digo, sem minha equipe e meus companheiros não teria conseguido nenhum destes troféus", argumentou.

 

A Uefa puniu a Lazio por comportamento racista de seus torcedores. O clube italiano terá que fechar dois setores das arquibancadas norte de seu estádio no duelo com o Celtic, no dia 7 de novembro, pela quarta rodada da fase de grupos da Liga Europa. As ofensas racistas aconteceram na partida contra o Rennes há duas semanas pela mesma competição. O clube romano também recebeu uma multa de 20 mil euros (cerca de R$ 92 mil) e terá que exibir uma faixa com as palavras #EqualGame no jogo contra o time escocês.

O Comitê Disciplinar da Uefa ameaçou inicialmente fechar os portões do estádio no duelo da Liga Europa. A Lazio apelou considerando um "castigo severo" e reafirmou sua intenção de perseguir os responsáveis por esse "comportamento inaceitável". Com isso, conseguiu diminuir a punição. "Para confirmar que vai defender a sua reputação e a sua tradição, o clube anuncia ter imediatamente ativado as iniciativas com vista a identificar os responsáveis e aplicar rigorosamente o código de ética, de modo a afastá-los do estádio", informou o clube romano em comunicado.

##RECOMENDA##

Durante o jogo com o Rennes, torcedores do setor norte fizeram gestos nazistas. Não é a primeira vez que o clube precisa lidar com o comportamento preconceituoso vindo das arquibancadas. Na temporada passada, aconteceu a mesma coisa no duelo contra o Rennes e custaram à Lazio a realização de um jogo com parte de uma arquibancada fechada.

Nesta semana, após atos racistas de torcedores nas Eliminatórias da Eurocopa-2020, o presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, pregou uma "guerra aos racistas" e disse que as demonstrações de preconceito são uma "doença" no futebol. Eles fez as declarações em comunicado enviado à agência de notícias Associated Press (AP).

"Acredite em mim, a Uefa está comprometida a fazer tudo que puder para eliminar esta doença do futebol", declarou Ceferin. "Não podemos aceitar isso. Devemos sempre nos esforçar para fortalecer nossa determinação. De forma mais ampla, a família do futebol - dos dirigentes aos jogadores, treinadores e torcedores - precisam trabalhar com os governos e as ONGs para liderarmos uma guerra contra os racistas e marginalizarmos suas visões abomináveis na sociedade."

Os episódios racistas aconteceram durante a goleada de 6 a 0 da Inglaterra sobre a Bulgária, na cidade de Sofia, capital búlgara, na segunda-feira, pela fase de grupos das Eliminatórias da Euro. O jogo foi interrompido por duas vezes no primeiro tempo por causa de cânticos racistas e saudações nazistas dos torcedores da equipe da casa.

O coro racista de parte da torcida da Bulgária na goleada sofrida por 6x0 para Inglaterra, pelas eliminatórias da Euro, segue repercutindo. O goleiro da seleção búlgara falou sobre o assunto em entrevista ao The Guardian nesta terça-feira (15) e afirmou que a torcida se comportou bem.

Mesmo vendo toda reação do mundo do futebol repudiando a atitude dos torcedores, o goleiro da seleção búlgara, Plamen Ilievi, ignorou as críticas e ainda elogiou a postura da torcida.

##RECOMENDA##

"Sendo honesto, eu acredito que (os torcedores) se comportaram bem. Não houve nenhum abuso e acho que eles (jogadores ingleses) exageraram um pouco. O público estava numa boa. Não escutei palavrões para os nossos ou para os jogadores deles", disse em entrevista ao The Guardian.

O treinador da seleção da Bulgária concordou com o goleiro e criticou a torcida da Inglaterra: "Pessoalmente, não escutei nada. Mas tenho que dizer que os torcedores ingleses vaiaram o hino da Bulgária. Durante o segundo tempo, usaram palavras contra nossos torcedores que achei inaceitáveis", afirmou Krasimir Balakov.

O caso tem gerado grande repercussão. O primeiro-ministro búlgaro criticou a atitude da torcida e também o presidente da Federação búlgara de futebol, a UEFA se juntou ao discurso, o que fez com que Borislav Mihailov anunciasse sua renúncia após a pressão.

A liga que organiza o Campeonato Espanhol pediu nesta quarta-feira à Real Federação Espanhola de Futebol que mude a sede do clássico entre Barcelona e Real Madrid. A entidade quer alterar o local, do Camp Nou para o Santiago Bernabéu, estádio do Real, porque a Catalunha vem enfrentando seguidos protestos desde a segunda-feira (14).

A partida, válida pela 10ª rodada do Espanhol, está marcada para o dia 26 (um sábado) deste mês. A liga que organiza o campeonato teme que os protestos em Barcelona sigam fortes até a data do clássico, o que afetaria a logística e toda a estrutura relacionada ao jogo, considerado um dos maiores clássicos do mundo.

##RECOMENDA##

A Real Federação Espanhola de Futebol ainda não se manifestou sobre o pedido. O objetivo da liga é inverter o mando de campo dos clássicos. Assim, o jogo válido pelo primeiro turno seria disputado em Santiago Bernabéu e a partida entre os dois grandes no segundo turno, somente em março do ano que vem, aconteceria no Camp Nou.

A preocupação se deve às manifestações que tiveram início na segunda-feira, em Barcelona. Milhares de pessoas ocuparam o Aeroporto de El Prat, em protesto contra a condenação de 12 líderes separatistas catalães. As principais ruas da cidade foram bloqueadas e os serviços de trens urbanos e do metrô foram interrompidos. A polícia reprimiu com violência as manifestações. Mais de 100 voos foram cancelados, ao menos 70 pessoas ficaram feridas nestes últimos dois dias. Nesta quarta, o terceiro dia seguido de protestos já começou.

O caos começou assim que o Tribunal Supremo da Espanha condenou nove líderes separatistas a penas de prisão que variam de 9 a 13 anos por sedição em razão do referendo de outubro de 2017, realizado apesar de uma proibição do governo em Madri. Outros três réus foram considerados culpados de desobediência e não receberam penas de prisão.

As sentenças foram consideradas pesadas. O ex-vice-governador catalão Oriol Junqueras recebeu pena de 13 anos de cadeia, a maior entre os separatistas. Ele afirmou que o movimento voltará mais forte. "Voltaremos e voltaremos mais fortes. Não tenham nenhuma dúvida, voltaremos e venceremos", afirmou Junqueras, em carta escrita na prisão e publicada pelo partido Esquerda Republicana da Catalunha (ERC).

O negócio envolvendo a ida do experiente meio campista Richarlysson, para o Poços de Caldas, não evoluiu. O empresário do atleta, Julio Fressato, revelou nesta terça-feira (15), em entrevista ao UOL, que a questão financeira foi o que impediu um acerto com a equipe mineira.

O sonho do presidente Paulo Cesar da Silva de ter a dupla Richarlysson e Bruno no elenco do Poços não irá acontecer.  "Teve sim o interesse, mas a gente não chegou na questão financeira, o que pegou foi a questão financeira, ele vai fazer 37 anos, mas não ficou parado. O Poços de Caldas não avançou, mas ele continua treinando em Bauru para voltar a jogar em 2020", afirmou.

##RECOMENDA##

O empresário do jogador citou que Richarlysson tem interesse de três equipes, duas de São Paulo e uma da Paraíba. Apesar da idade, ele não pensa em aposentadoria.

"Mesmo que venha procurar agora também já não é mais do nosso interesse. Seria por um período que ele estivesse parado, mas hoje o Richarlyson está com outros planos, pensando em outra situação porque existe a possibilidade de fazer contrato de um ano, então não reavaliaria o Poços de Caldas", pontuou.

Sem vencer há três jogos, o Bahia tem um confronto complicado na briga por uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores. Nesta quarta-feira (16), às 19h15, visita o Grêmio, pela 26.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mesmo fora de casa, o objetivo é pontuar.

Por isso, o técnico Roger Machado não quer ninguém mais falando da derrota para o Fluminense, por 2 a 0, embora acredite que o time jogou bem e não merecia perder no Maracanã.

##RECOMENDA##

"Temos que manter a pegada, apesar do cansaço gerado não só pelo jogo como pela logística da viagem. O impacto é nos sincronismos, não no desgaste. Agora, a gente vai medindo isso. A escalação vai sair no vestiário. É descansar, lamber as feridas e partir para outra", pediu o treinador.

O comandante revelou que só divulgará a escalação momentos antes da partida. "Quem retorna é só o Artur. Hoje estava ainda naquele ciclo da virose. Moisés e Nino Paraíba também. Deve retornar só o Artur", confirmou.

O time segue com alguns problemas e Roger Machado adotou tom de mistério. Nino Paraíba e Moisés, com lesões na panturrilha e coxa, respectivamente, estão fora. João Pedro deve continuar sendo o titular na lateral direita, enquanto Giovanni permanece na lateral esquerda.

Por outro lado, o atacante Artur Victor retorna após cumprir suspensão, no lugar de Élber. Embora se recupere de uma virose, ele foi confirmado no ataque ao lado de Gilberto.

A última vitória do Bahia foi em 30 de setembro, quando fez 2 a 0 no Avaí. De lá para cá, perdeu para o Athletico-PR por 2 a 1 e empatou sem gols com o São Paulo, ambos em casa, além de ter sido derrotado por 2 a 0 pelo Fluminense, no Rio.

Com a recente campanha, o clube baiano está na oitava colocação com 38 pontos, três a menos do que o próprio Grêmio, sexto colocado e que usará força total mesmo com a aproximação do segundo jogo da semifinal da Copa Libertadores, contra o Flamengo.

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando