Cultura

| Cinema

O ator Tom Holland, o Homem-Aranha de Vingadores: Ultimato, contou que uma das cenas mais impactantes do filme foi feita no improviso. Ele relembrou o momento, durante entrevista, e contou sua impressão a respeito de um dos eventos mais importantes no longa.

Segundo Holland, não havia roteiro para a morte de Tony Stark e os atores entraram no set apenas com orientações dos diretores. "No set estavam apenas Kevin Feige, os irmãos Russo, eu, Robert Downey Jr., Gwyneth Paltrow e Don Cheadle. Eles nos levaram para a locação e falaram o que iria acontecer ou o que eles queriam que acontecesse e então começamos a improvisar", disse em entrevista ao Indiewire.

##RECOMENDA##

Os atores, então, gravaram a sequência em que o Homem de Ferro morre após uma longa batalha contra Thanos. Na sequência, Peter Park chora e abraça seu mentor enquanto Pepper diz que o marido finalmente pode descansar. "Foi uma maneira muito interessante de filmar uma cena tão importante para o filme, pois foi um dia muito emocional. Olhando para trás, foi um dos dias mais loucos que me lembro. Mas foi fantástico e virou uma cena incrível", disse Holland.

LeiaJá também

--> 'Vingadores: Ultimato' se torna 2ª maior bilheteria

--> Mark Ruddalo choca fãs com antes e depois dos Vingadores

 

O cineasta italiano Franco Zeffirelli, conhecido por filmes como "Romeu e Julieta" (1968), faleceu neste sábado (15) aos 96 anos em sua casa em Roma.

O artista faleceu em decorrência "de uma longa doença que se agravou nos últimos meses", anunciou a imprensa italiana, cintando fontes da família.

##RECOMENDA##

"Jamais quis que esse dia chegasse. Franco Zeffirelli partiu esta manhã. Um dos maiores homens da cultura mundial. Nós nos unimos na dor de seus entes queridos. Adeus, querido Mestre, Florença nunca te esquecerá", escreveu no Twitter Dario Nardella, o prefeito de Florença, cidade natal do artista.

Diretor, roteirista e produtor, Franco Zeffirelli assinou vinte longas-metragens em sua carreira.

Ele foi o ícone de um cinema estético estudado com seu mestre Luchino Visconti e inspirado por obras-primas da literatura inglesa e grandes óperas.

Seu mais conhecido filme, "Romeu e Julieta" (1968), é uma adaptação de Shakespeare, a quem também emprestou "Hamlet" (1992, estrelado por Mel Gibson e Glenn Close) e "A Megera Domada" (1967, com Elizabeth Taylor e Richard Burton), uma lealdade que lhe valeu em 2004 o título de "Sir" na Inglaterra.

Além do cinema, ele também dirigiu mais de trinta peças de teatro e óperas.

A série americana Chernobyl, que conta a história do trágico acidentes nuclear, tem feito muito sucesso entre o público. Menos entre os russos. O país de Vladimir Putin está se preparando para produzir um filme 'em resposta' à produção exibida pela HBO. O roteiro vai contar que o acidente, na verdade, foi resultado de uma infiltração dos EUA na usina russa.

Craig Mazin, diretor de Chernobyl, pesquisou por anos os detalhes do acidente ocorrido na usina russa para criar a série. O conteúdo da atração, no entanto, não deixou os russos muito felizes. Segundo o Moscow Times, o público daquele país tem descrito a produção como exagerada e caricata.

##RECOMENDA##

Sendo assim, o canal russo NTV, que tem apoio do Estado, já está se preparando para produzir um filme que vai contar sua própria versão do acontecido. No roteiro, a CIA, agência de inteligência americana, vai aparecer como sendo a responsável pela tragédia.

O diretor da produção russa, Alexei Muradov, deu alguns detalhes do filme em entrevista ao Moscow Times. Segundo ele, o roteiro será baseado em uma teoria da conspiração que alega uma suposta infiltração de agentes americanos na usina nuclear. O longa ainda não tem data de estreia.

Quase 40 anos depois de "O Iluminado", os corredores salpicados de sangue do hotel Overlook continuam aparecendo nos pesadelos de gerações de fãs do cinema de terror.

A obra-prima de thriller psicológico de Stanley Kubrick, uma adaptação do romance de Stephen King, marcou um antes e depois no gênero.

##RECOMENDA##

Mas Mike Flanagan, o diretor de "Doutor Sono", continuação da obra de terror de Kubrick, e também adaptada de um romance de King publicado em 2013, teve que enfrentar um drama muito diferente.

O diretor se viu obrigado a conciliar as visões dos dois gigantes criativos, já que King odiava a adaptação cinematográfica de Kubrick, falecido em 1999, pelas liberdades que este último havia tomado com seu argumento e seus protagonistas.

"Isso foi aterrador", disse Flanagan. Para ele, conseguir ter a bênção de King marcou "o momento mais angustiante" de sua carreira.

"A esperança era gerar algum universo no qual Stephen King e Stanley Kubrick pudessem amar este filme", disse a jornalistas em uma apresentação do trailer de "Doutor Sono" em Los Angeles, que estreará em 30 de outubro.

A tentativa de atingir esse objetivo "foi a fonte de todas as úlceras que tivemos nos últimos dois anos", afirmou.

O trailer contém várias imagens familiares para os espectadores do filme de Kubrick, incluindo um jovem Danny Torrance que pedala em seu triciclo pelos corredores do hotel, e a palavra "Redrum", "Assassinato" em inglês, escrita ao contrário em uma parede.

O produtor Trevor Macy disse que cada cena icônica havia sido recriada com minucioso cuidado dos detalhes, embora o momento mais recordado - quando se abre a porta de um elevador e se derrama uma cascata de sangue - foi tomado diretamente da obra de Kubrick.

O trailer tem um final inquietante, com Ewan McGregor, que interpreta Dan adulto, quatro décadas depois, olhando através do enorme buraco em uma porta cortada com um machado, que devolve o espectador às cenas de Nicholson.

- "Atmosfera sufocante" -

Os cineastas disseram que haviam assegurado a bênção de King para fazer uma versão fiel de seu livro, que ainda poderia existir no "universo cinematográfico" de Kubrick.

Mas o projeto se tornou mais difícil porque King, ao escrever a sequência, "ignorou ativa e intencionalmente tudo que Kubrick havia mudado", incluindo alguns dos personagens assassinados no filme, explicou Flanagan.

Um novo personagem é Abra, uma jovem que possui uma versão ainda mais forte dos mágicos poderes "resplandecentes" de Dan.

Escolher a protagonista implicou ver 900 meninas, para finalmente selecionar Kyliegh Curran para seu primeiro grande papel, superando estrelas infantis mais experientes.

Abra e Dan se unem para enfrentar vilões sobrenaturais que se deleitam com aqueles com poderes, o que obriga Dan a enfrentar seus demônios internos que surgem de sua estada no Overlook em uma vida anterior.

O filme, assim como seu antecessor, tem como objetivo assustar os espectadores criando tensão e uma "atmosfera sufocante", em vez de simplesmente assustá-los com os habituais efeitos de "sobressaltos", disse Flanagan.

"Tomamos muitas das lições de Kubrick sobre como fazer um thriller psicológico", disse, acrescentando que o filme é "ferozmente protetor" do texto de King.

Em 2002, Suzane von Richthofen chocou o Brasil ao receber a acusação de ter matado os pais, Manfred e Marísia von Richthofen, com a ajuda de Daniel e Cristian, os irmãos Cravinhos. O crime brutal arquitetado pela jovem vai virar filme. Após fazer sucesso em "Chiquititas" e em "A Força do Querer", a atriz Carla Diaz foi escolhida para interpretar Suzane.

O longa-metragem recebeu o título provisório de "A Menina que Matou os Pais" e será dirigido por Maurício Eça. Segundo informações de Bruno Rocha, o Hugo Gloss, Maurício afirmou que o projeto será um "thriller psicológico de suspense".

##RECOMENDA##

Previsto para estrear no primeiro semestre de 2020, o filme terá o roteiro assinado pela criminóloga Ilana Casoy e pelo escritor Raphael Montes. Em fase de pré-produção, "A Menina que Matou os Pais" será lançado pela Galeria Distribuidora.

Cuba Gooding Jr., ator famoso por filmes como Homens de Honra e Jerry Maguire, se entregou à polícia de Nova York na tarde de quinta-feira, dia 13, após ser acusado de assédio sexual, segundo o TMZ.

O ator foi preso - para dar depoimento, ser fichado e fornecer suas digitais - mas afirma que é inocente! Uma mulher o acusa de apalpar seus seios à força no domingo, dia 9, em um bar em Manhattan.

##RECOMENDA##

O advogado de Gooding disse ao TMZ que tem um vídeo de duas horas filmado no tal bar, que mostra que o ator não se comportou de maneira inapropriada.

O próprio Cuba afirmou que confia no sistema e que espera que o processo fale por si só.

Sylvia Miles morreu aos 94 anos de idade. Segundo informações do The Mirror, a atriz havia reclamado que não estava se sentindo bem e, na ambulância, a caminho do hospital, acabou morrendo.

Ela ficou conhecida por ter sido indicada ao Oscar por sua atuação - de seis minutos - em Perdidos na Noite, clássico de 1969. Depois, ela também foi indicada ao Oscar, dessa vez por sua atuação em O Último dos Valentões, de 1975.

##RECOMENDA##

Além disso, ela fez participações menores, como no filme Wall Street: O Dinheiro Nunca Dorme e na série Sex and the City.

Ela se casou e se divorciou por três vezes e não teve filhos.

A Periférica - II Mostra de Cinema de Camaragibe está com inscrições abertas para filmes de curta-metragem que desejem participar do evento. O festival acontece entre os dias 26 de agosto e 1º de setembro, na cidade de Camaragibe, Região Metropolitana do Recife. As inscrições são gratuitas.

Podem se inscrever filmes nas categorias de ficção, animação, documentário ou experimental com duração de no máximo 25 minutos. Os interessados devem efetuar a inscrição até o dia 10 de julho, através de formulário disponibilizado na internet.

##RECOMENDA##

Os títulos inscritos serão avaliados por uma comissão curadora e o resultado com a lista dos selecionados será divulgado até o dia 5 de agosto através das redes sociais do evento. A Mostra Periférica é realizada pela produtora Ambar e Pós-Traumático Coletivo, com incentivo do Funcultura.

 

Assim como na vida real, a ficção propõe um esquema de amor que passa por tempos tenebrosos e apaixonantes. No cinema, filmes que mostram histórias de relacionamentos bastante tórridos caem no gosto popular por explorarem uma expectativa romântica que sempre inspira os espectadores que se enxergam nos personagens.

Para comemorar o Dia dos Namorados nesta quarta-feira (12), o LeiaJá listou alguns casais cinematográficos que deveriam ter um final feliz. Confira:

##RECOMENDA##

Romeu & Julieta

Baseado na obra de William Shakespeare, o clássico do cinema de 1968 emocionou espectadores mundo afora com o conflito vivido pelos jovem Romeu e a doce Julieta. A morte trágica mostrou que o amor serviu de degrau para os dois serem lembrados pelo romantismo sincero.

Meu Primeiro Amor

Em 1991, Macaulay Culkin aumentava o 'fofurômetro' dos cinemas com o personagem Thomas J. Sennett. No filme "Meu Primeiro Amor", a reação das pessoas ao final do gerou comoção após Vada Sultenfuss ter se despedido de Thomas no funeral dele. A cena clássica dos dois dando o primeiro beijo é lembrada até hoje.

Titanic

Sucesso de bilheteria e com 11 Oscars, o filme de James Cameron lotou os cinemas no mundo inteiro. O romance proibido de Jack Dawson e Rose DeWitt Bukater, vividos pelos atores Leonardo DiCaprio e Kate Winslet, levou os espectadores às lagrimas. A morte de Jack gerou tristeza após ele ter se despedido da amada de forma heróica no mar gelado do oceano Atlântico.

Antes Que Termine o Dia

Estrelado por Jennifer Love Hewitt e Paul Nicholls, o longa romântico que conta a história de Samantha Andrews e Ian Wyndham causa histeria pela reviravolta que dá. Preocupado com um déjà vu, Ian passa a proteger de todas as formas a amada. Os planos para blindar Samantha dos problemas marcam a morte inesperada de Ian.

Um Amor Para Recordar

A rebeldia de Landon e a calmaria de Jamie, personagens de Shane West e Mandy Moore, são ingredientes perfeitos para juntar os dois. A sintonia do casal de jovens rompe as barreiras do preconceito. A morte precoce da filha do reverendo Sullivan abre os olhos de Landon e mostra que ele foi o milagre testemunhado por ela.

Um Dia

Conhecida pela irreverência no filme "O Diário da Princesa" e "O Diabo Veste Prada", Anne Hathaway conseguiu emocionar os cinéfilos com muito drama em "Um Dia". Os espinhos presentes na trama pregaram uma peça nas pessoas com o atropelamento de Emma, deixando Dexter (Dexter Mayhew) devastado com a morte dela.

Como Eu Era Antes de Você

A história de um tetraplégico muda o cotidiano de Louisa Clark, vivida pela atriz Emilia Clarke. Milionário, Will (Sam Claflin) passa a receber os cuidados de Louisa, mas o que ele não imaginava era ser conquistado pelo jeito alegre da funcionária. Após se envolverem, Will revela para Louisa que irá passar pelo método de eutanásia. Abalada e sem acreditar, ela acata a decisão. O final do filme dirigido por Thea Sharrock mostra que os problemas sempre serão destacados na vida.

Chris Evans, mais conhecido atualmente como Capitão América, fez um post elogiando outro galã de Hollywood: Keanu Reeves. Amado na internet por seu jeito humilde e personalidade generosa, Keanu aparece em um vídeo dublando seu personagem em Toy Story 4, Duke Caboom.

E Evans gostou tanto das caras e bocas de Reeves que compartilhou o vídeo no Twitter e ainda escreveu:

##RECOMENDA##

Se lançassem só duas horas disso no cinema e chamassem de Toy Story 4, eu provavelmente ainda assistiria pelo menos duas vezes no cinema.

[@#video#@]

Samoa, localizado na Oceania, proibiu o filme Rocketman, que conta a história de Elton John, por causa das cenas sobre sua homossexualidade. As informações são da Associated Press.

O órgão de censura nacional, Readtaua Niuapu Faaui, afirmou ao jornal Samoa Observer nesta terça-feira, 11, que a homossexualidade viola as normas do país e não se encaixa nas crenças culturais e cristãs do povo samoense.

##RECOMENDA##

O país prevê em lei, desde 2013, que a sodomia é considerada crime com pena de até sete anos de prisão, mesmo que o ato ocorra com consentimento.

Rocketman mostra a relação entre John e o seu empresário John Reid. Em 2008, Samoa também proibiu o filme Milk: A voz da Igualdade, que mostra a história de um ativista gay.

O Sesc Piedade vai ocupar o Cine Teatro Samuel Campelo, em Jaboatão dos Guararapes, durante este mês de junho, com uma programação repleta de filmes nacionais e internacionais. O Cine Sesc promove exibições às terças e quartas, das 9h às 19h.

Na programação estão títulos infantis e adultos possibilitando a participação de públicos de todas as idades. A entrada é gratuita e escolas também podem agendar a visitação de grupos através do e-mail samuelcampelocineteatro@gmail.com.

##RECOMENDA##

Entre os filmes que serão exibidos, estão nomes como Lixo Extraordinário, 31 minutos, O menino da porteira, Puaj! e À beira do caminho. A programação pode ser vista no site do Sesc.

Serviço

Cine Sesc

11, 12, 18, 19, 25 e 26 de junho

Cine Teatro Samuel Campelo (Praça Nossa Senhora do Rosário, 510 - Centro)

Gratuito

A Disney divulgou, nesta terça (11), o trailer de Frozen 2. A continuação da saga gelada da princesa Elsa traz a protagonista ainda mais decidida e obstinada na busca de desvendar o seu passado.

No trailer, Elsa aparece aprendendo a extensão de seus poderes e como usá-los. Ela também percebe que precisa descobrir detalhes do seu passado e parte em busca de fazê-lo.

##RECOMENDA##

A animação tem data de estreia marcada para 22 de novembro de 2019, nos EUA. Os fãs brasileiros de Elsa terão que esperar até janeiro de 2020 para vê-la novamente nas telonas. O filme tem direção de Chris Buck e Jennifer Lee. Já o elenco contará, novamente, com Kristen Bell, Idina Menzel, Josh Gad e Jonathan Groff.

Assista ao trailer de Frozen 2:

[@#video#@]

Estreia no dia 28 de junho a primeira série brasileira produzida exclusivamente para o Instagram. Intitulada 144, a atração do segmento cristão terá 144 episódios, com duração de até um minuto cada, que serão exibidos ao longo de cinco temporadas. A disponibilização do conteúdo será diária.

Os 40 episódios da primeira temporada foram gravados no deserto de Ica, no Oásis de Huacachina, no Peru. Eles vão mostrar a jornada de Naavikm até as Terras Baixas, sendo guiado por três elementos encontrados no meio do deserto. Esses mesmo elementos estarão presentes nas demais temporadas, cujos protagonistas terão como objetivo chegar a este destino comum.

##RECOMENDA##

A estrutura da série traz episódios curtos, numa adaptação ao formato padrão para publicações na rede social. Os episódios poderão ser acompanhados pelo perfil @serie144. A produção é de responsabilidade da Igreja Adventista do Sétimo Dia que pretende, através desse conteúdo, atingir ao público mais jovem adepto da rede social Instagram.

 

Boa notícia para os fãs de Frozen! A sequência da história de Anna e Elsa ganhou seu primeiro pôster oficial, e nele podemos ver as irmãs em meio a árvores e um clima congelante.

Junto com o pôster, o Instagram oficial da Disney confirmou que nesta terça-feira, dia 11, será lançado o primeiro trailer do filme, que mostrará Anna e Elsa em uma nova aventura bem longe de Arendelle, ao lado dos já conhecidos Kristoff, Sven e, é claro, Olaf. As primeiras imagens do longa já foram exibidas no teaser, e o trailer promete ser ainda mais completo.

##RECOMENDA##

Frozen 2 está previsto para estrear no dia 2 de janeiro de 2020 no Brasil.

Orlando Bloom concedeu uma entrevista à publicação Dog's Monthly - a qual o jornal The Sun teve acesso exclusivo - e nela surpreendeu ao revelar que mantêm em sua casa o esqueleto de Sidi, seu cachorro que morreu em 2015 por conta de uma doença hepática.

Segundo a publicação, o motivo por detrás dessa peculiaridade foi explicado pelo ator que disse ter ficado muito chateado quando seu pet morreu e que por isso quis arrumar uma forma de manter Sidi por perto:

##RECOMENDA##

- Ele era uma ótima companhia e eu fiquei muito triste quando ele morreu. Seu esqueleto foi montado para que assim ele continuasse comigo. Eu sei que isso soa um pouco estranho para algumas pessoas, mas [o esqueleto] tem uma aparência de bom gosto e eu ainda posso dizer boa noite a ele.

Ainda segundo o que se é informado, o cão e Bloom se conheceram em 2004 quando o noivo de Katy Perry estava gravando o filme Cruzada, em Marrocos. Atualmente, ele adotou um novo filhote de cachorro e costuma o exibir nas redes sociais, comprovando sua paixão por animais - mencionada também na entrevista:

- Eu sou britânico e nós somos a nação amante de cachorros. Mas, mesmo que eu não fosse britânico, eu continuaria louco por animais, especialmente por cães. Eu não consigo me conter.

A atriz Angelina Jolie, enviada especial da ONU para os refugiados, advogou neste sábado (08) perante o governo colombiano por cerca de 20 mil crianças de pais venezuelanos apátridas, como resultado do êxodo em massa gerado pela crise na Venezuela.

Jolie abordou esse fenômeno - uma das consequências menos conhecidas da crise migratória - com o presidente Iván Duque, como parte de sua visita à Colômbia para absorver a situação dos venezuelanos que fugiram do colapso econômico em seu país.

##RECOMENDA##

Durante uma reunião no porto de Cartagena, a atriz americana conquistou o apoio de Duque para resolver o limbo legal dos filhos de migrantes que não têm nacionalidade definida.

"O presidente e eu conversamos sobre o risco de mais de 20 mil crianças venezuelanas se tornarem apátridas e sobre o seu compromisso de apoiar as crianças", disse Jolie no final da reunião.

A Colômbia, que recebe a maior população de venezuelanos afetados pela crise, não reconhece automaticamente como nacionais aqueles nascidos em seu território.

Muitos dos migrantes estão em situação irregular, o que impede seus bebês de obter esse direito, mesmo que tenham acesso aos cuidados básicos.

Os pais, por outro lado, têm dificuldades para registrar seus filhos nos consulados em meio à ruptura das relações diplomáticas entre Caracas e Bogotá.

Duque, que incentiva o cerco internacional contra o governo de Nicolás Maduro, também destacou a urgência de resolver esse problema.

"Queremos abordar (...) a nacionalização de milhares de crianças venezuelanas em nosso país que hoje não têm um status migratório definido (...) Fazer isso é uma forma humanitária de lhes dar oportunidades e benefícios", afirmou o presidente.

Por sua parte, Jolie elogiou o tratamento que a Colômbia está dando ao maior fluxo migratório de sua história, depois de visitar uma área de fronteira.

"Eu vi por mim mesmo como as escolas, hospitais e serviços locais estão sobrecarregados, mas também vi a humanidade inspiradora mostrada pelas comunidades locais", disse.

Acompanhada por Kelly Clements, a Alta Comissária Adjunta do ACNUR, Jolie retornará esta tarde a um ponto de fronteira no departamento de La Guajira antes de concluir sua visita de dois dias.

O diretor Spike Lee pede que as produtoras de Hollywood deixem a Geórgia por causa de uma lei que proíbe o aborto após a detecção de um batimento cardíaco fetal, por volta da sexta semana de gravidez.

A maioria dos estúdios que comentaram o caso disseram que estão esperando para ver se a chamada lei heartbeat realmente entrará em vigor no próximo ano, ou se os tribunais irão bloqueá-la. Mas na linha de chegada do tributo às realizações da American Film Institute, de Denzel Washington, nesta quinta-feira, Lee disse que agora é hora de as produções da Geórgia "fecharem" e boicotarem a indústria cinematográfica em expansão.

##RECOMENDA##

Lee reconheceu que um êxodo em massa poderia prejudicar a subsistência da região, mas citou os motoristas de ônibus negros afetados pelo boicote da era do Movimento dos Direitos Civis em Montgomery. "Eu sei que vai afetar o sustento das pessoas. Mas é assim que as coisas mudam", disse Lee. "Você tem que estar do lado certo da história, e do estado da Geórgia e dos outros estados, eles estão errados", acrescentou. A economia da Geórgia recebe atualmente um incentivo anual de US $ 9,5 bilhões do setor.

Nas últimas semanas, Universal, Netflix, Disney e Warner ameaçaram não rodar mais gravações no estado da Geórgia se a lei entrar em vigor.

"Temos muitas mulheres trabalhando em produções na Geórgia, que terão seus direitos severamente restringidos por essa lei", disse o diretor de conteúdo da Netflix, Ted Sarandos. "Eu acho que muitas pessoas que trabalham para nós não vão querer trabalhar na Geórgia, e nós teremos que respeitar suas posições", declarou Bob Iger, diretor-executivo da Disney.

O ator Denzel Washington foi celebrado na quinta-feira por Hollywood por sua carreira de cinco décadas, com duas estatuetas do Oscar e que abriu o caminho para uma geração de estrelas de cinema negras.

O diretor Spike Lee entregou ao ator de 64 anos, durante um evento no Dolby Theatre de Los Angeles, o "Life Achievement Award" do American Film Institute (AFI) em reconhecimento às conquistas da vida profissional de Washington.

##RECOMENDA##

O prêmio é considerado a maior honra para uma carreira cinematográfica em Hollywood.

Os principais atores negros de Hollywood prestaram homenagem a Denzel Washington: os também vencedores do Oscar Morgan Freeman, Jamie Foxx e Mahershala Ali, assim como as estrelas de "Pantera Negra", Chadwick Boseman e Michael B. Jordan.

"Você abriu o caminho. Você nos mostrou o caminho. Mas o que é realmente monumental é que sua influência, seu alcance, transcende a raça sem nunca negá-la", disse Ali.

Ele acrescentou: "Nós estamos aqui porque permanecemos nos ombros de um gigante".

"Não existiria 'Pantera Negra' sem Denzel Washington", disse Boseman, em referência ao primeiro filme da Marvel sobre um super-herói negro.

A predominantemente branca Hollywood foi muita criticada nos últimos anos pela falta de diversidade, especialmente pela campanha #OscarsSoWhite (#Oscarstãobranco), organizada em 2016.

Washington é um dos apenas quatro atores negros que venceram o Oscar de melhor ator.

Ele venceu na categoria coadjuvante por "Tempo de Glória" (1989) e na categoria de melhor ator por "Dia de Treinamento" (2001).

O "Life Achievement Award" do American Film Institute (AFI) já foi entregue a atores como George Clooney, Al Pacino e Meryl Streep. Assim como a Morgan Freeman e Sidney Poitier.

Os produtores culturais pernambucanos não estão tendo um 2019 fácil. O atual cenário político e econômico do país tem tido reflexos consideráveis no que diz respeito à linhas de financiamento e a viabilização dos mais diversos produtos culturais se vê ameaçada. Em Pernambuco, um dos mais importantes editais de fomento à produção audiovisual, o Funcultura, corre o risco de funcionar pela metade este ano, com um corte de mais de 62% em seu aporte total. Os realizadores estão preocupados e temem sofrer as concorrências dessa diminuição do aporte.

O Funcultura Audiovisual tem como objetivo beneficiar a cadeia produtiva do segmento, incentivando a produção de filmes de curta e longa-metragem, além de programas para televisão e projetos de difusão, como cineclubes, festivais e mostras. Em 2018, a 11ª edição do edital selecionou 121 projetos, de todo o Estado, destinando R$ 25.440 milhões aos contemplados. Deste valor, R$ 10.440 do próprio Funcultura e R$ 15 milhões advindos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), vinculado à Agência Nacional do Cinema, a Ancine.

##RECOMENDA##

E é aí que está o maior problema. Em abril deste ano a Ancine teve a liberação de suas verbas públicas suspensa pelo Tribunal de Contas da União. Sendo assim, o aporte que vinha da Agência - e que significa maior parte do Funcultura - pode não chegar até que o edital 2019 seja publicado. Procurada pelo LeiaJá, a Ancine não se pronunciou a respeito até o fechamento desta reportagem.   

Outra dúvida que ronda os produtores e realizadores é quanto à data de publicação do Funcultura Audiovisual. Também no mês de abril, a Secretaria de Cultura de Pernambuco (Secult) e a Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) anunciaram o adiamento tanto deste quanto de outros dois editais, o Funcultura Geral e Música. Mesmo com a estimativa para lançamento para julho, a insegurança de realizadores, sobretudo quanto aos valores que serão praticados neste edital do audiovisual tem sido uma constante.

Em entrevista ao LeiaJá, Marco Bonachela, da Associação Brasileira de Documentaristas e Associação Pernambucana de Cineastas (ABD/APeci), afirmou que a classe está em constante debate com a gestão. "Ainda estamos formulando nossos encaminhamentos diante do contexto, mas ele nos preocupa sim e se soma a um contexto nacional igualmente alarmante, sobretudo pelas questões associadas a Ancine e a SAV, ambas sob gestão do Ministério da Cidadania (pasta que ficou responsável pela área após a extinção do Ministério da Cultura)".

Marco também teme o impacto da ausência do aporte vindo do FSA, da Ancine e diz que isso pode prejudicar drasticamente a produção local. "Representa mais de 62% dos recursos previstos para o Funcultura Audiovisual deste ano. Em números absolutos, o aporte do edital previa o total de R$ 24.280.000,00. Os recursos garantidos pelo governo do estado são de R$ 9.280.000,00. Participamos da construção dessa nova versão do texto, num GT especificamente destacado para essa adaptação no âmbito do Conselho. Uma redução tão alta de volume de recursos impactará todas as categorias, mas especialmente produtos para TV como séries de ficção e animação, por exemplo, além da redução expressiva de longa-metragens financiados, num momento de clara efervescência e reconhecimento internacional desses segmentos na cadeia produtiva do audiovisual pernambucano".

O que diz a Secult/Fundarpe

Procurados por essa reportagem, a Secult e Fundarpe falaram sobre o tema através de sua assessoria de imprensa. Segundo nota enviada, os órgãos ainda estão aguardando uma posição da Ancine em relação à sua participação no Funcultura Audiovisual 2018/2019. A previsão de publicação do edital é até o final deste mês de junho e, caso não seja possível contar com o aporte do FSA, o edital será realizado apenas com o fundo do próprio Funcultura não havendo risco deste exercício perder-se por conta desses prazos. "Estamos trabalhando com os prazos possíveis num cenário de dependência do retorno da Agência. No entanto, foi deliberado pelo Conselho o lançamento do edital sem os recursos do FSA, caso não haja resposta da Ancine ainda este mês".

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando