Carreiras

| Educação

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é interdisciplinar. Ele mede o conhecimento dos estudantes por meio de conteúdos de diversas disciplinas. Este ano, o Enem será aplicado em dois domingos seguidos: nos dias 3 e 10 de novembro.

A segunda parte da prova consiste em 90 questões das Ciências da Natureza, cuja as disciplinas integradas são química, física e biologia. Para responder as questões, os alunos precisam estar atentos às fórmulas cobradas pelo Exame.

##RECOMENDA##

Com ajuda dos professores Hugo Souza (física) e Berg Figueiredo (química), o LeiaJá preparou uma lista com dez fórmulas cobradas na parte de Ciências Natureza do Enem. Confira:

Física

Velocidade Média

Vm = Δs/ Δt 

Vm = Velocidade Média

 Δs = Intervalo do deslocamento (posição final – posição inicial)

 Δt = Intervalo de tempo (tempo final – tempo inicial)

Física

Calor Sensível

Q = c.m. Δθ

Q = quantidade de calor sensível (cal ou J).

c = calor específico da substância que constitui o corpo (cal/g°C ou J/kg°C).

m = massa do corpo (g ou kg).

Δθ = variação de temperatura (°C).

Física

Energia cinética (Ec)

Ec = m.v²/2

Ec = Energia cinética

m = massa

v = velocidade

Física

1º Lei de Ohm

V = R.i

V = diferença de potencial

R = resistência elétrica

i = corrente elétrica

Física

Potência Elétrica

P = U.i

P = potência

U = diferença de potencial

i = corrente elétrica

Química

Variação da entalpia

ΔH = Hp – Hr

ΔH = variação da entalpia

Hp = Entalpia dos produtos

Hr = Entalpia do reagentes

Química

Cálculo de pH

pH = - log[H+]

[H+] = concentração molar dos íons H+

Ph = Potencial de hidrogênio (serve para determinar acidez e a alcalinidade de uma solução)

H+ = Quantidade de hidrogeniônica de uma substância

Química

Cálculo de meia-vida

massa final = massa inicial/2ˣ

x = número de meia-vida

Química

Cálculo de solução da concentração molar

M = m/MM.V

M = concentração molar

m1 = massa do soluto (em grama)

MM = Massa molar do soluto

V = volume (em litros)

Química

Densidade

D = m/v

D = densidade

M = massa

V = volume

Após manter as aulas no turno da manhã e da tarde desta segunda-feira (17), a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) anunciou a suspensão de aulas e do expediente administrativo do campus Recife da instituição a partir das 18h. A medida foi tomada de forma preventiva por causa das chuvas que atingem a capital pernambucana desde o domingo (16).

Por meio de nota, a instituição informou que ainda não tem posicionamento sobre o funcionamento da terça-feira (17), mas que, caso haja necessidade de suspensão das aulas, o aviso será dado aos alunos até as 6h30. A suspensão também vale para a Faculdade de Direito do Recife, localizada na área central da capital.

##RECOMENDA##

Confira nota completa:

[@#video#@]

Termina nesta segunda-feira (17), o prazo para participar da lista de espera do Sistema e Seleção Unificada (Sisu) do segundo semestre de 2019. O programa permite que candidatos concorram a vagas nas instituições de ensino superior públicas. Podem se candidatar à lista de espera os candidatos que não foram selecionados na chamada regular em nenhuma das opções de curso.

O candidato precisa acessar o próprio boletim até as 23h59 desta segunda-feira, diretamente no site do Sisu. Nele, será possível escolher uma entre duas das opções de curso escolhidas a princípio pelo aluno.

##RECOMENDA##

Esta segunda-feira também marca o prazo final para que os aprovados em uma das vagas na chamada regular do Sisu realizem as matrículas nas universidades. Se não efetuar a matrícula, o participante está sujeito a perder a vaga. A lista com os nomes dos aprovados está disponível na página do Sisu desde o último dia 10 de junho. Os que não tiveram aprovação, também poderão participar da lista de espera.

Nesta edição, o Sisu está disponibilizando 59.028 vagas para 1,7 mil cursos em 76 instituições públicas de ensino em todo o país. A participação se dá por meio da nota obtida no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018. Não serão aceitas notas zeradas na redação. 

As universidades públicas localizadas na Região Metropolitana do Recife, que suspenderam aulas com as fortes chuvas da última quinta-feira (13) optaram por manter o funcionamento nesta segunda-feira (17), mesmo após mais de 24 horas de chuvas ininterruptas.

A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), por meio de redes sociais, lembrou que apenas o Colégio de Aplicação não terá aulas para reparo dos danos causados pelas últimas chuvas e disse que todos os levantamentos sobre funcionamento do turno da manhã sempre são divulgados até 6h30.  

##RECOMENDA##

A Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) informou que está atenta ao panorama das chuvas e recomendou que atividades avaliativas não fossem realizadas, mas manteve o calendário. A Universidade de Pernambuco (UPE) informou que, até o momento, as aulas estão mantidas.

O Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) comunicou a suspensão do funcionamento da reitoria pelo turno da manhã, mas ainda não tem nada oficializado para o turno da tarde.

Confira funcionamento das escolas municipais e estaduais da RMR clicando aqui.

Após mais de um dia de chuvas constantes, prefeituras da Região Metropolitana do Recife e o governo do Estado de Pernambuco anunciaram suspensão de aulas da rede pública na manhã desta segunda-feira (17). Até o momento, o Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe, Olinda e Recife se posicionaram sobre o assunto.

No caso do Cabo de Santo Agostinho e Camaragibe, as as aulas foram suspensas por todo o dia. Em Jaboatão, os turnos da manhã e da tarde foram suspensos, mas o expediente administrativo funciona normalmente. A assessoria de imprensa da cidade, uma das que mais registrou chuvas no domingo (16), afirmou que a medida foi tomada por segurança dos alunos.

##RECOMENDA##

No Recife e em Olinda, as aulas foram suspensas apenas pelo turno da manhã. Em breve, os municípios deverão se posicionar sobre os demais turnos. A Secretaria de Educação de Pernambuco informou que as aulas na Região Metropolitana estão suspensas e disse que "as aulas serão repostas em data a ser definida por cada unidade de ensino a fim de que nenhum estudante seja prejudicado".

A Secretaria de Educação do Recife decidiu suspender, na manhã desta segunda-feira (17) as aulas do turno da manhã de creches e escolas municipais da capital pernambucana. A decisão foi tomada por causa das chuvas que tomam a cidade ininterruptamente desde a manhã do domingo (16).

O comunicado foi divulgado nas redes sociais da prefeitura por volta das 7h. "Considerando as condições climáticas e visando a segurança de todos, as aulas do turno da manhã, em todas as creches e escolas municipais do Recife, estão suspensas por orientação da Secretaria de Educação do Recife", diz o texto. Ainda não há posicionamento oficial sobre o funcionamento do turno da tarde e da noite.

##RECOMENDA##

Universidades de Minas Gerais e do Espírito Santo vão participar de pesquisas para identificar formas de recuperação das áreas da bacia do Rio Doce, impactadas pelo rompimento da barragem de Fundão, em Mariana, em 5 de novembro de 2015. A intenção dos estudos é monitorar e gerar soluções inovadoras para as ações de reparação.

Os 15 projetos selecionados, entre as 40 propostas recebidas, foram divulgados pela Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais (Fapemig), que desenvolve o trabalho em parceria com a Fundação Renova e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo (Fapes). No total, as propostas receberão R$ 5,6 milhões de apoio aos projetos de pesquisa que têm duração de até dois anos.

##RECOMENDA##

Há projetos voltados para o desenvolvimento sustentável como o da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop), que propõe a utilização do rejeito de barragem de minério para fabricação artesanal de tijolos que serão usados na construção de moradias.

Já a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) vai desenvolver o projeto de uso do rejeito sedimentado da bacia do Rio Doce no desenvolvimento de componentes para a construção civil.

Para a educação e a cultura, a Universidade Federal de Viçosa (UFV) propõe a implantação de uma rede de conhecimento e cooperação entre pesquisadores, alunos e moradores da bacia do Rio Doce. Na área ambiental, da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) pretende desenvolver meios para o monitoramento do ecossistema em áreas com influência da foz.

Na visão do líder das ações de Economia e Inovação da Fundação Renova, Paulo Rocha, é importante apoiar o desenvolvimento de pesquisas que tragam soluções conjuntas para os problemas enfrentados no processo de reparação na bacia. “Existe uma fronteira do conhecimento em vários temas e áreas em que a pesquisa científica é fundamental na busca por soluções. Entendemos que essa chamada vai nos dar a oportunidade de encontrar respostas que, seguramente, contribuirão para esse processo”, disse.

A escolha dos projetos ocorreu por meio de um edital e faz parte de um Acordo de Cooperação Técnica, celebrado em maio de 2017. Nele, estão previstas as parcerias entre as instituições para o fomento e financiamento de estudos com foco na recuperação das áreas impactadas pelo rompimento da barragem de Fundão.

A Fundação Renova foi criada em março de 2016 com a assinatura do Termo de Transação e Ajustamento de Conduta (TTAC) entre a Samarco, empresa responsável pela barragem, suas acionistas, os governos federal e dos estados de Minas Gerais e do Espírito Santo, além de autarquias, fundações e institutos ligados ao meio ambiente.

O objetivo da Renova é gerir e executar, com autonomia técnica, administrativa e financeira, os programas e ações de reparação e compensação socioeconômica e socioambiental para recuperar, remediar e reparar os impactos causados pelo rompimento da Barragem de Fundão.

O fórum de desenvolvimento social European Development Days (EDD19), que será realizado em Bruxelas (Bélgica) nos próximos dias 18 e 19, contará com a participação de uma brasileira de 15 anos. Samila Ferreira mora na comunidade Parque Santa Maria, na região Ancuri, em Fortaleza, e coordenou projeto-piloto com mais nove jovens sobre discriminação contra crianças e adolescentes. A pesquisa teve o apoio da organização não governamental (ONG) World Vision Internacional e do Brasil.

Por meio de questionários e entrevistas feitos na comunidade e na escola, o estudo identificou as discriminações que mais causam violência contra crianças e adolescentes nos dois ambientes. "A conclusão é que as discriminações que mais ocorrem são racismo, desigualdade de gênero, a questão da aparência, aí incluídas pessoas que têm características afrodescendentes", disse Samila à Agência Brasil. Outras discriminações encontradas dizem respeito a pessoas LGBT, classe social, machismo. "As crianças que mais sofrem discriminação são pobres e muitas são negras", completou a adolescente. Em relação ao machismo, destacou que as meninas não participam muito das atividades. "São excluídas".

##RECOMENDA##

Samila vai representar o país no evento, organizado pela Comissão Europeia, a metodologia Monitoramento Jovem de Políticas Públicas (MJPOP ), criada pela ONG Visão Mundial para monitoramento de políticas públicas nas áreas de saúde, educação, esporte e lazer, que prepara adolescentes e jovens para liderar processos políticos em suas comunidades, visando a garantir a efetivação de direitos. "Vou contar como foi a minha experiência. Como me senti entrevistando as crianças e os adolescentes. Vou falar o que a gente descobriu". Samila confia que os jovens podem criar métodos para evitar e reduzir essas discriminações. "Com certeza, a gente pode fazer campanhas, buscar coisas para fazer a diferença e reduzir essas desigualdades".

Como é menor de idade, Samila foi acompanhada na viagem ao exterior por Clarice Ziller, assessora de "advocacy" (defesa e argumentação em favor de uma causa) e de relações internacionais da ONG Visão Mundial. Elas viajaram sexta-feira (14) para a Bélgica. O retorno a Fortaleza está previsto para o dia 21.

Políticas públicas

O encontro reúne líderes, influenciadores, pesquisadores e estudantes do mundo inteiro e de todas as idades para partilhar ideias e experiências, de forma a inspirar novas parcerias e soluções inovadoras para os desafios urgentes do mundo. É o principal fórum de desenvolvimento social da Europa. Reúne representantes de mais de 150 países e mais de 100 líderes mundiais. Este ano, a linha principal do encontro é "Abordar as desigualdades: Construir um mundo que não deixa ninguém para trás".

Clarice Ziller disse que os jovens sempre trabalharam nessa questão para identificar, dentro das comunidades, as políticas públicas que precisam de atenção, que precisam ser implementadas. A metodologia MJPOP faz parte de um projeto maior da World Vision Internacional, que é o Child-Led Research (Jovens Investigadores), selecionado para participar do EDD19. Samila integra o projeto e vai apresentar sua pesquisa para cerca de 5 mil pessoas.

A assessora afirmou ainda que a partir das conclusões do estudo, os jovens vão poder analisar quais são as políticas públicas, onde precisa haver ação do governo local, e até nacional, para reverter o quadro identificado de discriminações. "É apontar a situação e, agora, buscar soluções para ela". A ONG está presente em100 países, dedicando-se à proteção da criança e do adolescente. Atua no Brasil há 44 anos.

Jovens líderes

Além de Samila, a organização não governamental está levando para o fórum de desenvolvimento social em Bruxelas mais duas meninas: Serafina, de Gana, e Theodora, da Romênia, que também fazem parte do movimento que a Visão Mundial chama de Jovens Líderes, projeto que inclui jovens de 15 a 18 anos. Clarice informou que os projetos-piloto desenvolvidos pelos jovens líderes e que serão apresentados no evento podem ser aprimorados e transformados em metodologias. Em Gana, o tema abordado foi gravidez na adolescência - abuso sexual e, na Romênia, foi violência na mídia. O Brasil é o sexto país a implementar o projeto Child-Led Research, com o tema discriminação.

De acordo com informação com a ONG Visão Mundial, o principal aspecto considerado na seleção do jovem líder para participar do fórum foi a existência de um projeto de pesquisa liderado por crianças. Na Área Integrada de Segurança 3 (AIS 3), que inclui o bairro Ancuri, onde Samila mora, foram registrados, no ano passado, 167 crimes letais intencionais, o que corresponde a 65,2 homicídios para cada 100 mil habitantes, praticamente o dobro do registrado na AIS 1 (33,6), que concentra a maior parte dos bairros nobres da capital cearense. O Ancuri ocupa a 102ª posição entre os 119 bairros mapeados no ranking de renda, com média por habitante de R$ 413.

Há muitas maneiras de estudar para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Uma delas é adquirir o aprendizado por meio de filmes ou séries, que ajudam o participante a entender determinado assunto ligando a uma disciplina, de maneira mais relaxante e descontraída. No caso de história, matéria que faz parte das Ciências Humanas e suas Tecnologias, existe uma infinidade de obras com personagens históricos.

Para professor de história, sociologia e filosofia, Rodolfo Neves, a absorção dos conteúdos para quem vai prestar Enem não deve ser limitar à sala de aula, livros ou anotações “Os filmes são fundamentais para o estudante assimilar fatos históricos, auxiliando o candidato a abordar o teor histórico a partir de uma linguagem audiovisual”, afirma.

##RECOMENDA##

O Exame será realizado nos dias 3 e 10 de novembro. No primeiro dia, os feras responderão questões de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Ciências Humanas e suas Tecnologias, além da redação. Já na segunda parte do processo seletivo, os candidatos enfrentarão quesitos de matemática e Ciências da Natureza.

Para auxiliar os candidatos que irão fazer o Enem este ano, Rodolfo Neves selecionou 15 longas sobre fatos que marcaram a história da humanidade.

1.         Agonia e êxtase (1965)

 

Traz os conflitos entre Michelangelo e o Papa Júlio II durante a confecção da pintura do teto da Capela Sistina no contexto do Renascimento Cultural.

2.         A conquista do Paraíso (1992)

Conta as viagens de Cristóvão Colombo para a América no contexto da expansão marítima e comercial dos séculos XV e XVI.

3.         A missão (1986)

Relata os conflitos entre os jesuítas e a coroa espanhola durante o processo de conquista da América.

4.         Boa Noite e Boa Sorte (2005)

 

Aborda os ataques às liberdades individuais durante o período da história dos EUA conhecido como macartismo, no contexto da Guerra.

5.         Pra Frente, Brasil (1982)

O filme relata a prisão de um cidadão confundido com um ativista político durante o Regime Civil-Militar (1964-1985).

6.         Gandhi (1982)

 

Cinebiografia de Mahatma Gandhi e sua luta pela independência da Índia. Um belo filme sobre o recesso de descolonização afro-asiática.

7.         Mandela (2013)

 

Cinebiografia de Nelson Mandela. Aborda toda a trajetória do líder sul-africano em sua luta pelo fim do Apartheid.

8.         Cruzada (2005)

No contexto do final da Segunda Cruzada, o filme aborda questões sobre o fanatismo religioso e a intolerância na Idade Média.

9.         Five Came Back (2017)

História de cinco lendas do cinema que se alistaram para documentar a Segunda Guerra Mundial.

10.      Histórias Cruzadas (2011)

 

Aborda a questão racial no sul dos Estados Unidos na década de 1960.

11.      Tempo de Glória (1989)

 A história de um destacamento de soldados negros que lutou na Guerra Civil dos EUA.

12.      Apocalipse Now (1979)

Aborda o impacto psicológico da Guerra do Vietnã nos soldados.

13.      Nascido em 4 de Julho (1990)

 

Narra o regresso aos EUA de um jovem soldado que se torna paraplégico devido a um ferimento durante a Guerra do Vietnã. O filme aborda a luta do protagonista contra os preconceitos existentes na sociedade estadunidense em relação aos portadores de necessidades especiais, bem como seu engajamento no movimento pacifista.

14.      O que é isso, companheiro? (1997)

Descreve o episódio do sequestro do embaixador estadunidense Charles Burke Elbrick durante o regime civil-militar brasileiro.

15.      A outra história americana (1999)

Filme relata a questão racial nos Estados Unidos a partir da jornada de um jovem inserido no movimento neonazista.

LeiaJá também

--> Confira dicas exclusivas no site do Vai Cair No Enem

Professores do curso pré-vestibular “Reposta Certa Isoladas (RCI)”, realizaram um aulão gratuito, neste sábado (15), no Centro de Atividade Presidente Dutra, do Serviço Social da Indústria (Sesi), localizado no bairro de Casa Amarela, Zona Norte do Recife. Cerca de 150 alunos participaram das aulas. O evento abordou temas recorrentes no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

O professor de biologia André Luiz, afirmou que o aulão revisou assuntos estudados no decorrer do ano, em sala de aula. “O aulão vai ajudar por que os assuntos aqui em foco são os assuntos que mais caem na prova. Em biologia, eu abordei três assuntos que são muito importantes para o Enem, como ecologia, citologia e fisiologia. São três carros chefes, sem esses assuntos a biologia fica muito comprometida”, pontuou o docente.  

##RECOMENDA##

Segundo o professor de química Arisson Silva, as aulas ministradas no evento vão ajudar os feras a economizar tempo de prova. “Hoje nós abordamos algumas questões do Enem relacionadas à estequiometria, além de síntese orgânica e também o assunto de gases. Trouxemos algumas dicas que podem ajudar o estudante a identificar qual o tipo da questão. Porque as vezes os alunos perdem muito tempo tentando identificar qual assunto a questão está abordando”, disse.

O professor de português e redação, Evandro Vieira, abordou assuntos recorrentes na prova de linguagens e demonstrou as características de uma redação nota mil. “Abordei o assunto de gêneros textuais, como, por exemplo, a charge e a tirinha, que sempre caem no Enem. É importante que os alunos acertem as questões simples da prova, porque as questões mais fáceis não podem ser desperdiçadas. Já em redação, mostrei uma produção textual de nota mil e vimos as características do texto”, ressaltou.

Para o aluno Luiz Henrique Albuquerque, de 17, que pretende ingressar no curso de ciências políticas, a revisão proporcionada pelas aulas dos professores, são essenciais para relembrar os assuntos estudas ao longo do ano. “Estudamos muitos assuntos no ano, e com a proximidade do Enem, um aulão desse auxilia na lembrança desses assuntos estudados no começo do ano. Além disso, o reforço em matérias essenciais para o Enem nos ajuda bastante para relembrar tudo o que pode ser abordado”, finalizou.

A geografia física é uma subárea relacionada ao estudo da terra e suas manifestações naturais. No Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias, cobra, na parte de geografia, que os candidatos identifiquem “as relações da vida humana com a paisagem”. Para isso, é necessário que os feras estejam atentos a diversos termos utilizados por essa área de estudo.  

Com ajuda de professores da área, o LeiaJá preparou uma lista com doze termos da geografia física, que podem ser cobrados por questões do Enem. Confira cada um deles e veja seus respectivos significados:

##RECOMENDA##

Hidrologia

De acordo com o professor de geografia Charliton Soares, a hidrologia é a “ciência que estuda a água e tudo o que nele se desenvolve”. Segundo o docente, o termo pode ser abordo no Enem deste ano.

Cartografia

Ainda segundo Soares, a cartografia também é uma ciência: “a parte da geografia que estuda o território e seus segredos”, lembra. Para o professor, o termo vem sendo recorrente no Exame.

Biomas

Charliton Soares pontua que biomas estudam a “distribuição dos vegetais de acordo com o clima”. O assunto também é abordado com frequência pela prova.

Pedologia  

“É a ciência do solo e sua aplicabilidade. Pode ser abordada pelo Enem, entrando como pauta de meio ambiente”, lembra o professor.

Aquecimento Global

É uma série de fenômenos que causam distúrbio para o meio ambiente. De acordo com o docente, o assunto pode ser abordado pelo Enem tanto vinculado ao meio ambiente, quanto à geografia política.

Climatologia   

A ciência que estuda o clima mundial. “Pode vir tanto de forma conteudista ou se envolvendo com outros assuntos”, conclui Charliton.

Ilhas de calor

O professor de geografia Carlos Lima destaca que Ilha de calor é a “capacidade de absorção que as grandes cidades têm do calor do sol". Segundo Lima, o termo, que eleva a temperatura das cidades, pode ser abordado em questões envolvendo urbanização, com meio ambiente e clima.

Chuva ácida

O docente pontua que o fenômeno acontece apenas em cidades com grandes centros industriais e ocorre “devido uma reação química entre Dióxido de Enxofre (SO2) e o vapor de água da atmosfera”. A chuva ácida prejudica a estrutura dos prédios em solo. Carlos Lima afirma que no Enem, o termo “pode ser abordado tanto numa questão que fale sobre meio ambiente, quanto numa questão que fale sobre agriculta”, diz.

Zona de Convergência Intertropical (ZCIT)

“É uma frente fria que passa pelo litoral sul do Nordeste e ela espalha área de instabilidade sobre o Nordeste, provocando chuvas muito volumosas. No ano passado, caíram duas questões que citaram ela no Enem, cobrando do aluno análises de mapas e regimes de chuvas”, ressalta Carlos Lima.

Orogênese e Epirogênese

O professor pontua que orogênese e epirogênese são dois movimentos tectônicos internos, que se diferenciam pela direção que ocorrem. “Orogênese ocorre na horizontal, e a epirogênese na vertical. Normalmente, elas ocorrem em questões que vão cobrar a formação do relevo terrestre”, afirma.

Furacões

Sobre furacões, o professor Carlos Lima afirma que trata-se de um sistema circular de movimentação de ar. “O furacão se forma numa região de baixa pressão atmosférica, nos oceanos. Vale destacar que, quando o furacão é formado no hemisférico sul, ele gira no sentido horário, e quando é formado no hemisfério norte, gira no sentido anti-horário”. Ainda segundo Lima, no Enem, o assunto “normalmente é cobrado em questões que tratam do efeito de corióles, movimento de rotação do planeta e a dinâmica dos ventos”.

El ninho

“El ninho é um quecimento anormal das águas do oceano pacífico, próximo à América do Sul. Normalmente é cobrado em questões que abordem agriculta ou clima no Brasil”, lembra Carlos. De acordo com o docente, o El Ninho é o responsável pela seca no Nordeste, “porque ele vai aumentar as temperaturas do oceânico pacifico e vai mudar os padrões de vento do planeta. Vai influenciar o regime de chuvas no Nordeste e, devido a esse aquecimento, vai aumentar a seca na região”, conclui.

 

Uma propaganda publicada nas redes sociais do Ministério da Educação causou polêmica, nesta quinta (13). Por meio do twitter, o anúncio que divulga o último dia de inscrições para concorrer a bolsas que dão 50% ou 100% para cursos de uma instituição privada foi acusado de racismo.

Isso porque internautas entenderam que a aluna negra que aparece na foto só segura o diploma com uma mão branca. A postagem no Instagram é diferente e vai além. Um vídeo mostra a mesma imagem e a modelo negra com penteado afro é substituída por uma branca com cabelos lisos.

##RECOMENDA##

"Ganhe um diploma e troque a cor da pele", "Opa, MEC racista: tá tendo", "Se vc ganha uma bolsa, vc fica branco Óbvio, "Parabéns viu MEC... perpetuando a cultura do racismo", são algumas das principais reações dos usuários das redes sociais que não aprovaram a peça veiculada pelo MEC.

Procurado pela reportagem, o Ministério da Educação informou que "a campanha tem por finalidade informar aos estudantes, que realizaram a prova do Enem, que eles terão oportunidade de utilizar a nota do exame para ingressar em universidades públicas e particulares por meio do SISU, ProUni e FIES", diz trecho da nota enviada à imprensa.

Ainda de acordo com o MEC, a intenção da propaganda é enfatizar que as oportunidades são iguais para todos os candidatos.

"A linguagem escolhida foi a sobreposição de imagens que demonstram a variedade de cor, raça e gênero. Os cards produzidos para divulgação dos programas seguem a mesma linha publicitária para todas as peças da campanha. No Facebook o post alcançou mais de 4,5 milhões de pessoas. 48% manifestaram reações positivas, 40% neutras, enquanto as negativas representaram apenas 8%".

Confira a publicação:

[@#video#@]

Mesmo após 20 anos longe das salas de aula, a amazonense Carla Penha, de 40 anos, foi em busca dos seus sonhos e alcançou o ensino superior por meio do Programa Universidade para Todos (ProUni). A mulher realizou o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018 e teve média suficiente para ser aprovada no curso de contabilidade de uma instituição superior. 

Após a morte da mãe, Penha deixou sua cidade natal, Manaus, e seguiu para o Sul do Brasil. Lá, ela fez a prova do Enem com base nos seus estudos por meio de videoaulas, na internet, e aulões gratuitos. “Eu consegui a isenção da taxa de inscrição e fiquei feliz”, conta, segundo informações divulgadas pela assessoria de imprensa do Ministério da Educação (MEC).

##RECOMENDA##

A sensação para a mulher é de orgulho com sua trajetória. “Eu subi um degrau do ensino médio 20 anos atrás e agora eu estou no segundo degrau, do ensino superior, e eu quero mais”, deseja. A estudante agora comemora a conquista de uma vaga de estágio em uma empresa da cidade.

Com o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) batendo à porta, é importante se aprofundar ainda mais nos assuntos cobrados pelo certame. Para ajudar os feras, um aulão gratuito será realizado neste sábado (15), no Centro de Atividade Presidente Dutra, do Serviço Social da Indústria (Sesi), no bairro de Casa Amarela, na Zona Norte do Recife. A entrada é gratuita e as inscrições podem ser realizadas na hora do evento, que será realizado das 8h às 12h.

O aulão terá a presença do professor de química Arisson Silva e do professor de biologia André Luiz. O professor Marco Aurélio irá ajudar os feras a recapitular os assuntos cobrados em história, enquanto o educador Flávio Vasconcelos será o responsável por ministrar o conteúdo de geografia.

##RECOMENDA##

Pensando também na 'redação nota 1000', o evento terá a participação do professor Nelson de Castro. O Centro de Atividade Presidente Dutra fica na Rua Vasco da Gama, 145, no bairro Vasco da Gama, Zona Norte da capital pernambucana.

Escolas municipais do Rio de Janeiro poderão receber e distribuí-los às alunas gratuitamente. É o que propõe a lei aprovada pela Câmara dos Vereadores na última semana. Agora, ela passará pelo prefeito para poder ser sancionada ou vetada. A proposta visa ajudar meninas que não têm acesso ao produto, devido a questões financeiras, e que por isso, faltam muitas aulas no decorrer do ano, atrapalhando o próprio desenvolvimento estudantil.

A lei é de autoria do vereador Lionel Brizola Neto, que diz que a proposta surgiu a partir dos amplos debates dentro da escola pública, nos quais foram ouvidos professores, pais e alunos que relataram que muitas estudantes passam por um constrangimento na primeira menstruação, por não estarem prevenidas no momento. Há também a questão das meninas que não vão as aulas por não terem como comprar absorventes.

##RECOMENDA##

De acordo com o parlamentar, há na rede municipal do Rio, cerca de 250 mil alunos dependentes do Programa Bolsa Família, o que é um detalhe considerável.

A ideia foi bem recebida pela Secretária Municipal de Educação, Talma Ribeiro, que teve conversas com o vereador sobre a necessidade de implantar política nas escolas, visto que também se trata de uma questão de higiene pessoal, bem como o papel higiênico.

O Vai Cair na OAB desta sexta-feira (14) traz mais uma importante aula de direito penal com o professor Glebson Bezerra. Dessa vez, o docente fala sobre constituição de um crime. O assunto pode ser trazido na primeira e na segunda fase do Exame da Ordem, logo, deve ser analisado não só por quem escolheu penal como disciplina específica.

No programa desta semana, você pode conferir conceitos de tipicidade, ilicitude, culpabilidade e algumas dicas e macetes que podem garantir uma questão na hora da prova. Confira:

##RECOMENDA##

[@#video#@]

O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) aprovou por unanimidade na última segunda-feira (10), proposta que torna a prática de violência às pessoas LGBTQI+ uma idoneidade moral. Com essa aprovação, profissionais que tenham cometido esse tipo de crime não poderão integrar o quadro da entidade.

A proposta é de autoria do Conselheiro Federal Hélio Chagas Leitão Neto e tem relatoria do Conselheiro Federal Carlos da Costa Pinto Neves Filho. De acordo com o texto apresentado, “a prática de violência contra pessoas LGBTI+, em razão da Orientação Sexual, Identidade de Gênero e Expressão de Gênero, constitui fator apto a demonstrar a ausência de idoneidade moral para inscrição de bacharel em Direito nos quadros da OAB”.

##RECOMENDA##

A decisão abrange todo o Brasil e se deu diante do alto índice de violência contra a população LGBT no país.

Em março, a OAB aprovou súmula que impede o ingresso de bacharéis em direito que já cometeram violência contra as mulheres.  No mesmo mês também foi estabelecida outra súmula que barra agressores de crianças, idosos e pessoas com deficiência mental ou física.

Uma equipe de sete jovens que estão cumprindo medidas socioeducativas por meio da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) venceu a 49ª edição das Olimpíadas Estudantis de Petrolina, no Sertão de Pernambuco. Os meninos jogaram pelo time da Escola Estadual de Alternância, que tem um anexo dentro do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case), entidade ligada à Funase, em Petrolina. Esta foi a etapa final a nível municipal, no qual os socioeducandos concorreram com a equipe do Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE).

O evento, organizado pela prefeitura local, reuniu estudantes de 12 a 17 anos, pertencentes de escolas da rede pública e privada de ensino.Equipes femininas e masculinas competiram em partidas de handebol, basquete, vôlei, futsal, futebol de 7 e futebol de campo, essa última, a modalidade disputada pelos socioeducandos.

##RECOMENDA##

Os campeões tiveram como treinador o professor de educação física Romilson Wladson, com o auxílio do agente socioeducativo Cícero Brito.

“A nossa equipe teve grande destaque entre os times de estudantes de Petrolina. Teve jovens do Case, da Casem e outros alunos da Escola de Alternância, com um bom treinamento. Eles estão muito felizes com o troféu e empolgados para a regional. Temos plena confiança de que também terão um bom resultado”, afirma a coordenadora geral do Case Petrolina, Nídia Alencar.

Ao ganharem a etapa municipal, os meninos da Funase, agora irão concorrer a etapa Regional.

*Com informações da assessoria de imprensa

Um Projeto de Lei protocolado na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) propõe que as escolas públicas do Estado passem a operar em modelo cívico-militar, da mesma forma que os colégios militares brasileiros. A sugestão foi dada pela deputada estadual Clarissa Tercio, líder da bancada do Partido Social Cristão (PSC) na Alepe.

A justificativa dada no PL é o destaque que as escolas cívico-militares têm no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) em relação a outras escolas públicas brasileiras. “Os bons resultados são atribuídos geralmente aos valores específicos disseminados nessas instituições tais como a disciplina, patriotismo, valorização da meritocracia, entre outros”, diz trecho do projeto.

##RECOMENDA##

As eleições de 2018, que elegeram o presidente Jair Bolsonaro são classificadas como “a soberania da vontade popular exercida nas eleições do Estado e do País em 2018” e também são citadas na justificativa do projeto, que pede o apoio de outros deputados.

Entre os quatro artigos do projeto, há a determinação de que as escolas localizadas em comunidades com maiores índices de violência ganhem prioridade na implementação. Há também a sugestão de que alguns militares na ativa e na reserva dos próprios municípios onde as escolas sejam situadas passem por treinamentos para poder gerir os locais.

Segundo o projeto, o treinamento desses militares deve envolver valores cívicos, disciplina de moral e civismo, assim como “ensino e culto aos Hinos Nacional, da Bandeira, da Independência e Hinos Brasileiros e hinos do Estado e do município respectivo”.

Confira Projeto de Lei completo clicando aqui.

Funcionários terceirizados do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), decidiram boicotar questionário, que, segundo eles, continha cunho político- ideológico, ao querer saber a opinião dos participantes a respeito de questões ligadas ao governo Bolsonaro.

Segundo reportagem da Folha de S. Paulo, o questionário composto por 20 perguntas, foi enviado a cerca de 50 contratados do órgão. Desses, apenas cinco participaram. Dentre os que não responderam, houve pessoas que foram demitidas e outras que preferiram pedir demissão a ter que fazer a prova.

##RECOMENDA##

Em uma das questões, era pedido que o profissional avaliasse a “intenção do presidente Jair Bolsonaro (PSL) em retirar os equipamentos de fiscalização eletrônica de trânsito das rodovias”. Já em outra pergunta, os funcionários teriam que expor seus pontos de vista sobre a reforma da previdência.

Em declaração dada ao periódico, um dos profissionais que pediu para não ser identificado, disse que existe uma perseguição política interna para com os empregados do órgão.

“Isso prova que o cunho é ideológico sim. Há uma perseguição para saber se os funcionários têm a mesma visão que o governo. Porque não tem lógica aplicar o mesmo questionário para pessoas com escolaridade ensino médio e superior”, desabafou trabalhador que atua na entidade desde 2016. Esse mesmo funcionário diz não concordar com foco das perguntas, uma vez que, na visão dele, o questionário devia abordar assuntos relacionados ao campo jurídico, já que a área lida com processos judiciais.

Além da revolta dos profissionais quanto ao conteúdo político na prova, eles também contestam a recontratação que será feita com o salário 50% menor do que o que eles ganhavam anteriormente.

Páginas

Leia Concursos

Procure os
Concursos

Inscrições  Inscrições: Até 12/07/2019
Provas  Provas: 15/07/2019
31/07/2019
Salário  Salário: Não informado
Inscrições  Inscrições: Até 07/07/2019
Provas  Provas: 01/09/2019
20/09/2019
Salário  Salário: R$ 2.446,96 até R$ 4.180,66
Inscrições  Inscrições: Até 17/06/2019
Provas  Provas: 27/07/2019
Salário  Salário: Não informado
Inscrições  Inscrições: 22/05/2019
Provas  Provas: 18/08/2019
Salário  Salário: R$ 4.180,66

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando